quinta-feira, março 31, 2011

28

Ao meu detrator com amor



Pela graça de Deus, sou o que sou. Não me escondo atrás de um pseudônimo. Basta procurar no Facebook, MySpace, Orkut, Twitter, e você vai encontrar meus perfis com fartura de fotos.

Não ataco ninguém e depois me faço de vítima.

Embora more no exterior, jamais aleguei que fosse por motivo de perseguição.

Não instigo o ódio entre grupos oponentes.

Não uso a fé cristã para difundir meus preconceitos e posicionamento político.

Não rezo na cartilha de algum filósofo falastrão boca-suja nacionalista sensacionalista tabagista (não necessariamente nesta ordem).

Não uso categorias ultrapassadas para rotular ninguém, nem promover caça às bruxas.

Não pertenço ao passado, mas estou profundamente comprometido com o futuro.

Nunca ataco pessoas, mas me dou o direito de divergir de suas ideias, sempre respeitosamente. Já debati em rede nacional com pessoas das quais discordo de muitos dos seus posicionamentos, tais como Silas Malafaia, R.R.Soares, Augustus Nicodemos, dentre outros, mas sempre com decoro e buscando honrá-los como seres humanos e representantes de parcela do povo cristão. Mesmo quando usei de humor ou ironia, procurei manter o nível. Nunca os xinguei ou detratei, nem duvidei de sua seriedade.

Detesto jargões.

Lido com as críticas numa boa, mas detesto covardia. Tudo o que escrevo, assino embaixo. Se fosse pra usar o anonimato, eu o usaria quando fizesse algum bem, pra que o louvor fosse dado a Deus. Pelo menos, foi isso que aprendi com Jesus: O que sua mão esquerda fizesse, a direita não deveria tomar conhecimento.

Não sou liberal, nem do ponto de vista teológico, nem político. Também não me considero conservador, embora alguns dos meus melhores amigos o sejam. Não sou comunista, tão pouco capitalista. Não me encaixo em nenhuma destas categorias. Sou reinista!

Entre os meus autores favoritos há gente como Agostinho, Calvino, Lutero, Bonhoeffer, mas também não me furto o direito de garimpar sabedoria em obras de Rubem Alves, Phillip Yancey, Tony Campolo, e até em obras de autores seculares. Se quiser me condenar por ler autores seculares, terá que condenar Paulo, que não apenas os lia, como também os citava em seus sermões.

De fato, recebi uma condecoração de um órgão ligado à ONU. Nunca exibi a medalha, nem mesmo emoldurei o certificado de vice-presidente do comitê pela paz. Para não ser deselegante com os que me contemplaram, publiquei uma pequena reportagem em meu blog.

Não sou maçom.

Não me auto-intitulei bispo, nem mesmo faço questão de ser chamado assim. Fui sagrado dentro da tradição episcopal, da qual fazem parte homens como Robson Cavalcanti e Paulo Garcia. Apesar de ter sucessão apostólica, nunca fiz uso disso como credencial.

Jamais defendi a homossexualidade como estilo de vida, mas também nunca defendi a homofobia, ou qualquer outra prática preconceituosa. Quanto ao rapaz que você alegou ter se desviado depois que passou a ler nossos artigos aqui e no Genizah, deixando de ser um valoroso defensor do conservadorismo fundamentalista para tornar-se num homossexual assumido, deixe-lhe dizer algo: O Espírito Santo trabalha onde as máscaras caem, e as pessoas se expõem de maneira franca, aberta, para que sejam transformadas de glória em glória. Certamente ele não se tornou homossexual, mas apenas revelou o que estava oculto aos olhos dos outros. Não o julgo. Espero que Aquele que começou nele a boa obra a aperfeiçoe até o dia de Jesus Cristo. Porém, não acho correto atribuir culpa a quem quer que seja. Você preferiria que ele se mantivesse enrustido, como muitos que tentam vender uma imagem de santidade, mas que de santos não têm nada? Não são poucos os que se disfarçam por trás de uma retórica ultra-conservadora, como ele mesmo fazia. Quantas vezes ele comentou no meu blog, me detonando. Até de anticristo fui chamado. Jamais o ataquei por isso.

Também não apoiei qualquer candidatura, uma vez que isso contraria os ditames de nosso ministério. A reportagem do Jornal O Globo, e de outros periódicos, mentiu. Apenas aceitamos ao convite de um candidato à prefeitura do Rio para ouvir sua proposta num lugar neutro, isto é, fora da igreja. Pergunte a um membro da REINA, igreja da qual sou bispo, qual a nossa postura quanto a isso. Muitas vezes sou chamado de intransigente por isso. Não tive culpa se um dia depois de nosso encontro, nossa foto estava estampada na primeira pagina dos principais jornais do Rio e de SP, alegando que havíamos hipotecado apoio ao dito cujo.

A propósito, muito obrigado pelas cerca de trinta visitas que seu blog me enviou, desde que publicou o artigo me detratando. Sinto em lhe dizer que não retribuirei.

Para terminar, quero dizer que, seja você quem for, eu o amo. Não estou fazendo média. Nem querendo parecer melhor que você, porque, definitivamente, não o sou. Espero que um dia tenhamos a oportunidade de nos encontrar pessoalmente, tomarmos um bom café, discutirmos teologia e construirmos uma amizade duradoura. Se tiver perfil no orkut ou facebook, me adicione. Pode ser que isso seja um bom começo…

P.S.: Da próxima vez que quiser alavancar sua audiência falando de alguém, consulte fontes fidedignas, ou então, deixe pra publicar seu artigo num "primeiro de abril".

* Aos meus leitores que nada tem a ver com isso, meu pedido de desculpas. Não é do meu feitio ficar me defendendo, mas não é fácil ver pessoas usando de mentiras para tentar minar a credibilidade de nosso trabalho. Portanto, não estou defendendo minha reputação em si, mas o trabalho de mais de duas décadas de ministério e quatro anos de blogagem. Obrigado pela paciência e carinho demonstrados nos comentários.

By the way: Obrigado pelas correções. Desde que escrevi este texto, não tive a oportunidade de revisá-lo. Para os que pegaram o bonde andando, esta é uma resposta sucinta a mais de um detrator. Alguns fizeram afirmações precipitadas, outros publicaram insinuações maldosas. Não costumo pleiteiar em causa própria, mas ao dar-me conta de que era meu trabalho que estava sendo colocado em xeque, resolvi dar uma breve resposta. Não citei os nomes envolvidos por não querer expô-los. Somente quem houvesse tido acesso aos seus escritos saberia de quem estou falando. Quanto ao filósofo a quem chamo de falastrão, talvez tenha exagerado na ironia. Não quis ofendê-lo. Não respondo por tudo o que é escrito no Genizah, mas apenas por artigos assinados por mim. Em tempo, se eu pretendesse surfar na popularidade de algum Pelé da filosofia, ou de algum Maradona da direita cristã, eu simplesmente mencionaria seus nomes. Portanto, esta acusação também não procede. Se encontrar mais algum erro de português ou digitação, queira avisar-me pra que seja corrigido. Aproveite pra corrigir seu texto também. "Ideia" perdeu o acento.

28 comentários:

  1. Bispo Hermes,
    Não entendi muito do que se trata, mas gostei do texto. Shalom!

    ResponderExcluir
  2. Sabedoria pura, pastor... sabedoria pura...

    ResponderExcluir
  3. Anônimo7:27 AM

    Prezado Bp Hermes,

    Tenho visitado o blog... apesar de não visitar (frequentar) nenhuma igreja, e tenho aprendido com o senhor aqui neste canto virtual. Suas mensagens são uma benção, até quando está dando bronca! Agora... esta mensagem eu não consegui entender nem captar o que é que está ocorrendo?

    ResponderExcluir
  4. Legal Hermes. Acho muito legal essa sua postura de estar aberto para o dialogo. Muito bom. Precisamos ser pessoas acessiveis...Isso quase nunca acontece...Pra ter uma ideia..tem gente cristã nas redes sociais que não adicionam qualquer um..isso e ridiculo...Um grande abraço e depois se tiver um tempinho da uma olhada no meu blog e faça um comentario.. www.julianofabricio.com

    ResponderExcluir
  5. uau!

    mandou bem hein? eita lucidez e sobriedade...

    ResponderExcluir
  6. Não sei do que se trata, mas imagino... E sua postura neste texto apenas corrobora com tudo o que vc escreve. Sábias palavras!

    ResponderExcluir
  7. Olá Bispo Hermes, bom texto. Apenas a gente fica meio "boiando". Mas realmente se o dito mentiu, mereceu levar este sabão.

    No mais, fica na paz.

    ResponderExcluir
  8. Josias1:06 PM

    Texto muito bom Bispo
    Deus nos conhece e ama quando falamos do seu amor o mais puro possivel.
    Que Ele continue te usando como Ele sempre usa
    Fica na paz !

    ResponderExcluir
  9. Olá meu querido. Eu acho que os blogueiros deveriam parar de publicarem texto que denigrem e mancham o outro. Acho que deveria haver ética no nosso meio. Eu fico indignada quando entro em um blog e leio textos que sei de quem o texto se trata e fico triste, pois como tem blogueiros que usam seus blogs para jogarem piadinhas uns para os outros. Eu tenho lido tantas coisas absurdas em blogs e vejo como a blogosfrea virou um meio competição e disputa entre os crentes. Tem gente que dedica seu tempo na blogosfera para denegrir o outro nas entrelinhas, isso quando não fazem declaradamente. Muito bom seu texto Hermes, pelo menos não disse quem é o dito cujo, mas pra quem sabe, só posso dizer que é lamentável tudo isso que esta ocorrendo na Blogosfera cristã. Paz querido!

    ResponderExcluir
  10. Jackson3:55 PM

    Hermes amo sua vida, da mesma forma que amo a vida de quem lhe criticou! Quem está com a razão não me importa. Nenhum de nós é dono da verdade, em muitos momentos de nossas vidas vamos escrever e falar muita porcaria...

    a vida continua e às mágoas entregues ao Pai de amor.

    Amo vo6!

    ResponderExcluir
  11. apz, Hermes.

    bem, como o irmão não publicou minha resposta no blog dele (fiquei um pouco decepcionado, mas relevei), vou publicar aqui, por considerar relevante para o Reino (mas, se achar que não, ignore). Segue abaixo.

    "sinceramente... achar q o Isa Medeiros era, de fato, um verdadeiro cristão e se desconverteu de uma hora pra outra é abusar da inocência (nossa, dele ou de ambos), IMHO.

    e se esse era o real objetivo: 'fingir' ser um cristão autêntico e dps 'mudar de faixa' para usar isso como argumento de q agora encontrou a verdade? a mudança é muito radical e depravada para parecer crível... se fosse o contrário, seria milagre, como é ladeira abaixo, custo a crer q q foi algo normal, e me pergunto se o IM já não era como é hoje, mas 'lutava' para parecer normal...

    na melhor das hipóteses, acho q ele tentava lutar contra o mal dentro de si, mas sem a graça de Deus, é impossível. Se com a graça já não é fácil, sem ela então...

    e outra, colocar todo esse ônus da culpa no Genizah não é correto... o próprio IM é quem deve arcar com o ônus de suas escolhas erradas, e é por elas que ele vai prestar contas.

    reconheço q quem influencia outros para o mal tem sim sua parcela de culpa e contribuição no descaminho de terceiros, mas isso não isenta o réu principal da culpa de suas escolhas erradas, e o posicionamento do IM deve ser creditado, em primeira instância, a ele mesmo.

    o Danilo pode ter seus erros e defeitos (quem não os tem?), mas o blog Genizah tem muitas virtudes e não merece, ao meu ver, essa pecha de blog de liberalistas teológicos.

    já discuti algumas vezes com o Hermes sobre posicionamentos dele, mas ele tem coerência dentro da visão q se propõe defender (mesmo que eu não concorde com ela), e questionar o fato de ele se intitular como "bispo" não é relevante para a discussão, simplesmente pq o contexto de bispo no Brasil não é o mesmo dos EUA, onde ele exerce seu ministério.

    a blogosfera cristã ainda precisa amadurecer bastante para assumir o lugar de eminência que o Senhor preparou para ela, e encaro esses fatos como o "princípio de dores" até que venha a surgir um sistema homogêneo de defesa da fé, embora heterogêneo em sua estrutura e conteúdo.

    na verdade, há espaço para uma salutar diversidade de atuações na blogosfera cristã, e a competição por espaço é natural, desde que não se deixe levar por uma danosa competição por atenção.

    eu não concordei nadinha quando o Danilo desceu a ripa em você por conta do episódio do Haiti, mas agora é momento de eu me expressar contrário a esse post que 'detona' o Genizah.

    Quem ganha qdo o Danilo 'detona' o XXXXXX (nome omitido por coerência ao seu post)? É o mesmo que ganha qdo o XXXXXX (nome omitido por coerência ao seu post) 'detona' o Danilo. Ambos perdem, a blogosfera cristã perde, e eu, tanto como blogueiro cristão como leitor, também perco.

    uma blogosfera cristã sem o blog do XXXXXX (nome omitido por coerência ao seu post) ficaria empobrecida, assim como tb o seria sem o Genizah e outros blogs cristãos de relevância... acho q só o meu não faria falta... risos

    abs, apz.

    Wallace."

    bem, Hermes, não postei isso para reatar a amizade entre nós, devido a "arranca-rabos" passados, não.

    postei (lá) por coerência; coerência com minha consciência e pq julgo que as acusações (a maioria) foram injustas e alguém precisava fazer o que era certo ser feito.

    continuo discordando de vc em certos posicionamentos, mas continuo respeitando suas opções, e louvo a Deus por seu interesse e esforço em querer engrandecer o Reino.

    no mais, saiba que quando vc for injustamente atacado, que eu saiba e estiver em meu alcance, pode contar com meu [pequeno] apoio, em que pesem nossas divergências. No Céu elas serão sanadas, certo brother?

    abs, apz.

    wally.

    ps. desc. o jornal.

    ResponderExcluir
  12. Olá Hermes!
    Li seu texto com muita atenção, e entendo perfeitamente sua indignação com essas pessoas que só sabem julgar, criticar, atrapalhar um trabalho tão lindo como o seu!
    Como sabe (ou não?), sou católica "praticante", mas tenho convicção que isso nada difere pessoas de outras religiões à minha pessoa, aos olhos de DEUS!
    O que os outros pensam de mim, pouco me importa!
    Não atrapalho a vida de ninguém, não julgo ninguém... e ainda acho que é pouco!
    Não sei bem oque disseram sobre seu blog... e só pra resumir, me recuso a creditar que alguém venha a "virar" homossexual lendo um blog, assistindo a um filme...
    São críticas de quem não tem o que fazer mesmo!
    Desculpe se não entendi e mudei o rumo do texto!
    Também sou criticada por gostar do Jornalista Milton Neves no Twitter (@FC_TTEMPO). O Povo é invejoso demais!
    Continue com seu BELÍSSIMO trabalho no blog, onde posso acompanhar mais um pouco da PALAVRA DE DEUS!

    Fique em PAZ!

    Sandra Cristina

    ResponderExcluir
  13. Graça e Paz Hermes,

    Li o post que deu origem a este seu, eu agora tenho minha conclusão.
    Fica na Paz.

    ResponderExcluir
  14. Anônimo9:32 AM

    Rapaz, a demência tá bem distribuida nesse site, heim? Sujeito demagogo soltando ignorância a vontade, e outros que nem o entendem, o louvando mesmo assim...

    ResponderExcluir
  15. Anônimo12:34 PM

    Outra: esse negócio de não ser preconceituoso, que não julgam, que não atrapalham, que não criticam, que são Santos e Santas é uma tremenda de uma demagogia!Todos nós somos criticos sim e preconceituosos, seja o hetero x homo, seja o padre x pastor , católicos x protestantes, empregados x patrão, seja o PT x PMDB, todos, todos, somos demagogos e atire a primeira pedra o SANTO DOS SANTOS!

    Paulo César Cândido
    Amor?Bom?Quem é bom é somente Deus já disse Jesus!

    ResponderExcluir
  16. Anônimo12:48 PM

    Pastor Hermes,

    Vou respeitar sua decisão de não divulgar os nomes dos seus detratores aqui.

    Confesso que, particularmente, admirava muito o trabalho do dono daquele blog. Achava que era o defensor da moral cristã e da família. Mas agora, depois do que ele fez, tentando destruir sua reputação com acusações levianas, me decepcionei profundamente. Muito mais agora que ele foi capaz de convidar um homem ímpio para te atacar. Como um cristão poderia se prestar a este papel? Como um cristão pode se unir a um ímpio para atacar outro cristão? Lamentável.

    ResponderExcluir
  17. Realmente Sr. Hermes, o Sr. é um fanfarrão!

    ResponderExcluir
  18. Anônimo2:23 PM

    Iiiiihhhhh....vc mexeu numa casa de marimbondo, meu caro. Estes caras são uns loucos... eles não poupam ninguem.

    Por que será que resolveram encrencar contigo?

    Sei não...

    Acho que é por causa daquele seu video que fala que 'sodoma é aqui'.

    ResponderExcluir
  19. Achei cavalheiro da sua parte falar ao seu detrator com amor. (eu talvez não conseguiria fazer isso) Mas o seu propósito de vida é maior do que as ofensas que são lançadas para você.

    "Se queres a paz, prepara-te para a guerra!"

    Não deveria ser assim...

    ResponderExcluir
  20. Anônimo5:04 PM

    Talvez você queira encomedar um pouco de lógica, porque ela tá faltando no seu texto.

    Você é muito bobo, Hermes. E essa briga de blogueiros também é.

    ResponderExcluir
  21. Anônimo8:21 PM

    Meu irmão Hermes, seu blog não é suficientemente redentor!

    ResponderExcluir
  22. Anônimo11:29 PM

    Pobre rapaz.

    ResponderExcluir
  23. Anônimo11:55 PM

    Rapaz, a demência tá bem distribuida nesse site, heim? Sujeito demagogo soltando ignorância a vontade, e outros que nem o entendem, o louvando mesmo assim... (2)

    ResponderExcluir
  24. Sérgio Aparecido Dias12:29 AM

    Ô Hermes, deixe de publicar opiniões dos tais "anônimos"! Se eles não tem a coragem de se identificar, então que vão plantar batatas, ou melhor dizendo em latim: VADE FODERE PUTAS!!!

    ResponderExcluir
  25. Pastor Hermes
    Não sei quem foi o infeliz detrator, no entanto, divido que ele tenha feito algo tão bom pela igreja de Deus e sus palavra, com voce o tem feito. Concerteza não.
    O Blog Genizah, é um oásis, neste deserto de trivialides e espertezas que se transformou o mundo evangélico.
    Voce, ou voces, do Genizah, esclarecem, orientam, denunciam e escracham, esses vendilhões do templo, que usam o nome de Deus para fazer fortuna, e viajar pelo mundo a bordo de jatinhos, comprado com o suado dinheirinho de pessoas simples esploradas por essa súcia de enganadores.
    Não admira eles firarem furiosos.

    Pr. Manoel barbosa da silva
    www.manoelbsilva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Agora entendi a confusão toda! Sempre detestei o site MÍDIA SEM MÁSCARA (pq máscara é com ele mesmo); não acredito no "cristianismo" de Julio Severo (é muito legalista, parece que nunca leu "MISERICÓRDIA QUERO" e ainda por cima se sente superior a todos os cristãos, se coloca dentro de uma "capa de perseguição" para dar lugar à maneira vulgar como escreve seus textos que só promovem a ira); não suporto Olavo de Carvalho (na minha humilde concepção ele não tem nenhum "ponto bíblico" que eu possa vê-lo como convertido cristão, só fala palavrão e não sabe tratar ninguém com amor - é o que ele demonstra na mídia); não creio no capitalismo selvagem (não suporto o capitalismo atual, nem tampouco o "comunismo" que na verdade nunca existiu); não suporto gente fundamentalista religioso, político ou econômico (capitalista x comunista) e não creio que o Cristianismo possa ser comparado a nenhum sistema econômico. Dado o exposto, sou Congregacional, acredito na predestinação, creio na graça comum, expiação limitada, mas, contudo, não falo mal de nenhum cristão arminiano (pois conheço muitos e são verdadeiros cristãos), não comungo com os ideais capitalistas (mas não trato mal quem é a favor), não comungo com o "comunismo" que implantaram na Russia, China ou sei lá mais aonde (mas gosto de muitos ideais socialistas), além de tudo isso, tenho lido BASTANTE sobre a Rússia, sua história, sobre a 2ª Guerra, em livros que NÃO SÃO LIDOS NAS ESCOLAS, escritos por doutores em política russa (e que não são russos) e percebo o quanto a história, definitivamente, não conta toda a verdade. É uma lástima que pessoas que se dizem crentes defendam com "unhas e dentes" um sistema tão perverso quanto o capitalismo sem moderar absolutamente nada. Considero tais pessoas ignorantes, indignas de crédito, pois não possuem equilíbrio algum em seus pensamentos e não pesam de maneira cristã o que defendem. O Cristianismo é, de fato, superior a TUDO, e é deplorável ver crentes discutindo tanta coisa fútil ao invés de se darem os braços e ajudarem uns aos outros, como Cristo fez com pessoas de diferentes classes sociais. Devemos pregar o Evangelho da Cruz, devemos pregar contra o pecado, mas não podemos nos esquecer que Cristo sempre pregava com AMOR, com MISERICÓRDIA, com SABEDORIA e não vacilava quando tratava sobre o pecado. As pessoas se convertiam através do AMOR e não das "chibatadas" tanto lançadas por sites como o de Julio Severo. Contudo, compreendo a necessidade desse cidadão em dizer ao mundo seus erros, mas discordo veementemente com a maneira que ele se expressa e com a forma como ele joga todas as mazelas da humanidade sobre um sistema econômico. Lastimável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cleomenes10:12 PM

      Calinaaaaaaaaaaa, como vc entende de CAPITALISMO e SOCIALISMO menina. Nossssssaaaa.... Quanta cultura e quanto amor heim......

      Excluir
  27. Bispo, percebi q muitos leitores ficaram perdidos com o texto. Talvez isso se deva à sua posiçao ambigua ao discorrer entre ser amoroso mas soltando o verbo nem tanto amoroso assim. Ficou perdido ne...

    ResponderExcluir