quinta-feira, novembro 03, 2011

6

Pra onde vamos ao morrer? Parte 2




Hermes C. Fernandes


Quando falamos de eternidade, estamos falando de uma esfera de existência que não tem começo nem fim. É nessa esfera que Deus habita (Is.57:15a). Ao entrarmos na eternidade, nos depararemos com o Grande Trono Branco, visto por João em Apocalipse.

“Então vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele. Da presença dele fugiram a terra e o céu, e não se achou lugar para eles.” APOCALIPSE 20:11

Onde se dará o juízo final? Onde se assentará o Tribunal de Cristo? João vê ainda “os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono (...) O mar entregou os mortos que nele havia, e a morte e o além deram os mortos que neles havia, e foram julgados cada um segundo as suas obras” (Ap.20:12a,13). Dá pra imaginar uma cena dessas? Quantas pessoas já passaram por este mundo desde a sua criação? Só nos dias de hoje cerca de 7 bilhões de pessoas povoam a Terra. Imagine reunir todos que aqui já viveram, em todos os tempos, em um só lugar. Será que a superfície terrestre possui uma planície tão extensa que possa comportar tal número de pessoas? Acredito que não. Então onde se dará o Juízo? A pista está no verso 11. Ali lemos que a terra e o céu fugiram da presença d’Aquele que estava assentado no grande Trono Branco. O juízo de Deus, portanto, se dará em uma instância fora do tempo e do espaço. Se não há lugar para a terra e o céu, logo não há “espaço”, e se não há espaço, não há tempo. O tempo e o espaço são aspectos de uma mesma realidade.

Podemos dizer que o Juízo de Deus se dará na Eternidade. Então todos terão que morrer para passar pelo juízo? Absolutamente, não. O mundo caminha em direção à eternidade. Num dado momento, quando Cristo vier, o kronos (tempo) será invadido pelo Kairós (‘tempo’ divino/eternidade), e todos nos veremos “perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal” (2 Co.5:10).

A história da criação caminha para esse ponto, que podemos chamar de Ômega, o capítulo final da História. Será o desfecho da História de todo o cosmo, bem como a conclusão da história de cada ser humano que por aqui houver passado. Todos, sem exceção, terão de dar conta de si mesmo a Deus (Rm.14:12). Esse será o Dia do Senhor, “em que Deus há de julgar os segredos dos homens, por meio de Jesus Cristo” (Rm.2:16).

De repente, ao soar da trombeta de Deus, todos estaremos ali: Justos e ímpios, grandes e pequenos, ricos e pobres. Desse dia ninguém escapará.

Para quem está vivo no mundo hoje, pode parecer que esse dia esteja num futuro remoto Mas para quem deixa o mundo hoje, é como se esse dia chegasse imediatamente. Não há intervalo. É como se entrássemos numa máquina do tempo, e fôssemos arremessados em um futuro distante. Lá chegando, não apenas nos encontraremos com o Senhor nos ares, vindo em direção a Terra para julgar os vivos e os mortos, como também encontraremos todos os eleitos de Deus, de todas as eras. Dentre os que morrerem em Cristo, ninguém vai chegar primeiro. Imagine um crente em Cristo, em seu leito de morte, despedindo-se dos seus, quando de repente, é levado à eternidade, e lá encontra as mesmas pessoas de quem acabou de se despedir! A dor da separação é para quem fica, não para quem vai. Por isso Jesus disse que os amigos que granjearmos aqui na terra, serão os mesmos que nos receberão “nos tabernáculos eternos” (Lc.16:9). Na verdade, recepcionaremos uns aos outros, pois chegaremos todos juntos.

Há ordem de partida, mas não há ordem de chegada. Por vivermos confinados ao tempo e ao espaço, assistimos à partida de cada pessoa que deixa essa vida. Mas na eternidade não haverá ordem de chegada. Todos compareceremos diante do Trono de Deus concomitantemente.

O Juízo se dará na eternidade, em uma instância atemporal, onde não há tempo nem espaço. O único momento em que ficaremos sem o corpo será perante o Tribunal de Cristo, onde teremos que dar contas do que fizemos através do corpo. Será num abrir e fechar de olhos. Essa instância pode ser chamada de “terceiro céu”, ou “céu dos céus”. Todos, indistintamente, quer estejam vivos ou mortos no momento em que Cristo vier, terão que comparecer diante de Deus, para ouvir Seu veredicto, e receber sua sentença. Ali será o entroncamento entre o céu e a terra, ao mesmo tempo em será a bifurcação entre o céu e o inferno.

Quase que instantaneamente, tão logo ouçamos do Senhor que fomos justificados, nos veremos nas nuvens do céu, atraídos pela Sua majestade divina. Em ‘milésimos de segundo’ veremos toda a nossa vida projetada no telão de nossa consciência. O que ali ouviremos ficará imprimido indelevelmente em nossa consciência para todo o sempre.

Com Ele desceremos a Terra, e aqui viveremos por eras infindáveis na companhia do Senhor e de todos os Seus eleitos.

Céu e Terra são agora reunidos em Cristo, sendo dois lados de uma mesma realidade. Não há mais separação,“o mar já não existe”, declara João, em sua descrição do novo céu e da nova terra (Ap.21:1).

Continua...

* Não perca a última parte desta reflexão teológica sobre a vida após a morte.

6 comentários:

  1. Anônimo5:44 PM

    É assustador. É um grande líder assembleiano, do Rio, que foi encontra-se com os líderes da seita da Unificação, em Washington.

    O fundador da seita, Reverendo Moon, recentemente se auto proclamou como o Senhor do Segundo Advento, Salvador e Messias.

    Olha onde esse líder assembleiano se meteu.
    Filho do Rev. Moon diz, em pregação na Igreja da Unificação em São Paulo, que eles pegaram um peixe grande. O nome do peixe é Manoel Ferreira. CONFIRA NOS LINKS ABAIXO:

    http://www.liveleak.com/view?i=434_1260235965&p=1

    http://juliosevero.blogspot.com/2008/10/as-tolices-de-grandes-lderes-evanglicos.html

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante esse ponto de vista teu... Mai amado e aqueles que morreram antes da NOVA ALIANÇA???

    ResponderExcluir
  3. parabéns pelo blog Hermes
    é comovente o testemunho da sua filha que vc postou.
    abraços
    Carlos Herrera
    http://cativosporcristo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Barbosa8:48 AM

    IRMÃO HERMES,GRAÇA E PAZ DE JESUS CRISTO O ÚNICO E DIGNO DE TODA ADORAÇÃO,A ELE TODA GLÓRIA. AMÉM!
    Meu irmão gostaria de comentar,há alguns versículos que me chamaram a atenção ok?
    Apcalipse 20.11 que diz: E vi um grande trono branco e o que estava asssentado sobre ele,de cuja presença fugiu a terra e o céu,e não se achou lugar para eles.
    " GRANDE TRONO BRANCO"
    O jugamento aqui descrito é chamado o "jugamento do Grande Trono Branco",abrangendo os perdidos de todas as épocas. Alguns entendem que os que foram salvos durante o reino milenar de Jesus Cristo na terrra,serão incluídos nesse jugamento.
    " FUGIU A TERRA E O CÉU".
    Pode ser uma referência à destruição do universo e à criação de novo céu e nova terra; Como foi citado em Apocalipse 21.1.
    " UM NOVO CÉU E UMA NOVA TERRA".
    O alvo e expectativa finais da fé do Novo Testamento é um novo mundo,transformado e remido,onde Jesus Cristo permanece com seu povo e a justiça reina em santa perfeição. Para apagar todos os sinais do pecado,haverá a destruição da terra,das estrelas e gálaxias. O céu e a terra serão abalados e desaparecerão como fumaça;as estrelas se derreterão e os elementos serão dissolvidos. A terra renovada se tornará a habitação dos homens de DEUS. Todos os remidos terão corpos semelhantes ao corpo ressurreto de Jesus Cristo,corpo Real,Visível e tangível,porém incorruptível,poderoso e imortal; ler
    Salmos 102.25,26; Isáias 65.17; 66.22;
    Romanos 8.19,22; hebreus 1.12; 12.27;
    2 Pedro 3.13; Ageu 2.6; Hebreus 12.26,28; Isáias 34.4; 2 Pedro 3.7,10,12;
    Apocalipse 21.2,3,10; 22.3,5; Romanos 8.23;
    I Coríntios 15.51,56.
    DEUS resolveu destruir os céus e a terra por fogo,porque o pecado os contaminou; ler Apacalipse 3.7,10,12. Esse dia virá com tanta certeza,como veio o dilúvio no tempo de Noé. A interveção de DEUS para purificar a terra por fogo significa que DEUS não permitirá que o pecado fique impune para sempre.
    " O DIA DO SENHOR" Ap 3.10.
    Mas o Dia do Senhor virá como o ladrão de noite,no qual os céus passarão com grande estrondo,e os elementos,ardendo,se desfarão,e a terra e as obras que nela há se queimarão.
    Esta expressão refere-se aos eventos que começam com a volta de Jesus Cristo para arrebatar a sua igreja ao seu encontro nos ares,e culmina com a destruição dos céus e a terra atuais e com a criação dos novos céus e a nova terra; ler Apocalipse 21.22; Joel 1.14; Sofonias 1.7; I Tessalonicenses 5.2. O início do dia do Senhor o arrebatamento do seu povo ocorrerá num tempo ainda ignorado e será assinalado por rapidez inesperada; ler Mateus 24.42,44.
    Finalizando: Ler Apocalipse 3.11.
    Sabendo que DEUS dentro em breve destruírá o mundo e julgará os ímpios e nossa obras e atos cometidos nesta terra,não devemos nos apegar ao sistema deste mundo os prazeres e o pecado. Nossos alvos e propósito na vida devem centrar-se em DEUS na sua Santidade e justiça,na esperança de novos céus e terra; ler 2 Pedro 3.13.
    LEMBREM-SE QUE TODOS NOS SERES HUMANOS COMPARECEREMOS AO TRIBUNAL DE CRISTO NO JUÍZO FINAL.
    AS REVELAÇÕES DO LIVRO DE APOCALIPSE PERTENCE AOS MISTÉIROS DE DEUS!
    SOMENTE DEUS SABERÁ COMO VAI ACONTECER CONFORME A SUA VONTADE. ELE É DEUS O GRANDE EU SOU,CRIADOR DOS CEÚS E A TERRA.
    LEMBREM-SE HORRÍVEL COISA É CAIR NA MÃO DO DEUS VIVO!

    ResponderExcluir
  5. Você está cansado de experimentar sempre as mesmas emoções? De ter sempre as mesmas coisas, de nunca mudar e ficar parado sem nunca arriscar algo diferente? Então você precisa urgentemente visitar o Blog Paradoxo Jovem. Aprenda viver, não apenas existir. Vamos ser a mudança que queremos ver! Todos estão convidados à visitar. Acredite na loucura de cada um dos teus sonhos, fascine-se

    www.paradoxojovem.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Tenho estudado mt esse assunto, já escrevi textos inteiros sobre ele e tive que abandonar porque vi, tempos depois que não era daquele jeito que entendi.
    De todas as minhas pesquisas, biblicamente esse texto é o melhor e que mais completamente analisa o assunto.
    Parabéns e obrigada.

    ResponderExcluir