sábado, outubro 27, 2012

101

Calem a boca, nordestinos!


José Barbosa Junior

A eleição de Dilma Rousseff trouxe à tona, entre muitas outras coisas, o que há de pior no Brasil em relação aos preconceitos. Sejam eles religiosos, partidários, regionais, foram lançados à luz de maneira violenta, sádica e contraditória.

Já escrevi sobre os preconceitos religiosos em outros textos e a cada dia me envergonho mais do povo que se diz evangélico (do qual faço parte) e dos pilantras profissionais de púlpito, como Silas Malafaia, Renê Terra Nova e outros, que se venderam de forma absurda aos seus candidatos. E que fique bem claro: não os cito por terem apoiado o Serra... outros pastores se venderam vergonhosamente para apoiarem a candidata petista. A luta pelo poder ainda é a maior no meio do baixo-evangelicismo brasileiro.

Mas o que me motivou a escrever este texto foi a celeuma causada na internet, que extrapolou a rede mundial de computadores, pelas declarações da paulista, estudante de Direito, Mayara Petruso, alavancada por uma declaração no twitter: "Nordestino não é gente. Faça um favor a SP, mate um nordestino afogado!".

Infelizmente, Mayara não foi a única. Vários outros “brasileiros” também passaram a agredir os nordestinos, revoltados com o resultado final das eleições, que elegeu a primeira mulher presidentE ou presidentA (sim, fui corrigido por muitos e convencido pelos "amigos" Houaiss e Aurélio) do nosso país.
E fiquei a pensar nas verdades ditas por estes jovens, tão emocionados em suas declarações contra os nordestinos. Eles têm razão!

Os nordestinos devem ficar quietos! Cale a boca, povo do Nordeste!

Que coisas boas vocês têm pra oferecer ao resto do país?

Ou vocês pensam que são os bons só porque deram à literatura brasileira nomes como o do alagoano Graciliano Ramos, dos paraibanos José Lins do Rego e Ariano Suassuna, dos pernambucanos João Cabral de Melo Neto e Manuel Bandeira, ou então dos cearenses José de Alencar e a maravilhosa Rachel de Queiroz?

Só porque o Maranhão nos deu Gonçalves Dias, Aluisio Azevedo, Arthur Azevedo, Ferreira Gullar, José Louzeiro e Josué Montello, e o Ceará nos presenteou com José de Alencar e Patativa do Assaré e a Bahia em seus encantos nos deu como herança Jorge Amado, vocês pensam que podem tudo?

Isso sem falar no humor brasileiro, de quem sugamos de vocês os talentos do genial Chico Anysio, do eterno trapalhão Renato Aragão, de Tom Cavalcante e até mesmo do palhaço Tiririca, que foi eleito o deputado federal mais votado pelos... pasmem... PAULISTAS!!!

E já que está na moda o cinema brasileiro, ainda poderia falar de atores como os cearenses José Wilker, Luiza Tomé, Milton Moraes e Emiliano Queiróz, o inesquecível Dirceu Borboleta, ou ainda do paraibano José Dumont ou de Marco Nanini, pernambucano.

Ah! E ainda os baianos Lázaro Ramos e Wagner Moura, que será eternizado pelo “carioca” Capitão Nascimento, de Tropa de Elite, 1 e 2.

Música? Não, vocês nordestinos não poderiam ter coisa boa a nos oferecer, povo analfabeto e sem cultura...

Ou pensam que teremos que aceitar vocês por causa da aterradora simplicidade e majestade de Luiz Gonzaga, o rei do baião? Ou das lindas canções de Nando Cordel e dos seus conterrâneos pernambucanos Alceu Valença, Dominguinhos, Geraldo Azevedo e Lenine? Isso sem falar nos paraibanos Zé e Elba Ramalho e do cearense Fagner...

E Não poderia deixar de lembrar também da genial família Caymmi e suas melofias doces e baianas a embalar dias e noites repletas de poesia...

Ah! Nordestinos...

Além de tudo isso, vocês ainda resistiram à escravatura? E foi daí que nasceu o mais famoso quilombo, símbolo da resistência dos negros á força opressora do branco que sabe o que é melhor para o nosso país? Por que vocês foram nos dar Zumbi dos Palmares? Só para marcar mais um ponto na sofrida e linda história do seu povo?

Um conselho, pobres nordestinos. Vocês deveriam aprender conosco, povo civilizado do sul e sudeste do Brasil. Nós, sim, temos coisas boas a lhes ensinar.

Por que não aprendem conosco os batidões do funk carioca? Deveriam aprender e ver as suas meninas dançarem até o chão, sendo carinhosamente chamadas de “cachorras”. Além disso, deveriam aprender também muito da poesia estética e musical de Tati Quebra-Barraco, Latino e Kelly Key. Sim, porque melhor que a asa branca bater asas e voar, é ter festa no apê e rolar bundalelê!

Por que não aprendem do pagode gostoso de Netinho de Paula? E ainda poderiam levar suas meninas para “um dia de princesa” (se não apanharem no caminho)! Ou então o rock melódico e poético de Supla! Vocês adorariam!!!

Mas se não quiserem, podemos pedir ao pessoal aqui do lado, do Mato Grosso do Sul, que lhes exporte o sertanejo universitário... coisa da melhor qualidade!

Ah! E sem falar numa coisa que vocês tem que aprender conosco, povo civilizado, branco e intelectualizado: explorar bem o trabalho infantil! Vocês não sabem, mas na verdade não está em jogo se é ou não trabalho infantil (isso pouco vale pra justiça), o que importa mesmo é o QUANTO esse trabalho infantil vai render. Ou vocês não perceberam ainda que suas crianças não podem trabalhar nas plantações, nas roças, etc. porque isso as afasta da escola e é um trabalho horroroso e sujo, mas na verdade, é porque ganha pouco. Bom mesmo é a menina deixar de estudar pra ser modelo e sustentar os pais, ou ser atriz mirim ou cantora e ter a sua vida totalmente modificada, mesmo que não tenha estrutura psicológica pra isso... mas o que importa mesmo é que vão encher o bolso e nunca precisarão de Bolsa-família, daí, é fácil criticar quem precisa!

Minha mensagem então é essa: - Calem a boca, nordestinos!

Calem a boca, porque vocês não precisam se rebaixar e tentar responder a tantos absurdos de gente que não entende o que é, mesmo sendo abandonado por tantos anos pelo próprio país, vocês tirarem tanta beleza e poesia das mãos calejadas e das peles ressecadas de sol a sol.

Calem a boca, e deixem quem não tem nada pra dizer jogar suas palavras ao vento. Não deixem que isso os tire de sua posição majestosa na construção desse povo maravilhoso, de tantas cores, sotaques, religiões e gentes.

Calem a boca, porque a história desse país responderá por si mesma a importância e a contribuição que vocês nos legaram, seja na literatura, na música, nas artes cênicas ou em quaisquer situações em que a força do seu povo falou mais alto e fez valer a máxima do escritor: “O sertanejo é, antes de tudo, um forte!”

Que o Deus de todos os povos, raças, tribos e nações, os abençoe, queridos irmãos nordestinos!

José Barbosa Junior (Via Crer é Pensar)

101 comentários:

  1. Que alegria a minha ler esse texto assim de manhã! Sou paulista mas moro no nordeste desde a adolescência, aqui fui acolhida, fiz faculdade, pós, descobri a delícia de ler José Lins do Rego, Rachel de Queiroz, dentre outros que o Júnior cita no texto. Aqui nasceu minha paixão pela poesia, pelo repente, pelo cinema, pela arte de modo geral. Sou grata a Deus que me trouxe ao nordeste e me deu oportunidades de ler Bráulio Tavares (vc sabe quem é?), Astiêr Basílio (não conhece?)... puxa é tanta gente boa, é tanta coisa pra se ouvir, ler e aprender, são infinitos saberes para eternizar!

    ResponderExcluir
  2. Excelente artigo...quem não conseguir refletir com essas palavras, é porque precisa amolecer mais o seu coração!

    ResponderExcluir
  3. Hermes, bom dia!!!

    Gostaria de acrescentar a sua lista o grande poeta Castro Alves, e também o grande Cineasta, Glauber Rocha.

    Na paz!!!

    ResponderExcluir
  4. Começou bem... mas derrapou e deu com a cara no muro!!! Em seu afã de defender o povo nordestino, o autor, acabou incorrendo no mesmo erro que vinha reclamando...E sem desculpas, porque já havendo o erro anterior não como haver descuido... ou há???
    Ao criticar os "outros" que não são nordestinos ele optou por um caminho de segregação, bairrismo do mais baixo nível!!! Que eu, particularmente ABOMINO!!! Somos todos BRASILEIROS, não importa onde nasceu, onde vive... se não daqui um pouco vamos brigar por que o meu CEP (Código de endereçamento Postal) é mais bonito que o do meu irmão??? Pelo amor de Deus, ponha os joelhos no chão, a cabeça no meio das pernas e peça perdão a Deus, por usar este meio de alcance mundial que é Web, para disseminar discórdia e desunião! Não precisamos disto!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você não entendeu nada! Absolutamente nada!

      Excluir
    2. Não, ele com certeza não entendeu...

      Excluir
    3. Isso é só pra quem nunca leu o Tempo e o Vento... e não há poesia mais doce que a dos pampas .....

      Excluir
  5. Metade de minha familia é do nordeste. Para ser mais especifico, de Recife, Pernambuco. Povo sofrido, esquecido propositadamente pelos politicos do sul e sudeste, que transformam a região em curral eleitoral. Mas o sofrimento não tira do nordestino o principal: seu CARÁTER e sua MORAL. Povo inteligentissimo e firme em suas convicções, e, apesar de todas as dificuldades não esmorece. De minha familia tenho advogados, agronomos, fiscais da receita federal e de alfândega, diretores de estatais, comerciantes, doutores, e a lista vai longa.

    Infelizmente o racismo ou o regionalismo aparece quando o incompetente, o mediocre e sem talento, vê ameaçado o seu "mundinho" por alguem que ele considera como "nada" devido a sua arrogância e comodismo - "pobre menino[a] rico do sul - depende totalmente do papai e da mamãe".

    Que o Senhor Jesus continue abençoando o povo nordestino e também do norte do país, para que produza cada vez mais frutos que movam a sociedade e a cultura desta nação!

    ResponderExcluir
  6. Excelente.

    Se o propósito era expor as idéias por meio de contraste, foi perfeito.
    Apenas discordo que vc. seja evangélico. Reconhecidamente és crente, mantenha-te longe dos evangélicos.
    Grande é o Senhor.

    ResponderExcluir
  7. Hermes

    Também achei que houve uma derrapada, de leve, nas comparações depreciativas (quase) incorrendo no mesmo erro dos separatistas radicais desinformados.

    Enfim, ninguém é perfeito :)

    Mas valeu demais pelo texto bem elaborado e principalmente pelas valiosas informações nele contidas. É assim que se quebra paradigmas.

    Ah e faltou ele citar a EXCELENTE Cascabulho (banda) embora eu seja suspeita rss

    E que Deus tenha misericórdia de todos nós, dos gregos aos baianos.

    Abs,

    R.

    ResponderExcluir
  8. "Ao criticar os "outros" que não são nordestinos ele optou por um caminho de segregação, bairrismo do mais baixo nível!!!"

    Como assim?! O que quis dizer com bairrismo George?
    O José Barbosa Júnior é carioca cara, criticou claramente o que é de mais popular de sua terra natal cara.
    Ele só colocou as coisas em seu devido lugar, mostrando que Nordestino é tão gente quanto Carioca, Mineiro, Paulista, Gaúcho...
    Há um exagero da sua parte achar que o Júnior está tentando dividir o país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não "tão" gente cara, eles SÃO gente como Carioca, Mineiro... ;]

      Excluir
  9. Na música faltou citar o alagoano Djavan, e os baianos Gil, Caetano e João Gilberto que em nada influenciaram a nossa MPB. rsrsr
    Muito bom o texto, apesar de exaltar o lado bom do lado discriminado e o podre do discriminador. Mas tanta bobagem dita nesse final de semana iria acabar gerando uma reação. Que bom que ela foi muito mais inteligente e pertinente que o twitter da estudante de direito que acabou ficando conhecida de forma lamentável.

    Abraços

    Ido

    ResponderExcluir
  10. Que texto magnifico. Tenho ainda mais orgulho se ter nascido onde nasci. Nordestina, dessa terra de altos coqueiros (PE).

    AH, faltou o Guel Arraes... grande cineasta.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ctrl C + Ctrl V ! :D

      Excluir
    2. Anônimo5:35 PM

      Marcela, faltou dizer que vc é muito gata também!

      Excluir
  11. Jessé Euclides4:10 PM

    Além dos demais nomes já citados pelos colegas em complemento ao artigo, faltou também citar o nosso Presidente LULA, o mais aceito e popular de toda a história, com índices de aprovação acima de 80% em todo o país, não apenas no NE.

    Também fou esquecido o Artista e Cantor Pernambucano João Villa, que vem despontado no mercado nacional como uma das maiores revelações do samba romântico no Brasil...

    Sou do Maranhão, mas tenho que honrar mais esses dois pernambucanos.

    ResponderExcluir
  12. Minha família é de origens nordestinas, nas minhas veias corre sangue paulista, baiano, mineiro, português, espanhol... sou fruto de uma grande mistura, assim como todos os demais brasileiros.

    Mas sinceramente? Este texto é tão regionalista quanto as afirmações de Mayara Petruso, e se colocarmos na balança, a verdade é que o sul e sudeste sustentam o nordeste, e todas estas pessoas de grande honra alcançaram elevação graças às oportunidades alcançadas em grandes centros, como São Paulo, Rio de Janeiro, etc.

    Expor argumentos em favor de um ou de outro não é a solução, pois argumentos sobre a superioridade cultural e ecõnimica de um e de outro haverão dos dois lados, devemos entender que somos brasileiros, um só povo, cada região tem o seu melhor e contribui com o país de formas diferenciadas, enfim SOMOS IGUAIS.

    Não destaco quem seja melhor nisso ou naquilo, nosso país se completa!

    ResponderExcluir
  13. Somos de um mesmo País e todos tem seus méritos.
    Confesso que esse texto mostra o que de tão bom temos sem precisar abrirmos a boca pra falar nada.
    Estás de parabéns pela defesa.
    Nobre e corajoso.
    Nada de divisão.
    Somos um quebra cabeça, onde uma peça se encaixa em outra.

    ResponderExcluir
  14. Lóis8:46 PM

    Para mim,esqueceram de citar os apóstolos e discípulos de Jesus Cristo,que sofreram prisões,fome,foram apedreijados por amor de Jesus e sua Palavra.
    Vcs já foram presos,passaram fome,e foram apedrejeidos por pregarem a Palavra de Deus?
    Então converta-se!
    Agora,perder tempo com as coisas do mundo em escrever sobre Nordestinos,e esquecer de falar do amor de Jesus aos homens perdidos escravizados por Satanás,isto é amor ao seu próximo?
    Tem pessoas precisando de vc quem sabe seu vizinho,um mendigo,os menos favorecidos financeiramente,uma prostituta,um drogado,estes sim que precisam de ajuda e reconhecimento por parte do povo de Deus,estão clamando por socorro! Clamando pela suas libertação do império do inferno! E quase ninguém ouvi! Mas quando falam das coisas do mundo e seus prazeres todos ouvem,e gostam do assunto!
    O Mundo inteiro precisa de Jesus Cristo,ele é o único que dá a vida eterna.
    Lembrem-se dos nossos irmãos que estão sendo torturados,presos,em outros países que é totamente proíbido mencionar o nome de Jesus Cristo,e dizer que Ele é o único caminho! Será que no Nordeste acontece isto?
    Para meditação: Apocalipse 3.11 fala:Eis que venho sem demora;guarda o que tens,para que ninguém tome a tua coroa.
    Hipocrisia já chega!

    ResponderExcluir
  15. Marise10:51 PM

    Acho que a questão mais relevante não foi levantada pelo artigo. É a questão histórica!
    Por que os paulistas não se perguntam: Por que São Paulo está cheia de nordestinos?
    O que causou a migração para São Paulo? Existiam condições para o BRASILEIRO sobreviver no nordeste nas décadas de 60 à 80?
    Por que não existia nenhuma política voltada para o nordeste a fim de fixar o homem à sua terra?
    O que teria acontecido se os governantes da época tivessem adotado as tais políticas voltadas para o nordeste?
    Quando o nordeste começou a ser tratado com dignidade? Quando começaram as principais políticas voltadas para o nordeste?
    Quem, meu Deus, quem eram esses governantes? A que elite pertenciam? Que partido? Que aliança?
    Por que as escolas de SP não ensinam isso?
    Seria bom a gente pesquisar os porquês do nosso país.

    ResponderExcluir
  16. Essa estagiária que ninguém sabe mais quem é,parece que foi demitida do escritório onde trabalhava. Infeliz criatura, que julga o próximo pela régua do racismo.Talvez por isso ela votou no Tiririca?
    As nossas faculdades precisam incluir o ensino de boas maneiras, e polidez, senão o que será do futuro do Brasil? Se de onde deve sair o melhor sair o pior. Salve-se que puder! É preciso mais evangelho junto aos universitários.

    ResponderExcluir
  17. Considerando que esta discussão surgiu a partir da eleição de Dilma Russef, proponho a leitura deste link: http://sul21.com.br/jornal/2010/11/dilma-venceria-a-eleicao-mesmo-sem-os-votos-de-norte-e-nordeste/

    Mesmo sem os votos do norte e do nordeste, Dilma teria sido eleita.

    ResponderExcluir
  18. Ola querido Hermes sou Nordestino!! e tenho muito "orgulho" disso brincadeira... essa jovem (Mayara Petruso)ela é evangelica? rapaz linda a exposição do meu lindo nordeste que o autor fez parabens para ele.Mais voltando ao assunto não acho correto o que essa jovem fez pelo motivo de que todos tem o direito de votar e ser votado desde que esteja dentro dos padrões exigidos! sendo assim tb apto a vencer! então não vejo por que matar um nordestino!! precisamos amar as pessoas como eles são não é mesmo? ja disse o Renato Russo, temos voz e vez então falem queridos nordestinos!! não estou defendendo meu povo é so uma brincadeira! queridos vamos deixa de bobagem e vamos falar de coisas que sejam boas para ajuda,levantar! por que brigar por pessoas que os maiores objetivos deles é tirar de nos e enche o bolso? a fala serio! valeu Hermes parabens pelo blog!

    Se quiserem visita meu blog ficarei muito feliz www.dhiegoribeiro.blogspot.com veja do que um nordestino é capaz!!! kkk abraço

    ResponderExcluir
  19. Gordom7:57 AM

    Onde está o maior número de analfabetos neste País que se chama "brasil" heim? É logíco que no Nordeste e é comprovado!
    O pior que muitos deles saem sem instrução nenhuma,sem qualificação e vão para as cidades grandes de outros Estados,não conseguem emprego e ficam jogados na rua dormindo em praças debaixo de viadutos e etc. A maioria é Nordestino que se aventuram e são dão mal.
    Isto eu falo porque a minha cidade está cheio dessas pessoas,não é preconceito! É realidade!
    Isto é vida?
    Um conselho! Respeito muito os Nordestinos,mas,fiquem na sua cidade no seu Estado e pare de ir para outro Estado.
    Porque se não tiver uma excelente qualificação não conseguirão nada! Ficarão como ficam perambulando pelas ruas olhando o tempo passar.
    Para nos que moramos neste Estado tão grande já é difícil sobreviver com uma boa qualificação?
    As empresas não querem pessoas sua função na sua especialização bons,mas excelentes.

    ResponderExcluir
  20. Rafael9:28 AM

    Parabéns pelo artigo!
    Além disso, matéria do G1 (Globo.com), afirma que mesmo sem os votos de Norte e Nordeste, Dilma ganharia a eleição: http://g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/noticia/2010/11/mesmo-sem-os-eleitores-do-norte-e-do-nordeste-dilma-venceria-serra.html

    ResponderExcluir
  21. Sou nordestina, alagoana e morei seis anos no Mato Grosso do Sul, sofri um pouco com o preconceito de quem não conhecia o nordeste no tempo que morei em Campo Grande, mas apesar disso gostei muito da cidade e voltaria a morar lá, hoje estou no Rio Grande do Norte devido o trabalho de meu esposo, gostei do seu texto apesar de não gostar dos cantores citados pela vida que eles levam, nada cristã! Mas são grandes homens, poetas, escritores e estudiosos. O que na realidade falta no nordeste é antes de tudo educação, mas somos um povo sincero, não tão simples como se comenta, na realidade achei o povo de MS muito mas simples sendo que a escolaridade supera a nossa, também vim de uma família de doutores, tive esse privilégio, mas acredito que se cada um fizer a sua parte o nordeste irá se educar, as igrejas tem contribuido muito para isso, apesar de estarem muito individualizadas, mas creio que tenho feito a minha parte, temos grandes problemas no nordeste com relação ao alcoolismo e a falta de informação das pessoas mas temos progredido! Amo o Brasil e povo brasileiro!

    ResponderExcluir
  22. Olá, Hermes! Chorei quando li o texto! Eu sou nordestina, não sou iletrada, não moro na seca, meu Estado da Paraíba é simplesmente belíssimo, temos lindas e gostosas praias, temos cérebro, temos cientistas, temos doutores, mestres, bacharéis e licenciados, temos médicos (inclusive, temos oncologistas que pessoas de estados vizinhos vem para cá a fim de se tratar com eles), temos as TURMALINAS AZÚIS únicas no mundo inteiro... Enfim, essa estagiariazinha se considera tão mais inteligente que os nordestinos que teve a brilhante capacidade de destruir a própria carreira profissional. Uma vergonha para o Estado de São Paulo (o mais poluído e caótico Estado do Brasil) .

    Além disso tudo, gostaria que você soubesse que, além dos nomes citados, tínhamos também o MAIOR TROMBONISTA DO BRASIL. O nome dele era RADEGUNDES FEITOSA. Ele era do interior da Paraíba, uma cidade chamada Itaporanga. Pode pesquisar na internet!!! Faleceu este ano em um acidente de carro e NENHUM JORNAL DE NÍVEL NACIONAL NOTICIOU O FATO. Radegundes sempre era convidado para ministrar aulas em festivais internacionais, e era um dos únicos trombonistas do mundo que tinham doutorado em trombone. Ele era chefe do Departamento de Bacharelado em Música da UFPB.

    ResponderExcluir
  23. Leva mal não, mas este texto é bastante preconceituoso viu, para se defender não precisa jogar seu preconceito pra fora, como ele mesmo fez, só escreveu o seu próprio preconceito. Lamentável, nem parece que somos filhos da mesma terra. Preconceituoso este cara que escreveu também, tal como a outra preconceituosa Mayara Petruso. Paz!

    ResponderExcluir
  24. PARABENS PELO TEXTO! MUITO BOM MESMO. SOU NORDESTINA E TENHO ORGULHO DA MINHA ORIGEM. MORO NO RIO GRANDE DO NORTE, UM LUGAR LINDO, RICO EM PRAIAS E BELAS PAISAGENS. FIQUEI FELIZ COM SUAS COLOCAÇÕES. =)

    ResponderExcluir
  25. Sou cearense e gostaria de aumentar mais um nome a essa lista de gênios renomando da nossa cultura.O meu poeta predileto da literatura de cordel: O mestre Patativa do Assaré.
    obg...
    jM Moura.

    ResponderExcluir
  26. Alguém precisava rebater essa última ofensa dirigida a nós, nordestinos, de forma inteligente. Não achei que tenha havido excessos, nem rebaixamento ao nível do ofensor. Até Jesus Cristo virou mesa... (Mt, 21-12:14)e, talvez vc pense, como eu já consigo pensar, que ninguem consegue agradar a todo mundo. De minha parte, embora satisfeita e reconfortada, gostaria de ter visto alusão aos nomes de Rui Barbosa, Marechal Deodoro, Floriano Peixoto, Joaquim Nabuco... mas, resigno-me porque sei que seria impossível mencionar, em um texto, todos os nomes de nordestinos célebres.

    ResponderExcluir
  27. Quando as pessoas analisam as outras geralmente as fazem com base no que elas próprias tem de pior, mas quando fazem a suas auto- críticas buscam sempre o que tem de melhor para faze-la
    resumindo neste caso específico ele buscou o que o Sudeste tem de pior, e falou o que o Nordeste tem de melhor,aqui também temos excelente escritores e cantores, atores, excelente jogadores de futebol, corredores de formula 1, tudo aqui no Sudeste, temos Oscar Nyemeyer, todos aqui no Sudeste, Roberto Carlos, pelé, Zico meu vizinho rs rs Talento tem em todos os lugares, somos todos brasileiros, sem falar os que não tem fama e são excelentes profissionais.
    este cara só colocou pra fora seus preconceitos e bairrismo, temos até Dilma rs rs Fala sério!

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  29. As igrejas deveriam oferecer aula de Antropologia Social e Cultural.

    ResponderExcluir
  30. Adriana VAS Medeiros1:12 PM

    Nasci em Pernambuco, morei no Mato Grosso do Sul(ainda vou voltar) e estou morando no Acre e as eleições 2010 me deixaram chocada, no início pelas críticas e comentários regionalistas contra o Acre, parece que as aulas de geografia não ensinam nada sobre os Estados brasileiros, ninguém sabe o que Norte, Nordeste e Centro-Oeste, o Brasil deve ser apenas Sudeste e Sul. E quando pensei que o pior tinha acabado trocaram a raiva/desprezo/etc contra o Norte na forma do Acre e apontaram para os nordestinos culpados pela vitória do PT, como se o resto do País tivesse votado apenas no PSDB, alguém fez as contas para ver qual seria o resultado sem os votos dos Nordestinos? Não falo em porcentagens mas em voto válidos um a um.
    Vamos lá defendendo um pouco Mato Grosso do Sul citado no seu texto. SP e o resto do Centro-Oeste não exporta nada do sertanejo? Defende o Nordeste e vai e aponta apenas o MS, para mim parece algo pessoal, concordo com a defesa e discordo com a crítica.

    ResponderExcluir
  31. Somos todos Brasileiros pessoal! precisamos acabar com o preconceito e discriminação!
    O Brasil é muito mais do que Nordeste e Sudeste!!

    ResponderExcluir
  32. Londom Carter,

    Gostaria de esclarecer que quando Gabeira foi a nossa igreja, ele não era candidato a nada. Foi apenas convidado para participar de um Forum sobre justiça social, do qual participaram outras autoridades, tanto do executivo (inclusive o prefeito de Caxias), quanto do legislativo (outros deputados participaram).
    Estive em outro encontro com ele quando já era candidato a prefeito do Rio, mas isso se deu fora da igreja, numa reunião aberta com a presença de vários canais de TV e jornais. Deixei claro lá que não estávamos apoiando a sua candidatura, mas apenas reunidos para ouvir suas propostas, como estaríamos reunidos para ouvir as propostas de qualquer outro candidato.

    ResponderExcluir
  33. A REINA, igreja a que sirvo como bispo, não "fecha" com candidatura alguma. Quem nos acompanha de perto conhece nossa postura. Já recusamos várias vezes ofertas que nos foram feitas por candidatos. O que para alguns setores da igreja evangélica, é como passar um atestado de idiotice. Nosso compromisso é com a ética genuinamente cristã e com a justiça preconizada nos Evangelhos.

    ResponderExcluir
  34. Este tipo de comentario eh tao futil quanto daquela infeliz estudante de direito. Primeiro porque Sao Paulo eh a maior cidade nordestisna do pais. Depois, sera que todos mencionados teriam alcancado sucesso sem o publico do sudeste? Sera que se o pessoal do sudeste comecasse a listar artistas, cientistas, escritores etc etc a lista nao seria maior e tao boa quanto? Nao somos nordestinos, paulistas, cariocas ou como aqueles que querem viver da mamata sem esforco e nos classificar como brancos, negros, mulatos indios para conseguir priveligios sem o merito devido: Somos todos brasileiros que nao precisamos de esmolas mas sim oportunidades iguais, de educacao qualidade e salario descente!!!

    ResponderExcluir
  35. Anônimo5:39 AM

    Faltou destacar os cientistas nordestinos, principalmente na área de exatas. Geniais !!!

    ResponderExcluir
  36. Obrigada conterrâneo por nos indicar o caminho da indignação. Ela ainda existe e subsiste apesar do comodismo e do consumismo em que vivemos... Abraços..Eneida Simas, DNA: Pernambucana e Nordestina até o último grão de poeira....

    ResponderExcluir
  37. muito bom seu artigo, e todos os comntarios sao pertinentes apesar de alguns polemicos...desencessários, contudo, aquels que sugerem mais evangelho para a universidade, a estes, julgo salutar nao iniciarem outra guerra desnecessária, deixem os evangelhos para as igrejas, a universidade é lugar de criação e questionamento...se dependessemos do clero, continuariamos ainda hoje advogando que a aterra é o centro do universo...portanto senhores...deixem a academia em paz....e tenho dito...PONTOOOOOOO FINAL

    ResponderExcluir
  38. Abaixo o racismo.
    Abaixo toda forma de preconceito!!!
    Sou nordestina sim. Gostoso falar isso.
    Eu mereci!!!
    Belo texto!!

    ResponderExcluir
  39. Sabe quantos Cearenses entram no ITA-Instituto Tecnológico na Aeronáutica - todo ano? Uma Ruma!!!

    Somos um povo só..brasileiros.

    ResponderExcluir
  40. Parabéns pelo excelente texto! O tamanho do ego desses seres autointitulados superiores é proporcional ao seu "conteúdo"... Lamentavelmente o amor não chegou aos lares nem aos corações dessa pretensa "raça superior", que chega a desejar e instigar a morte de pessoas, simplesmente porque seus intereresses burgueses foram abalados. Pena mesmo e que Deus tenha misericórdia por tamanha estupidez.

    ResponderExcluir
  41. Desculpa Pc Amaral, mas falastes bobagem, como esquecidos pelos políticos do Sudeste? a maioria dos Parlamentares são de onde meu filho?? E digo mais, maioria das favelas em S. Paulo e Rio são constituídas por nordestinos e negros, a me poupe, este cara é um preconceituoso. E quem disse que aqui só tem filhinho de papai e mamãe?? aqui tem pobres também e tem muitos muita gente talentosa, e digo mais ficara com raiva por causa de Dilma e Dilma nem nordestina é, Lula outro racista que discrimina os brancos , chamando de povo de olho azul, faz cota pra negros injustiçando os outros brancos mas tão necessitado quanto os negros pobres, leva mal não, mas os nordestinos são todos preconceituosos e bairristas. Falam do funk CARIOCA, e tem tantos forrós do mesmo mal gosto e nível baixo nas letras.mazela tem no país todo ok. Sou carioca da gema e tenho muito orgulho.Paz.

    ResponderExcluir
  42. Anônimo5:14 PM

    Parabéns pelo Texto.
    Genial

    José Marinho Neto
    Caruaru, PE

    ResponderExcluir
  43. Anônimo9:33 AM

    Muito bom o texto!
    Parabéns...

    Laiane Andrade
    Ilhéus - BA

    ResponderExcluir
  44. Anônimo12:35 PM

    Com a Bahia na Literatura e na Música você foi econômico. Deixou de citar João Ubaldo Ribeiro e Castro Alves por exemplo e João Gilberto que se não foi o criador da Bossa Nova está entre os tais.

    ResponderExcluir
  45. Texto muito bonito enquanto estava fazendo apologia aos nordestinos, porém quando falou ironicamente dos povos do sul e sudeste fez justamente o que ele estava criticando.

    ResponderExcluir
  46. Achei o texto verdadeiro no que se propõe. Concordo que aquela declaração racista e, no mínimo preconceituosa, é de se abominar mesmo. Mas vamos prestar atenção e termos muito cuidado com à fúria provocada em nós pelo o que simples mortais insignificantes dizem e propagam por aí. Será que realmente vale a pena nos incomodar dessa forma com isso? Afinal nós, povo nordestino, somos mesmo um povo bem acomodado e não podemos colocar a culpa nos políticos simplesmente. Claro, estou indo por outro viés, mas explico. Calma, nossa cultura é disparada a mais rica do Brasil, nossos artistas, nem se fala. Tenho certo orgulho em ser nordestino por muitos motivos. Mas aqui pra nós, aliás, aqui pra todo mundo, não tenho muito o que agradecer por morar, por exemplo, na cidade onde moro e em sua região metropolitana.

    Pra quem já viajou, e não precisa ser muito viajado assim, não tem muito o que se orgulhar da nossa BAHIA, principalmente nossa Salvador, vide a bagunça que está em nossa desgovernada cidade. Bom, mas o que isso tem a ver com a crítica ao povo nordestino? Mais uma vez eu digo, "numa democracia o povo tem sempre o governante que merece". E não estou aqui defendendo SERRA ou DILMA, muito pelo contrário. Se você ou alguém quer saber minha opinião sobre essa última eleição leia o texto que fiz para o meu blog, (NUNCA ANTES NA HISTÓRIA DESSE PAÍS) é bem diferente de apoiar ou ir contra Dilma, Serra ou qualquer outro.

    Bom, acho que, embora o assunto seja extenso, me alonguei demais no argumento. Mas para terminar, acho que o texto abaixo não é de todo ruim, muito pelo contrário, não podemos mesmo ficarmos calados com isso. Mas é bom atentarmos para essa fúria que se provoca quando somos ou nos achamos vítimas de certos preconceitos. Antes de tudo é melhor refletir do que atacar. É melhor pois, podemos também estar sendo preconceituosos. Sejamos inteligentes e não brutamontes verbais. É bom lembrar também que não é utilizando argumentos iguais aos do preconceituoso que se pode conseguir a razão dos nossos argumentos.

    Por fim (de novo), quero lembrar um texto que sempre cito que é uma passagem do EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITÍSMO, que diz: "quem tem algo contra mim, tem algo contra sí próprio."

    Desculpe não concordar com tudo o que o texto abaixo diz, mas achei de verdade um tanto exagerado e furioso. E com certeza não é assim que se rebate as preconceituosas afirmações alheias, por mais ridículas que sejam, e inclusive por isso. Às vezes confundimos fúria verbal com argumentos inteligentes. Mera ingenuidade, ou muita precipitação em atacar.

    Angelo Novaes
    angelonovaes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  47. Meus pais eram cearenses, sou paulistana, mas morei por 5 anos em Fortaleza. Praticamente sou nordestina. Lembro muito bem q muitos de meus vizinhos no anos de +- 78 ou 79, saíram de Fortaleza para ir trabalhar nas construções de Brasília, então digo calem-se meus amados pois mãos calejadas q muito ajudaram a construir Brasília, também falam por si só.

    Pessoas preconceituosas tem a pior das doenças, que é a doença da alma.

    Preconceito é o oposto de Deus, pois Deus é amor. Deus sempre respeitou a decisão do homem dando-lhe o direito de escolha. Cada um tem esse direito, chamado de livre arbítrio, mesmo q depois tenha q pagar o preço.

    ResponderExcluir
  48. Anônimo8:20 PM

    Complete a frase a seguir:
    Que ( ) que vivemos num país democrático...
    a - Sorte
    b - Pena

    ResponderExcluir
  49. Só achei um absurdo esquecer do Rei da música Brasileira, Raul Seixas!!:D

    ResponderExcluir
  50. Anônimo11:28 PM

    Muito bom o artigo, mas fiquei triste pelo lapso de memória do autor, ao deixar de mencionar os baianos RUY BARBOSA E CASTRO ALVES!...

    Ebenézer.

    ResponderExcluir
  51. Obrigada ao José Barbosa Junior por externar meu sentimento neste texto tão bem escrito!
    Greice Carvalho Guimarães (Igarassu - PE)

    ResponderExcluir
  52. Obrigada ao José Barbosa Junior por externar com palavras tão geniais os sentimentos que também são meus.
    Greice Carvalho (Igarassu - PE)

    ResponderExcluir
  53. Sou nordestino de nascimento e criação. Nasci em Recife-PE, morei em João Pessoa-PB, Salvador-BA, Parauapebas-PA (Norte do País) e atualmente moro, há mais de 6 anos, em Natal-RN. Durante os meus vinte e seis anos de idade, morei apenas dois anos fora do Nordeste/Norte. Um ano no Espírito Santo e outro ano no Rio de Janeiro.
    Eu nunca vi nem conheci nenhum outro lugar, povo e cultura melhor do que o que encontramos no Norte/Nordeste, em especial o Nordeste.
    Durante os dois anos fora do Nordeste vi e conheci coisas que nunca antes havia testemunhado. Conheci muitas pessoas maravilhosas nesses estados, mas não troco o meu Nordeste por nada, nem o meu povo, que me orgulho de ser. Tenho orgulho de ser nordestino e nunca me envergonharei disso.
    Parabéns pelo belo e verdadeiro texto.
    Um bom dia a todos!

    ResponderExcluir
  54. Anônimo3:00 PM

    NESTAS CIRCUNSTÂNCIAS, SEDIMENTAMOS OS NOSSOS VALORES COMO NORDESTINOS.
    ESTIVE EM SÃO PAULO HÁ DOIS MESES, CAMINHANDO PELA PAULISTA... UM FRIO DE TRINCAR DENTES, E UM FRIO QUE VINHA DAQUELAS PESSOAS QUE NUNCA !NUNCA! NUNCA! ME ENXERGAVAM... EU ME SENTIA DONO DE UM PODER ESTAR INVISÍVEL, LEVANDO EMPURRÕES, ESPANTADO COM FILAS INTERMINÁVEIS, MAS SEM QUE NINGUÉM ME PERCEBESSE!
    -UÉ, E EU NÃO VOU CONSEGUIR CONVERSAR COM NINGUÉM, NÃO É???
    -UÉ, NINGUÉM PRÁ PUXAR UM ASSUNTO...
    EIS QUE SOU SUSPENSO POR AQUELA IRREALIDADE FANTÁSTICA:
    UM CHEIRO DE MILHO COZIDO!!!!!!!!!
    ÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓ!!!!!!!!!!!!!!!
    BEM AO LONGE, FUI ME ANIMANDO!
    OPS! AQUELE OU É DE PERNAMBUCO OU UM VIZINHO!!!
    AÍ, É SÓ SUPRESA!!!
    UMA FIGURA LINDA, UM SENHOR, NORDESTINO, SORRIDENTE, FALANTE, CALOROSO,VIVENDO
    DE VENDER MILHO EM SÃO PAULO!
    E DE ONDE O SENHOR É?
    -DE JOÃO PESSOA!!!
    E QUANDO SOUBE QUE EU ERA DO RECIFE!
    PRONTO!
    "AÍ EU VI CONVERSA..." (COMO DIZ O NOSSO QUERIDO AMIGO ATOR JONES MELO)
    MAS O ENGRAÇADO ESTAVA POR VIR:
    PENSEM QUE OS PAULISTAS COMEM MILHO NA BANDEJA, COM GARFO E MUITA FINESSE!!!
    POIS É, ELE CORTA TODO O MILHO COM A FACA E DISTRIBUI EM BANDEJAS DE ISOPOR!
    AÍ EU PERGUNTO:
    E NINGUÉM VAI CHUPAR O SABUGO...
    - O POVO DAQUI NÃO "VEVE" ASSIM COMO NÓS NÃO...
    SORRIMOS MUITO, CÚMPLICE DEMAIS!
    BOM DEMAIS PRÁ SER VERDADE!!!
    AH, MEU AMIGOS NORDESTINOS E NORDESTINADOS!!!
    É BOM DEMAIS SER DAQUI
    BOM DEMAIS...
    ADRIANO CABRAL
    atoradrianocabral@hotmail.com

    É ASSIM: SOMOS IRMÃOS...VAMOS DAR VOLTAS ATÉ COMPREENDER QUE VIEMOS DE UMA MESMA FONTE...O PALCO DA ALMA HUMANA É O MESMO.
    FIQUEM COM DEUS E QUE O GRANDE SOL CENTRAL POTENCIALIZE VOSSAS INTENÇÕES NA LUZ!!!
    ADRIANO CABRAL

    ResponderExcluir
  55. Anônimo6:57 PM

    Pena,a disputa entre brasileiros do sul e do nordeste é mais antiga do que a própria história do Brasil. Tenho idade suficiente para ter testemunhado a debandada de nordestinos para o sul do país devido ñão à falta de talentos daquela região, mas por perpetradas políticas que favorecem constantemente os mesmos grupos e as mesmas famílias e impedem que aquela região se desenvolva e permita que seus filhos tenham opção de permanecerem em seu local de origem, além de muito raramente constituirem destino de outros brasileiros que gostariam de poder mudar de local.
    Hoje mesmo, discutindo com uma de minhas alunas, jornalista que visita constantemente os novos desenvolvimentos e projetos que deveriam promover a qualidade de vida dessa gente tão hospitaleira, mas que por falta de qualificação não consegue ocupar os postos de trabalhos. Essas realidades não aparecem nos noticiários. Há em cada região uma arenga tão antiga que para muitos parece ser verdadeira. São Paulo é quase que por si só um "estado nordestino". Como paulistana, observei ao longo de minha história, nordestinos, hoje influentes, que se projetaram nestas paragens e aqui permaneceram para usufruir das vantagens de projeção e influência, em vez de levarem algum alento e defenderem aqueles que de certa forma os forçaram a vir para o sul em busca de realizações.
    Já não é sem tempo que os políticos e as forças de poder daquelas regiões deixem de lado seus próprios interesses e se voltem à educação e melhoria de qualidade de vida de outras regiões que não as dos estados mais ao sul.
    Não justifico qualquer reação preconceituosa, não importa o teor. Porém, sabemos que principalmente a cidade de São Paulo não suporta mais inchaço, nem pode mais oferecer qualquer esperança àqueles que deixam suas cidades, suas famílias, o convívio daqueles que os conhecem e os respeitam, e encontram nesta selva caótica o desespero e a desagregação.
    Vamos dar um BASTA a essa disputa insana que só provoca mal estar entre irmãos, e favorece àqueles que pretendem manter o poder e usufruir das vantagens e benécias geradas por um povo mantido sob uma escravidão disfarçada, explorada por impostos e mais impostos, e iludidos pela mídia.
    Já está na hora do Brasil acordar de seu sonho, erguer de seu berço esplêndido e unidos lutar por um Brasil de todos.

    ResponderExcluir
  56. Imaginem que advogada será essa tal de Mayara Petruso...Pobre coitada de espírito e alma...Pessoa vazia, um zero a esquerda...Com certeza não acrescenta nada de bom para o crescimento de nossa nação.

    ResponderExcluir
  57. Luiz Guaira9:46 AM

    SIM, sou nordestino e com muito orgulho... A cada dia que passa aumento mais a minha fé e a vontade de voltar para a minha amada cidade natal de RECIFE! Brilhante foi o texto, toda e qualquer tipo de discriminação, seja ela racista, de credo ou cultural é totalmente inconcebível nos dias atuais... Parabéns Sr.José Barbosa Junior!

    ResponderExcluir
  58. Eu, como nordestina, me sentir defendida pelo seu texto e emocionada. Bjs

    ResponderExcluir
  59. O texto é muito bonito, mas só erra em dizer: "Calem a boca, nordestinos".. Me desculpe, mas sou nordestina e não acho que devemos calar a boca mais uma vez diante de tamanha estupidez. A história é feita de luta, de ações, calar é se omitir e perpetuar o mal que está sendo feito. Devemos nos rebelar sim. Não queremos que isso vá adiante? Ou queremos?

    ResponderExcluir
  60. excelente texto, parabéns li alguns comentários e percebi que alguns enfatizaram um deslize nas comparações e realmente isso acontecu, mas infelizmente esses povos inteligente de algumas outras regiões só consegue perceber os fatos se compararmos umascom as outra.Parabéns mais uma vez pelo excelente texto.
    Como sei que a lista de pessoas ilustre do Nordeste ainda é muito mais do que os nomes que foram citados fico muito feliz de ser Nordestino.

    ResponderExcluir
  61. Parabéns parceiro!
    A melhor resposta é aquela que não se dá... Como dizia minha tataravó NORDESTINA!!
    Abs

    ResponderExcluir
  62. Parabéns
    o melhor artigo
    e a melhor resposta
    adoreiiiii
    ser Nordestino é motivo de orgulho
    Sou Feliz por ser nordestina....
    Parabéns, meu jovem

    ResponderExcluir
  63. Rosembergh8:21 PM

    exelente!!!!!!!!!
    precisamos ouvir mais disto.
    quanto á opinião de paulo brasil( á de cima)achei muito anti-cristã.
    amai-vos uns aos outros.

    ResponderExcluir
  64. vc é um idiota ,não sabendo q é do piaui q sai os melhos medicos,advogados, e demais profissionais...o piaui foi eleito um dos estados com melhor escolaridade.....ao contario de são paulo....

    Q deus tenha misericodia de vc!!!

    ResponderExcluir
  65. Anônimo9:54 PM

    Claro, ficam mais tempo festando que trabalhando, pelo menos alguma coisa de boa tem q sair disso tudo!!! Música e poesia não levam um país pra frente, acordem!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo4:42 PM

      Pelo contrario meu chapa quem acorda quatro e meia da manhã são os Nordestinos aqui no e aí em são Paulo paea pegarem dois ou três ónibus para ir trabalhar o trabalhador de São Paulo são os Nordestinos, os que se consideram os "verdadeiros" paulistas que einriqueceram sonegando impostos,dando golpes, e tomando dinheiro emprestado às intituições finaceiras federais para criminosamente não pagarem é que acordam 10:00 11:00 horas da manhã, e festam a partir de terça feira assim são os sudestinos paulistas que tem dinheiro por aqueles motivos acima citados, acordem dar golpes, sonegar impostos, e dormir até meio dia não levam um país pra frente, acordem! VAGABUNDOS!

      Excluir
  66. Anônimo10:06 PM

    Preconceito respondido com um texto preconceituoso como esse não eleva em nenhum aspecto a ideia do ilustre (assim eu espero que seja) autor que o redigiu. Lamento, mas ele só conseguiu se igualar a todos os indivíduos com ideias deturpadas a respeito das regiões de nosso país.
    Lamento também o resultado das eleições, mas respeito profundamente a opinião política de cada um.
    Lamento, ainda, esse tipo de generalização que se fez no texto, causada por algumas manifestações irracionais de alguns pobres indivíduos que não representam a grandeza de nosso povo. Morei no Nordeste e admiro seu povo, sua cultura e sua história. Entretanto sou do Sul e amo minha terra e minha gente. Cada pedacinho do nosso país e seus diferentes "povos" merecem toda a nossa admiração e o nosso respeito. Só não consigo desenvolver qualquer tipo de
    admiração e/ou respeito ao tipo de texto que me foi enviado. Finalizo dizendo que esse tipo de agressão disfarçada de "protesto" não me interessa e me entristece profundamente. Agradeço muito se não tiver de ler outras barbaridades como essa.

    ResponderExcluir
  67. Anderson (Shume)12:01 AM

    Caro amigo, fiz questão de dar os meus PARABÉNS pelo belíssimo texto... e deixar claro que a dita menina "M" que critica os nordestinos possui pensamentos e idéias inanes, deve ser uma pessoa(acho que deve) infeliz !!!

    ResponderExcluir
  68. Olá Hermes!
    Esta é a primeira visita que faço ao seu blog e quero lhe dizer que como nordestina, mais especificamente pernambucana, estou emocionada com suas palavras.
    Infelizmente nosso tão amado Brasil é cheio de injustiças e preconceitos (tanto preconceitos contra outros seres humanos, como também o pré conceito, aquele já passado de geração em geração).
    O povo nordestino é muito orgulhoso, e sabe dar valor a sua história de sofrimento e luta. As respostas que alguns de nós demos só surgiram devido ao cansaço que sentimos por sofrermos todos os tipos de injúrias ao longo do tempo.
    Como mulher e como nordestina, desejo do fundo do coração que Dilma faça o melhor para nosso país, não apenas para o Nordeste.
    Assim ela calará a boca de todos essas "crianças" que não sabem o que falam.
    Mas eu concordo com você: CALEM A BOCA NORDESTINOS, e deixem que o tempo ensine e mostre o porque de sermos um povo tão orgulhoso!

    Estou iniciando um blog, onde vou falar de coisas que gosto, sem me restringir a temas e gostaria muito de poder fazer meu primeiro post oficial com esse seu texto, pois realmente me emocionou, ao ponto de estar às lágrimas no final.

    Aguardo sua autorização para fazer a postagem.
    Meu email para resposta é carolf_fisio2002@yahoo.com.br

    Muito obrigada pelo texto belíssimo.

    Atenciosamente, Carol Jung

    ResponderExcluir
  69. Anônimo3:47 PM

    O Maranhão já foi considerado o estado onde se fala o português mais corretamente.

    Vale lembrar que no nordeste temos excelentes pesquisadores de nível internacional, como Celso Furtado. Também um dos físicos mais importantes do país, Sérgio Rezende.

    ResponderExcluir
  70. Também não gosto desse tipo de segregação, sou BRASILEIRA com muito orgulho, não acho ninguém melhor que ninguém, mas não se pode negar são fatos históricos que o Nordeste sempre foi abandonado pela Política Sulista,até porque a concentração do poder sempre esteve por lá(depois que saiu da sede inicial que era no NOrdeste)! A comparação não vejo como um preconceito, mas sim uma prova de que essa pobre Ignorante que falou a besteira chamando os nordestinos de burros, mal sabe ela que boa parte do que ela estuda é oriundo daqui do Nordeste, ele esquece isso quando cita essa infeliz frase!Sou Paulista, nasci em São Paulo, mas moro há muito mais tempo no Ceará, adoro esse lugar é um reduto cultura. mesmo com os pobres analfabetos, sertanejos sem estudo vivemos cultura, é um povo rico de alegria e inteligência, que faz rimas com suas tristezas e alegrias, que vive a sua realidade e que é feliz por isso!
    Tenho muito orgulho do meu PAís, e mais ainda no NORDESTE

    PS: Só para a mocinha que falou a besteira que disse dos Nordestinos, pede para ela olhar a quantidade de NOrdestinos e principalmente Cearenses que passam nas universidades Paulistas, povo Burro sai do Ceará pra tomar as vagas no SUL e Sudeste!

    ResponderExcluir
  71. Anônimo3:48 PM

    Não gosto de quem me empurre na fila, puxe conversa àtoa, olhe feio, maltrate criança de rua, saia xingando por qualquer coisa, de valentão com mulher e mentiroso,de traição, de machismo, de pavio curto e peixeira na mão, de gritaria, de baixaria, de ignorância, de mal gosto e de obsessão pelo poder, seja vindo de nordestino, sueco, alemão ou o que for. Também não gosto de quem prefere a elite cultural e no fundo despreza as pessoas simples esquecendo que muitas delas tiveram a melhor educação.

    ResponderExcluir
  72. Anônimo11:29 PM

    Perfeito!
    Gostaria que houvesse a unificação dos povos,mas infelizmente parece utópico.
    Apenas acrescento que o Presidente da República que o chamo carinhosamente de "O divisor de águas" é nordestino (de Pernambuco) e diga-se de passagem, sem "muitos preparos intelectuais" e que fez mais, muitos mais que outros grandes intelectuais bem preparados e sulistas fizeram ou quiseram fazer quando Presidentes da Republica. Enfim, o Nordestino incomoda porque é de sua natureza,ou seja,nao precisam se esforçar muito para brilhar e mostrar a sua grandeza.
    Vivien Earli

    ResponderExcluir
  73. Anônimo12:50 AM

    Parabéns pela resposta essa sulista, que ninguém sabe de onde veio nem pra onde vai, não tem direito de ofender o povo nordestino. Pois somos todos seres humanos e merecemos respeito.

    ResponderExcluir
  74. Anônimo8:57 PM

    PERNAMBUCANO,PAULISTA,CARIOCA,GAÚCHO..... SOMOS TODOS BRASILEIROS, RICOS,POBRES,VENCEDORES, ANONIMOS,E ATÉ OS REVOLTAODS(AS), SOMOS TODOS BRASILEIROS, AMEMOS UNS AOS OUTROS

    ResponderExcluir
  75. arlivre6:53 AM

    Vi a polêmica causada por uma atitude imatura e preconceituosa de uma estudante paulista, que, de forma extremamente segregativa, atribui à ignorância nordestina o fato do Brasil continuar a ser governado por petistas, dando prosseguimento a um governo que pouco se diferencia dos governos reacionários de antigamente, já que continuamos a viver em um país de política de compadres e de enriquecimento pessoal (a fortuna de Lula – um operário em sua origem! – é estimada hoje em 2 bilhões de dólares, sem falar no patrimônio do filho) e de coisas absurdas e graves como "planos secretos de construir a bomba atômica", apoio aberto a governantes terroristas, como ao presidente iraniano e tentativas de limitar a liberdade de imprensa...

    Seria errado negar que o Nordeste tem uma grande responsabilidade sobre a política atualmente praticada no país. Não quero dizer que concordo com o que a estudante fez. A forma com a qual ela se expressou é preconceituosa e não pode ser apoiada. Mas dizer que por trás do dito não há um fundo de verdade seria outro erro.

    Bom, mas esse não é o ponto. Interessante é a reação do povo brasileiro, em especial, do povo nordestino.

    Não gostei da abordagem de José Barbosa Junior, pois, ao criticar os "outros", comete o mesmo erro de segregação, sinal de que nada entendeu.

    Tudo isso mostra uma realidade triste: o Brasil não é unido. Somos infantis e bairristas. Quem quiser ter uma prova de nossa imaturidade e desunião, que provoque uma discussão sobre as diversas regiões. Verá logo como são fortes os preconceitos entre os brasileiros e o tamanho da falta de senso de realidade.

    Vivemos em um país que não valoriza a vida ou a dignidade humana. Todos os dias morrem pessoas, de fome, em brigas, em assaltos ou (!) assinadas pela polícia. Quando um pai de família é torturado, espancado, maltratado e morto pela polícia só porque algum policial não gostou do seu nariz, está tudo bem, é algo normal, ninguém liga para isso. Quando a chuva causa deslizamento de terra e muitas famílias morrem, se ferem e/ou perdem todos os seus pertences, tudo bem, isso acontece. Quando uma casa pega fogo e pessoas morrem por falta de socorro, já que em muitas regiões do Brasil não existe corpo de bombeiros (e quando existe, trabalha de forma precária, sem os equipamentos necessários), tudo bem, isso é coisa da vida. Quando uma ambulância está em um congestionamento, com a sirene ligada, pedindo passagem, pois (talvez realmente) alguém esteja morrendo dentro dela, ninguém se preocupa, tudo bem. É só um defunto a mais... O povo fala de morte, assalto, assassinato como se fosse algo comum. Morte só interessa quando se trata de um morto rico e/ou famoso.

    O que quero dizer é que temos no Brasil tantos problemas sérios. Quando uma jovem imatura fala besteira e ofende os nordestinos, nos revoltamos, lembramos que há leis e exigimos justiça. Por que não fazemos o mesmo em outros casos mais graves e mais sérios? Há também leis contra a violência, o abuso de autoridade, a corrupção, a exploração trabalhista, a prostituição infantil. Nosso povo ainda passa fome, a educação é precária, o atendimento médico deixa a desejar... Por que não nos revoltamos aqui? Por que não reagimos aqui com a mesma energia?

    Eu resumiria a coisa assim: a casa está caindo, mas estamos mais preocupados em bater boca com os vizinhos do que em escorar a casa. Tal comportamento só mostra como é urgente melhorar a educação no país, na esperança de que as gerações futuras sejam mais maduras, mas responsáveis e mais corajosas do que a atual.

    Acho que já está mais do que na hora de pararmos para refletir, amadurecer e reagir.

    ResponderExcluir
  76. Anônimo1:37 PM

    Texto muito bom até uma parte... Quando começa a falar ironicamente do povo do sudeste e sul cai no mesmo erro da estagiária citada! Tão preconceituoso quanto... Todos nós somos de regiões que tem suas enormes contribuições para o Brasil e outras que é melhor nem citar, de tão ruim... Mas somos todos BRASILEIROS e bairrismos a parte, há muito preconceito no Nordeste contra os que vêm do Sudeste tbm...
    Ninguém precisa se justificar! Você sabe o seu valor!!!!

    ResponderExcluir
  77. O texto foi bom até um certo ponto, pois assim como ele disse existem grandes cantores nordestinos que muito admiro e gosto, mas também existem grandes cantores no Brasil a fora, claro que a crítica é ao pré-conceito sofrido pelos nordestinos, e algumas questões religiosas, mas senti um pouco de ataque as outras regiões do país, esse assunto é bem polêmico, mas é necessário, creio que seja bom pensarmos como um país e não como um país que tem regiões, temos de ser um todo e não parte de um todo.

    ResponderExcluir
  78. Ana Maria Araujo8:53 PM

    maravilhoso texto, parabens, moro em São Paulo há cerca de 35 anos nasci em Manaus,e sempre senti o desprezo que os paulistas em sua maioria têm pelo povo nordestino. A culpa é de todos esses governos café com leite que sempre desprezaram o nordeste. Eu sempre ouvi que São Paulo é que carrega o Brasil.É triste mas isso está mudando, graças a Deus, o Lula chegou e brilhou.

    ResponderExcluir
  79. Anônimo10:23 AM

    Mayara Petruso? soube que foi presa! Ohhh!!!
    sabe o que eu acho? eu acho é TOOOOOOME !!!!
    PAZ A TODOS!

    ResponderExcluir
  80. lorena7:02 PM

    o texto é belissimo sou nordestina sempre tive e tenho orgulho da minha terra .As lagrimas vinheram ao olhos pois mora fora do país á 4 anos e pude ver que fora do nosso país somos tratados todos iguais somos apenas brasileiros que por sinal não somos nada bem vistos essa paulistinha burguesinha se calhar precisa é saí da sombras dos pais e saber o que é a vida.será que ela realmente saber o conceito de Direito? ao me ver deve ser mais uma alienada que segue um profissão para herdar os clientes do papai parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  81. Anônimo9:09 AM

    Concordo com os abusos das afirmações.
    Tanto é que seria muito interessante ter nordestinos ensinando os sulistas como se faz para carrear tantos recursos para a sua região - divulgados diariamente na mídia - como se faz pra sobreviver às geadas e enchentes, já que lá conseguiu se instituir a indústria da seca, e como é que se mata a fome da família fazendo poesia, literatura ou música. Mostrar aos sulistas burros que esse negócio de cavar poços para ter água e trabalhar na pecuária e agricultura é tempo perdido, pois tudo vira imposto e os generos de primeira necessidade serão enviados para outra região através de "programas sociais", "distribuição de renda" e outros auxílios eleitoreiros sempre direcionados para a região "mais carente" e por isso o expressivo número de votos que eles obtem nessa região.E também mostrar que estudar é tempo perdido, tanto é que é possível eleger analfabetos como o citado no texto ou até mesmo em uma gestão próxima, cargo expressivamente superior.

    ResponderExcluir
  82. Anônimo9:12 AM

    Concordo com os abusos das afirmações.
    Tanto é que seria muito interessante ter nordestinos ensinando os sulistas como se faz para carrear tantos recursos para a sua região - divulgados diariamente na mídia - como se faz pra sobreviver às geadas e enchentes, já que lá conseguiu se instituir a indústria da seca, e como é que se mata a fome da família fazendo poesia, literatura ou música. Mostrar aos sulistas burros que esse negócio de cavar poços para ter água e trabalhar na pecuária e agricultura é tempo perdido, pois tudo vira imposto e os generos de primeira necessidade serão enviados para outra região através de "programas sociais", "distribuição de renda" e outros auxílios eleitoreiros sempre direcionados para a região "mais carente" e por isso o expressivo número de votos que eles obtem nessa região.E também mostrar que estudar é tempo perdido, tanto é que é possível eleger analfabetos como o citado no texto ou até mesmo em uma gestão próxima, cargo expressivamente superior.

    ResponderExcluir
  83. Anônimo1:24 AM

    Sem faltar ao respeito com Radegundis mas ... tocou com quem ? - há um trombonista Brasileiro que gravou com Maysa a música ¨meu mundo caiu¨ o solo de trombone foi escrito para ele pois até então só ele alcançava o f# - aliás - até hoje poucos alcançam - depois gravou as músicas do Agostinho dos Santos e tantos outros cantores nacionais - após isso, que não é pouco - foi gravar nos EE.UU com Frank Sinatra - Julio Iglesias - Bert Campfert etc.- participou ainda do famoso disco 76 trombones - gravou na italia -na Russia no Japão - na Alemanha - desse vocês não falam ?? - Não sabem que é?? - então pesquisem - leiam - aprendam - talvez depois possam falar em melhor trombonista do Brasil - dica livro do Casé - Música nas veias

    ResponderExcluir
  84. chorei lendo isso, sério mesmo ):
    foi o texto mais lindo que eu já vi em toda a minha vida, parabéns :}

    ResponderExcluir
  85. Anônimo2:01 AM

    Simplesmente PERFEITO!

    ResponderExcluir
  86. Aprendi com Graciliano Ramos em "Vidas Secas" a respeitar e entender o problema de seca do nordeste. Antes disso eu só ouvia falar no assunto bem superficialmente pois eu nunca vivi isso, eu não tenho parentes por lá. Eu nunca fui pra lá. Ler o livro foi "quase" sentir na pele. A falta de conhecimento sobre um determinado assunto nos faz dizer coisas horríveis. Creio que se todo paulista lesse esse livro ia entender melhor o problema da SECA. Mas não é só os paulistas que criticam os nordestinos. Tem muito filho de nordestino que se sente paulista e critica também o próprio nordestino. E o que faz alguém se sentir superior só por morar em uma determinada região do país??? Eu não sei essa resposta.

    Sabe sou paulista de pai, mãe, avós... Sabe sou pobre... E como eu queria ter uma tia que mora lah prus lados do nordeste só pra poder dizer: Eu vou passar as férias na casa da minha tia. - Eu fui pra casa do meu tio que mora no Ceará. - Eu tenho parentes na Bahia... Que delícia deve ser poder dizer isso. Um dia eu ainda vou viajar pra lá. Um dia...

    PS: O texto não poderia ter sido escrito de melhor forma. Calem a boca,Nordestinos! vcs tem tudo!! rsrs

    Eu queria escrever mais coisas mas vou me despedindo por aqui pois acabei de sentir saudades de um lugar que eu nunca estive................NORDESTE..............
    =]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo5:11 PM

      humberto de alencar castelo branco foi o primeiro presidente militar do brasil e lula o melhor o que é que esse inginorante ilustrado desse hermes que mais,o português dos maranhesce é o mais correto qie existe. marcos damasceno ceará brasil.

      Excluir
  87. Anônimo5:06 PM

    esse hermes mais um analfabeto ilustrado paulistano,em estado de involução,nos nordestinos tivemos o primeiro presidente da republica militar humberto de alencar castelo branco um cearence ,e o melhor presidente do brasil luiz inacio lula da silva,e o português mais correto que existe.ensina se português aos paulistas .marcos damasceno diretamente do ceará mais precisamante de juazeiro do padre cicero .

    ResponderExcluir
  88. Anônimo6:25 PM

    Maravilhosa essa crítica

    ResponderExcluir
  89. SIMPLES E PERFEITO!!!

    ResponderExcluir
  90. Simpes e perfeito!!!! parabens.

    ResponderExcluir
  91. Anônimo9:12 AM

    Sou de Campina Grande-PB (o maior São João da galáxia). Moro em João Pessoa. Tenho parentes em vários estados da federação. Minha esposa é da Cidade Maravilhosa. Aqui pertinho(Itabaiana-PB) nasceu um "galego" imortal (MESTRE SIVUCA). Na República dos Marechais "outro galego" também compôs e tocou umas musiquinhas que são divulgadas neste mundão de meu DEUS. Saudações federativas. (FACEBOOK - Ari Leal - Analista Tributário da Receita Federal do Brasil)

    ResponderExcluir
  92. Genial, nota 1000, texto muito bem elaborado. Parabéns.

    ResponderExcluir