quarta-feira, outubro 21, 2015

84

Viagens no tempo registradas na Bíblia?




Por Hermes C. Fernandes

O texto que se segue é um exercício daquilo que chamo de "Ficção Teológica". Não deve, portanto, ser tomado como doutrina. Apesar da coerência do que proponho aqui, não me atrevo a classificá-lo desta forma. 
***
“O que foi, isso é o que há de ser, e o que se fez, isso se tornará a fazer; nada há novo debaixo do sol”. Eclesiastes 1:9

A Bíblia é um livro cheio de histórias e personagens misteriosos. Entre eles, destacamos Melquisedeque e Elias. Ambos aparecem do nada, para depois desaparecerem súbita e misteriosamente.

De Melquisedeque se diz que era “rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, que saiu ao encontro de Abraão quando este regressava da matança dos reis, e o abençoou”[1]. Seu nome significa “rei de justiça” e “rei de paz”.

As Escrituras sempre relataram a genealogia de seus personagens, demonstrando com isso, que eram seres reais, que viveram em determinada época da História, e não seres míticos. Porém,  Melquisedeque aparece do nada, “sem pai, sem mãe, sem genealogia, não tendo princípio de dias, nem fim de vida, mas sendo feito semelhante ao Filho de Deus”. Como se não bastasse, lemos que ele “permanece sacerdote para sempre”. O escritor de Hebreus nos leva a considerar “quão grande era este, a quem até o patriarca Abraão deu o dízimo”. E aqui, “sem contradição alguma, o menor é abençoado pelo maior”. E ele arremata, afirmando que Melquisedeque é “aquele de quem se testifica que vive”[2] .

Ora, diante de todas essas evidências, que alternativa temos, senão admitir que Melquisedeque é ninguém menos que o próprio Cristo? Alguns teólogos afirmam que Melquisedeque seria uma espécie de Teofania, uma manifestação de Cristo pré-encarnado. Ora, se isso fosse verdade, Melquisedeque não surgiria como um ser humano, de carne e osso, e sim, como um espírito.

Creio que Melquisedeque era o próprio Jesus, em carne e osso, trazendo conSigo o DNA de Maria, Sua mãe terrena. Aquele corpo que segurava o pão e o vinho oferecidos a Abraão, era o mesmo que segurou o pão e o vinho na noite da Santa Ceia. Como isso seria possível se todavia Jesus não havia encarnado? Ora, 
Jesus não encarnou mais de uma vez. Foi na Plenitude dos tempos que Ele Se fez carne, e habitou entre nós. Apesar disso, afirmo que foi com Cristo que o patriarca Abraão se encontrou naquele dia. Isso é testificado pelo próprio Jesus, ao declarar: “Vosso pai Abraão exultou por ver o meu dia; viu-o e alegrou-se”.[3]
Se Melquisedeque é Cristo, e este só Se fez carne uma vez, logo, como se explicaria a aparição de Melquisedeque/Cristo como uma pessoa de carne e osso muitos séculos antes da encarnação? Seria apenas uma ilusão de ótica? Ou, quem sabe, uma espécie de holograma?

Creio que não!

Não poderia o Filho de Deus ter viajado no tempo, voltando dois mil anos, até os dias de Abraão, para apresentar-Se ao patriarca? A menos que não creiamos que para Ele tudo seja possível, isso me parece factível.

Investiguemos o caso de Elias.

Esse profeta excêntrico surge repentinamente na História, em um momento de grande crise espiritual em Israel.

Ele é introduzido como “Elias, o tisbita, dos moradores de Gileade.”[4]

Nada se sabe sobre o significado do termo “tisbita”. Alguns arriscam dizer que um tisbita era alguém natural de uma cidade que poderia se chamar Tisbe, ou coisa parecida. Mas o fato é que jamais encontraram tal cidade, nem mesmo qualquer referência a ela, nem na Bíblia, nem em qualquer outro documento antigo. Diz-se que Elias era dos moradores de Gileade. Embora exista um lugar com esse nome nas Escrituras, Gileade significa “região rochosa”. Ele era proveniente das montanhas. Tal dado só acrescenta mistério à figura do profeta. Ele era um homem das cavernas, das montanhas. Ele não tinha casa, família, trabalho, ou qualquer ligação com aquele mundo, com aquele tempo.

Suas atividades como profeta, duraram cerca de 7 anos, e terminaram abruptamente, quando foi tomado por um redemoinho, diante do olhar de várias testemunhas (ao todo, 51 pessoas, entre Eliseu e os filhos dos profetas).

Para onde foi Elias? Pro lugar e tempo de onde teria vindo! Mas antes de voltar para o “presente”, ele fez uma breve escala no “futuro”. O redemoinho que o levou, o aterrissou no monte, para uma breve conferência com Jesus e Moisés, no evento que ficou conhecido como "Transfiguração". Elias ziguezagueou no tempo, indo ao passado, depois ao futuro, e retornando ao presente para poder experimentar a morte como todo ser humano.

Opa! O que Moisés estava fazendo ali? Elias, tudo bem, afinal de contas, não havia experimentado a morte. Mas Moisés morreu, e acerca disso a Bíblia não deixa qualquer dúvida. Antes de prosseguir nossa investigação sobre Elias, vamos tentar entender a situação de Moisés.

Ora, mortos não aparecem. Isso apoiaria a doutrina espírita, que por sua vez, não encontra respaldo bíblico. Aliás, os espíritas se valem desta passagem para defender a doutrina do contato com os mortos.

Não há qualquer mal entendido. Moisés realmente morreu. Deus não poderia ter mentido, quando disse ao profeta: “Morrerás no monte a que vais subir, e serás recolhido ao teu povo”.[5] E está registrado: “Assim Moisés, servo do Senhor morreu ali, na terra de Moabe, como disse o Senhor. Este o sepultou num vale, na terra de Moabe (...) mas ninguém sabe, até hoje, onde fica a sepultura”.[6]

Se Moisés realmente morreu, a ponto do Arcanjo Miguel disputar seu corpo com Satanás, como se explica a sua aparição no Monte da Transfiguração, em conferência com Jesus e Elias?

Creio que uma resposta possível seja a viagem no tempo. Durante o tempo em que Moisés passou no monte Sinai, Deus poderia tê-lo transportado para o futuro, para participar daquele extraordinário evento.

Vamos relembrar a experiência de Moisés no Monte, quando pediu que Deus lhe mostrasse a Sua glória. Talvez haja ali alguma pista que confirme a nossa suposição.

O texto diz:

“Então disse Moisés: Rogo-te que me mostres a tua glória. Respondeu-lhe o Senhor: Eu farei passar toda a minha bondade diante de ti, e te proclamarei o nome do Senhor. Terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia, e me compadecerei de quem me compadecer.”[7]

O que Deus quis dizer com fazer passar toda a Sua bondade perante Moisés? No texto original, a palavra traduzida por “bondade” é TOV, a mesma usada em Gênesis 1, toda vez que Deus avalia a Sua obra: “E viu Deus que isso era BOM”(TOV). Fazer passar todo o Seu BOM diante de Moisés, talvez signifique fazer um retrospecto da história, revelar-lhe toda a criação, pois é por meio dela que a glória de Deus é manifestada. Em um ínfimo lapso de tempo, Moisés testemunhou toda a criação, desde o primeiro TOV, até a última avaliação, quando Deus viu que tudo o que tinha feito era MUITO BOM (TOV MEOD). Moisés virtualmente viajou no tempo e no espaço, para assistir ao espetáculo da Criação, a fim de relatá-lo para nós.

E quanto à frase “te proclamarei o nome do Senhor”? Creio que ali lhe fora revelado o nome que é sobre todos os nomes, o nome de Jesus. E mais: creio que Moisés foi levado a um encontro pessoal com o portador desse nome no episódio da Transfiguração.

A frase seguinte é: “Terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia, e me compadecerei de quem me compadecer”. Geralmente, traduzimos isso como se Deus estivesse apenas declarando que teria misericórdia de quem Ele quisesse ter misericórdia. Mas o fato é que, no hebraico, esse é um dos textos mais misteriosos das Escrituras. Poderíamos traduzi-lo ao pé da letra dessa maneira: “Trarei graça o que houver trago graça e compadecerei o que houver compadecido”. Em outras palavras, farei o que já fora feito. Era como se Deus, propositadamente, misturasse os tempos verbais futuro e passado. Era, ainda, como se Moisés entrasse numa dimensão atemporal, onde não houvesse distinção entre o que se foi, e o que virá a ser.

O mais impressionante do texto vem agora. Deus disse a Moisés:

“Não poderás ver a minha face, pois homem nenhum pode ver a minha face, e viver. Disse mais o Senhor: Eis aqui um lugar junto a mim; aqui, sobre a penha, te porás. Quando a minha glória passar, eu te porei numa fenda da penha, e te cobrirei com a minha mão, até que eu haja passado. Depois, quando eu tirar a mão, me verás pelas costas; mas a minha face não se verá.”[8]

O único lugar seguro para que um mortal pudesse contemplar a glória de Deus era a tal penha, em cuja fenda Moisés deveria se esconder. A palavra traduzida por penha é TSUR, que também é traduzida por forma. Lembremo-nos que Jesus é a forma (imagem) do Deus invisível. Em outras palavras, a glória de Deus só poderia ser vista em Jesus. Somente amparado na fenda dessa Rocha, Moisés teria contato com aquela Graça e Compaixão, reveladas em Jesus. Séculos depois, João diria que “a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo.”[9]

Moisés pôde assistir in loco à manifestação de uma graça que só se revelaria plenamente em um futuro distante. Ele literalmente viajou no tempo e no espaço.

Deus lhe advertiu quanto à impossibilidade de ver a Sua face. Ele só poderia ver as Suas costas. A palavra traduzida por “costas” é ACHORAI, e possui duplo sentido. ACHORAI também significa “depois”. Deus estava dizendo que o que Moisés viria era o Seu “depois”, referindo-se ao tempo em que estaria encarnado entre os homens.

Lucas descreve assim o episódio em que Moisés e Elias se encontraram com Jesus:

“Estando ele orando, transfigurou-se a aparência do seu rosto, e suas vestes ficaram brancas e resplandecentes. Estava falando com ele dois homens, Moisés e Elias, os quais apareceram em glória, e falavam da sua morte, a qual havia de cumprir-se em Jerusalém.”[10]

Teria Moisés e Elias trazido alguma informação de que Jesus não dispunha? De primeira mão, a impressão que se tem é essa. Eles teriam vindo contar a Jesus algo que Ele desconhecia acerca de Sua morte. Mas há uma interpretação alternativa: o assunto da conferência era este, porém era Cristo quem encabeçava a conversa. Afinal, como podemos conferir nos versos anteriores, Jesus já estava muito bem informado acerca do preço que deveria ser pago pela salvação dos homens, e até sobre o tipo de morte que teria. Se não, Ele não teria dito: “É necessário que o Filho do homem sofra muitas coisas, e seja rejeitado (...) seja morto e ressuscite no terceiro dia (...). Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e siga-me.”[11]

E quanto a Elias? Já vimos que ele embarcou em um redemoinho, para desembarcar no monte da Transfiguração. De onde veio esse excêntrico profeta que enfrentou Acabe, Jezabel e os profetas de Baal em seus dias? Ele veio do futuro.

Por que não há registro do nascimento de Elias nas Escrituras? Por que não encontramos sua genealogia? Simplesmente porque Elias era ninguém menos que João Batista.

Não estou falando de reencarnação. Tal doutrina não tem amparo bíblico. Estou falando que Elias veio ao mundo como João, filho de Zacarias e Isabel. E que, num dado momento, durante o período em que vivia no deserto, foi levado ao passado, para profetizar a Israel.

Vamos às evidências:

1 – João Batista simplesmente aparece repentinamente no deserto da Judeia, conclamando as pessoas ao arrependimento.[12] Onde ele esteve durante o tempo em que desapareceu das páginas sagradas? Compare o relato de Marcos acerca do surgimento do ministério de João Batista e do início do ministério de Jesus. De João, diz-se que ele simplesmente "apareceu" do nada, batizando no deserto (1:4), enquanto de Jesus diz-se que "naqueles dias, veio Jesus de Nazaré da Galileia" (v.9). Isso tão lhe parece sugestivo?

2 – Tanto João Batista, quanto Elias vestiam-se da mesma maneira. João: “As vestes de João eram feitas de pêlos de camelo, e ele trazia um cinto de couro na cintura.”[13] Elias: “Era um homem vestido de pêlos, com os lombos cingidos de um cinto de couro.”[14] Nem João era um copiador de Elias, ou mesmo sua reencarnação. Elias e João eram a mesma pessoa.

3 – O próprio Jesus declara que João era Elias: “Pois todos os profetas e a lei profetizaram até João. E, se quiserdes dar crédito, ele é o Elias que havia de vir. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.”[15]

4 – Elias só apareceu no monte com Jesus e Moisés, após a morte de João Batista. Alguém poderia argumentar que, se fosse João, os discípulos o teriam reconhecido, e invés de dizer terem visto Elias, diriam terem visto João. Mas devemos considerar que Elias estava em meio à nuvem da glória, e que o brilho no rosto de Jesus ofuscava tudo à Sua volta. Eles só reconheceram que se tratava de Elias e Moisés, porque certamente Jesus lhes contou depois.

Afinal, eles não eram contemporâneos daqueles profetas, e jamais os haviam visto.

Portanto, não foi Elias que reencarnou em João, como afirmam os espíritas, mas foi João Batista que teria viajado no tempo, e vivido por sete anos entre o povo de Israel, durante a época de sua maior apostasia. Não me admiro que Jesus tenha afirmado que entre os nascidos de mulher, não houve maior que João.

Outra argumentação sustenta que se João fosse Elias, ele não teria negado. O texto diz que os sacerdotes e levitas lhe perguntaram: “Quem és tu? Ele confessou e não negou, confessou: Eu não sou o Cristo. Perguntaram-lhe: Então quem és? És tu Elias? Ele disse: Não sou. És tu profeta? Respondeu: Não.”[16] Ora, ele não apenas negou ser Elias, como também negou ser profeta. Entretanto, Jesus declara que ele era Elias e profeta. Não creio que Jesus haja mentido. 
Nem que João tenha mentido deliberadamente. Ele apenas disse o que achava de si mesmo. Ele não se considerava um profeta, embora definitivamente o fosse. Ele não se achava Elias, porque sua identidade original era de João. Seria como perguntar a Clark Kent se ele é o super-homem.

Creio que Elias nasceu neste mundo como João, foi levado para o deserto, de lá embarcou para o passado, viveu entre os contemporâneos de Acabe por sete anos, ao ser tomado pelo redemoinho, desembarcou no Monte da Transfiguração, de lá retornou um pouco ao passado, surgiu no deserto, vestido das mesmas roupas, viveu no tempo de Herodes, para lá morrer.

Seguindo esta linha de raciocínio, podemos dizer que ao ouvir a voz que dizia "Este é meu filho amado", enquanto batizava Jesus, João teve aquela sensação de déjà vu, pois a ouvira "antes" no monte da Transfiguração (embora o evento tenha se dado depois...). Aquela declaração era uma espécie de senha para que ele tivesse a certeza de que aquele a quem batizava era o mesmo com quem se encontrara no futuro envolto numa nuvem de glória. 

Há ainda o profeta Isaías, que de acordo com João, “viu a glória de Jesus, e falou a seu respeito.”[17]

Pelo que tudo indica, a nuvem da glória de Deus é capaz de levar o homem a experimentar um nível de comunhão tão profundo com Deus, que o torna hábil a transcender o tempo e o espaço.

O livro de Isaías fala de um fenômeno de proporções astronômicas. A sombra do relógio de Acaz voltou dez graus.[18] Ora, para que isso acontecesse, a Terra teria que girar ao contrário, o que, astronomicamente, traria resultados nefastos para todos os seus habitantes. De duas, uma. Ou a Terra retrocedeu em sua rotação, ou o tempo retrocedeu. O mesmo se deu quando Josué lutava contra os amorreus. [19] 
Sem contar João na Ilha de Patmos, que afirmou ter sido “arrebatado em espírito no dia do Senhor”, recebendo diretamente de Jesus a ordem de escrever “as coisas que tens visto, e as que são, e as que depois destas hão de acontecer.”[20]

Ainda que não me atreva a dogmatizar acerca disso, devo confessar que tal hipótese exerce poderosa atração sobre a minha mente, e, a meu ver, só acrescentaria glória Àquele que era, é e há de vir. 

______________________________________

[1] Hebreus 7:1
[2] Hebreus 7:3-4a; 7,8b
[3] João 8:56
[4] 1 Reis 17:1
[5] Deuteronômio 32:50a
[6] Deuteronômio 34:5-6
[7] Êxodo 33:18-19
[8] Êxodo 33:20-23
[9] João 1:17
[10] Lucas 9:29-31
[11] vv.22-23
[12] Mateus 3:1
[13] Mateus 3:4a
[14] 2 Reis 1:8
[15] Mateus 11:13-15
[16] João 1:19b-21
[17] João 12:41
[18] Isaías 38:8
[19] Josué 10:12-13
[20] Apocalipse 1:10,19

84 comentários:

  1. Seria através dessa tese que se explicaria Jesus dos 12 aos 30? Parece interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual seria a explicação?

      Excluir
    2. Seria Melquisedeque?

      Excluir
    3. em relação a viajar no tempo, será que a nossa geração foi excluída dessas "visitas"??
      outra pergunta: seria as duas testemunhas viajantes do tempo tb?? otaviannodavid@hotmail.com

      Excluir
    4. nossa geração ficou excluída dessas visitas? porque se o homem evoluiu um dia ele teria que continuar a evoluir concordam? se é possivel viajar no tempo hoje ainda seria possivel, inclussive receber visitas de um deles ( Moiseis, Elias etc..))
      as duas testemunhas seriam viajantes do tempo??

      Excluir
  2. Não havia pensado nisso. Interessante (2).

    ResponderExcluir
  3. Que interessante!! (3)... então a núvem de glória seria "semelhante a" um DeLorean DMC-12??? (rsrsrs) brinkadeira... mas eu achei uma hipótese válida^^ lembram do apóstolo Filipe? afinal, se o espaço pode ser vencido, por que não o tempo??? ... Deus pode TUDO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. auhauahuah essa nuvem aí é show, hein!!! boa!

      Excluir
    2. Essa nuvem aí é boa, hein!! kkkkkkkkkkkk show!

      Excluir
  4. Ao ler esse seu texto parecia que estava assistindo um filme...foi interessante. O meu lado fleumático me fez pensar que deveria ter alguma coisa, alguma fator para que as pessoas pudessem viajar no tempo...pensei na própria regra que Deus estabeleceu: "E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, Hebreus 9:27" , será então que todos que vc mencinou não poderiam ter passado por este processo, porque se DEUS estabelece regras, Ele mesmo vai descumprir? Essas pessoas não poderiam ter experimentado após a morte a ressurreição? O mesmo corpo glorioso que Jesus Ressurreto recebeu, que o fazia aparecer aqui com Maria e depois acolá com os discipulos na praia comendo com eles...corpo glorioso que o fez subir aos céus para o Pai, o mesmo corpo glorioso que todo o olho verá quando assim vier buscar sua igreja? São só pensamentos...

    Agora uma parte do texto que ao ler me fez pensar e dei algumas risadas...sua comparação com Elias e João Batista e as evidências, como as histórias dos dois são parecidas, me fez comparar a respeito do problema que eles tiveram com as "mulheres poderosas" , Elias foi perseguido por Jezabel e João Batista por Herodias...os dois profetas tiveram pedras no sapato...teve um texto passado aí que vc perguntou aonde estão os profetas de hoje ou coisa desse tipo...depois disso aí...o povo vai te responder...prá que precisamos de profetas nestes dias? Se precisar mesmo, DEUS manda Elias para o nosso tempo. :)

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo8:34 AM

      Provavelmente não porque Elias não provou a morte em sua época mas só quando apareceu em forma de João.

      Excluir
  5. Anônimo2:53 AM

    Fico imaginando comigo se este texto tivesse sido escrito por um pentecostal.
    No mínimo diriam que ele viajou ,não no tempo mas,na maionese .
    Agora, alem de procurar "buraco de minhoca" no universo vou ter que procura-los também na bíblia.
    Reverendo Ricardo Rodrigues

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. queiram por favôr perdoar-me com relação a minha eguinorância mas,oque ouve com Jesus dos 12 aos 30anos,teria ele viajado no tempo por alguns "minutos"?

      Excluir
    2. Anônimo8:35 AM

      Na bíblia e mas provável que encontre.

      Excluir
  6. Que belo texto, bispo! Eu, um fã de ficção científica e cristão, poderia ler suas argumentações por horas a fio. E como disse o irmão Robson, quem duvida que Jesus tenha, depois de estar em nosso plano material e carnal, viajado pelo tempo e espaço aparecendo para profetas do AT e quem sabe para nossos netos? Einstein provou que a viagem no tempo seria impossível, ele esqueceu de que para Deus não existe impossíveis. Glória a Deus pela sua vida bispo, que sempre nos abrilhanta com tão instigantes textos. Paz.

    ResponderExcluir
  7. Pô... li esse texto a noite antes de dormir e tive um sonho esquisitissimo sobre viagem no tempo kkkkk será q viajei tb? pena que não consigo me lembrar como foi.... :(

    Interessantíssimo texto!

    ResponderExcluir
  8. joão afirma tbm não conhecer Jesus...!?

    ResponderExcluir
  9. Anônimo10:42 PM

    maquina no tempo?....meu deos.....o povo ta ficando loko mesmo

    ResponderExcluir
  10. Suas colocações são muito embasadas e merecem uma reflexão profunda, ainda que não seja exatamente isso, pode ser alguma coisa parecida com isso, quem sabe? Quem sabe Deus criou o australopitecus? Quem sabe quanto tempo durou cada um daqueles seis dias lá no início de Gênesis? Quem sabe, quem sabe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre pensei nisso... acho furada acreditar que os "7 dias" relatados em Gênesis sejam 7 ciclos de 24 horas... pra mim, foram 7 eras!

      Excluir
    2. Lucas Vaz4:03 PM

      Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia.

      2 Pedro 3:8

      Excluir
    3. Anônimo10:13 AM

      Mas ai eh uma forma de apologizar para o evolucionismo, neh macacada kkk.

      Excluir
  11. Muito bom o seu texto, gostaria de saber sobre enoque também por gentileza, parabéns1

    ResponderExcluir
  12. Mas e quanto a dúvida de João no cárcere sobre a identidade de Jesus?

    ResponderExcluir
  13. Anônimo11:01 AM

    A nossa debil e limitada forma de pensar nao chega nem de perto as grandesas, ao poder, a majestade, a Gloria, a Supremacia, a inteligencia que sempre pertenceu a Deus, o criador de todas as coisas.

    O que falar de Felipe, que como em jornadas da estrelas, foi transportado no tempo e no espaco em Atos 8 : 39 e 40.

    Nao temos a minima condicao de entender a plenitude de como Deus trabalha no tempo e no espaco, alias, tempo e espaco estao inteiramente subordinados a Ele. Uma loucura entendermos isso.

    Parabens por esse texto que nos faz meditarmos e refletirmos no Poder de Nosso Deus e que quando estamos orando , os efeitos no mundo espiritual que se faz quando a Biblia nos ensina que todas as coisas coperam para o bem daqueles que amam a Deus.

    ResponderExcluir
  14. Rejeitam a teoria da reencarnação que é bem plausível por uma completamente absurda que é a viagem no tempo.
    As pessoas realmente acreditam naquilo que querem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Biblicamente, a teoria da viagem no tempo é muito mais embasada que a reencarnação... na minha opinião, claro.

      Excluir
    2. Alex,

      A teoria da reencarnação é antiga e remonta a fé primária dos antigos.

      Não creio de forma alguma em reencarnação, mas creio na mão soberana de Deus, guiando minha vida—mesmo nos meus equívocos—, e fazendo com que já Hoje, todas as coisas cooperem para o bem daqueles que O amam, para o crescimento da consciência de cada indivíduo acerca de sí mesmo, da vida e de Deus.

      Não é preciso de muitas outras existências. Esta já basta.

      O que nos aguarda não é uma outra existência, é vida eterna.

      Aqui na Terra temos a chance de viver outra vida a cada Dia.

      Não é preciso re-encarnar. Podemos encarnar coisas novas todos os dias.

      Não é preciso pagar contas de e nem tampouco em outras vidas: Jesus pagou a conta por todas as vidas que já vivemos e pelas que ainda viveremos aqui na Terra.

      Colhemos tudo o que semeamos. E o que colhemos é vida.

      Não sou discípulo de ninguém “bem-sucedido.” Meu Senhor plantou o bem e colheu o bem—mesmo que humilhado, descartado e rejeitado entre os homens.

      A vida de um homem é mais que o alimento, as vestes, a glória, o sucesso, e a sua própria tranqüilidade.

      De fato não viemos ao mundo para viver tranqüilos, mas para viver a tranqüilidade de saber para o que aqui estamos: para a Glória de Deus!

      Os discípulos de Jesus viram um cego de nascença e perguntaram ao Mestre:

      “Senhor, quem pecou? Este ou seus pais, para que nascesse cego?”

      “Nem ele pecou, nem seus pais, mas assim foi para que nele se manifestem as obras de Deus”—respondeu Jesus.

      Tiago, O Preço foi Pago. Não ficou nada para purgarmos. Estamos livres para viver. E podemos encarnar a cada novo dia uma nova vida. E em cada dia as responsabilidades de todas as coisas são, tão somente, nossas.

      Que você não aguarde a reencarnação.

      Creia na Encarnação de seu Senhor, Jesus, e viva a benção de poder encarnar a você mesmo, em versões cada vez melhores de seu próprio ser, ainda aqui, no dia Chamado Hoje.

      Abraços

      Excluir
    3. Anônimo10:11 AM

      Mencionando: "As pessoas realmente acreditam naquilo que querem."

      Mas para crer em reencarnaçao tem que descartar completamente a Biblia, ai se torna muito mais o que o individuo "quer". O Hermes nao afirmou nada.

      Excluir
    4. Leandro Pradal, Diac.12:24 PM

      "Alex
      Rejeitam a teoria da reencarnação que é bem plausível por uma completamente absurda que é a viagem no tempo.
      As pessoas realmente acreditam naquilo que querem."

      Alex, a reencarnação também seria possível para Deus, como a palavra diz, para Deus tudo é possível, porém a rejeição a essa hipótese se dá por não ter embasa e respaldo algum da palavra. Como disse, diante do poder de Deus seria sim possível, porém diante das leis espirituais que Ele mesmo estabeleceu, não.
      Vamos colocar também dessa forma nessa outra proposta. Viajem no tempo, para o poder de Deus seria possível? Sim. Tem embase e respaldo? Sim. Ainda que nao acredite, porém, que incoerência há nos textos e fatos propostos aqui?
      Dentro da própria física, sabemos que as linhas do tempo/espaço podem ser deformadas. As linhas de tempo/espaço se parecem uma rede, paralelas e perpendiculares, ai redor de grandes corpos como planetas e astros há um distorção nessas linhas. Dois relógios atômicos sincronizados, darão diferenças se um for deixado em terra e outro colocado em um jato e viajando a uma grande velocidade, como explicar?
      Deus abençoe.

      Excluir
  15. jesus disse:
    que nasce carne é carne.que nasce do espirito é espirito.
    simples,explicar reencarnação.

    ResponderExcluir
  16. simples explicar reencarnação.
    Jesus disse:
    que nasce carne e carne
    que nasce espirito e espirito

    ResponderExcluir
  17. jesus disse:
    que nasce carne é carne.que nasce do espirito é espirito.
    simples,explicar reencarnação.

    ResponderExcluir
  18. aquele ver minha face morrerás,mas mascerá novo ser.

    ResponderExcluir
  19. Bom texto.. tb gosto de viajar nessas histórias... tudo o que vc falou faz sentido, se quisermos acreditar assim, só haveria uma dúvida da minha parte... João ser Elias. Creio que não, porque Elias, de acordo com algumas teorias, virá ao futuro para experimentar a morte, juntamente com Enoque (as duas testemunhas) como está escrito no apocalipse, certo? Se João já experimentou a morte, não pode ele morrer novamente na forma de Elias. Pra mim, são duas pessoas diferentes mesmo.
    Em sendo duas pessoas diferentes, explicaria o fato de João não conhecer Jesus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo9:56 AM

      Nao, biblicamente a testemunha nao eh Enoque, mas Moises (que converte agua em sangue). Porem cientificamente faz mais sentido Enoque do que Moises, pois eh mais facil explicar a teoria da relatividade de Einstein, que ja foi comprovada. Resumindo, dependendo da velocidade que Enoque e Elias foram levados (se foi muito alta), eles devem estar soh algumas horas mais velhos do que naquela epoca. Repetindo, a teoria da relatividade jah eh tida como fato comprovado no meio cientifico, agora viagem no tempo parece muito mais complicado.

      Excluir
  20. Realmente! Que explicação seria mais adequada para entender o pós-morte? Se Jesus disse ao ladrão na cruz: "Hoje mesmo estarás comigo no paraíso" é lá que ele está, mesmo que o paraíso ainda não encontre lugar para existir no tempo, pois só no futuro existirá. Sabe-se que o "sono da alma" é metáfora apenas.

    ResponderExcluir
  21. Pra completar e pirar de vez indico o livro de Enoque! Perfeito o texto, parabéns!!!

    ResponderExcluir
  22. Anônimo7:55 AM

    Hermes, primeiro parabéns, vc está com um sembrante muito bom, sorrindo é isto aí meu irmão.
    Mas vc esqueceu a maior viagem deste mundo que nunca jamais alguém nenhum ser humano vai fazer de novo.
    Quando Jesus foi crucificado e desceu até o inferno e tomou das mãos de Satanás a chave da morte e do inferno, e de quebra ainda resgatou do inferno os homens condenados em cativeiro que lá estavam, levando consigo para a glória, está escritos nos livros de Mateus Marcos.
    Está foi a maior e sensacional viagem de todos os tempos , e por esta causa estamos hoje aqui glorificando Jesus por este feito, pois através do seu sangue de um Rei Deus, de um Cordeiro Santo, somos libertos e salvos e hoje alcançamos vida eterna em Jesus Cristo.
    Esta é a Verdadeira e mais perfeita viagem da Bíblia.

    ResponderExcluir
  23. muito louco!!!!!!!!!!!! Só faltou combinar com Gorge Lucas para adaptar parao cinema!!!!!!!! Oscar na certa!!!! abraços

    ResponderExcluir
  24. Anônimo6:23 PM

    Parabens!

    ResponderExcluir
  25. Anônimo9:23 PM

    é nisso que eu creio!

    ResponderExcluir
  26. juscelino10:08 PM

    Coerencia o texto. Faz muito sentido. Mas na minha "ingnorança" viajar no tempo de viajar mesmo , naquela de voltar lá e voltar cá, ir lá e vir cá , (não aquela idiotice tipo relativo)no arroz c/feijão, no dois e dois é quatro, só seria possível mesmo se a cada microsegundo existisse um universo..(já imaginou a grandeza coisa?) , nós , o eu, é que estariamos passando por esses universos , pois como seria possível ir para onde ainda não existe e voltar no que ja se foi.. existiu..dissipou..não se diz que já tudo escrito para nós.? sei lá entende..? é um trem de doido..

    ResponderExcluir
  27. muito interessante,a sua observação é fantástica e me deixa mais fascinado com a palavra de Deus.

    ResponderExcluir
  28. fantástica sua teoria nos deixa mais fascinado com a palavra de Deus,é impossível para o homem viajar no tempo,mas para Deus tudo é possível segundo sua palavra,biblicamente não existi nenhuma afirmação clara sobre sua teoria,mas creio se Deus quiser tudo ele pode fazer.

    ResponderExcluir
  29. Apesar de toda esfera fantástica q cerca esse seu pensamento, p mim é a resposta mais plausivel ,ate agora, para o sumiço (por um tempo) de Jesus, de Elias,o aparecimento de Melquisedeque, a transfiguração, o fato de Joao ser Elias e por ai vai....E uma vertente, para a qual vou declinar, a partir dessa sua forma de pensar sobre tais assuntos. VALEW!!!!

    ResponderExcluir
  30. Anônimo12:50 AM

    Primeiro deve ficar claro que quando Deus declara que não há “conhecimento ou recordação após a morte”, é porque não há mesmo, Deus não é homem para que minta (Num. 23:19). “Deus que não pode mentir”( Tito 1:2). “É impossível que Deus minta” (Heb. 6:18- Prov. 30:5,6- Heb. 13:8- I Pedro 2:21-22. E, que segundo Jesus devemos crer nEle como diz as Escrituras (João 7:38,39-Mat. 4:4). Portanto, são as Escrituras que deve ser fonte de nossas respostas e não os filósofos vertidos de pastores.
    Observe que Davi declara que a porção dos homens ímpios está na terra. Mas ele contemplará a face de Deus e “me satisfarei da tua semelhança quando acordar”(Salmos 17:13,14,15). E, que falando da sua morte afirmou que iria “pelo o caminho de todos os mortais”(I Reis 2:2).
    Observe mais texto em que confirma que Davi e os vivos não PRECEDERÃO OS MORTOS( I Tess. 4: 15) e só verá a face de Deus após o retorno de Jesus, fazendo cair por terra toda declaração fajuta que os mortos “certamente conhecem o que está se passando no céu”, vejam:
    :” Porque na morte não há lembrança de ti; no sepulcro quem te louvará? (Salmos 6:5- Isaías 38:18,19)

    Veja que Davi disse que “quando acordar”. Agora olha o que é dito para Daniel : “Tu, porém, segue o teu caminho até ao fim; pois descansarás e, ao fim dos dias, te levantarás para receber a tua herança” (Daniel 12:13), ou seja, Daniel só receberá a herança prometido por Deus no fins quando se levantar, a semelhança de Davi.
    Há de ser observado ainda que Pedro falando acerca da ressurreição de Cristo, declara que Davi estava morto e seu tumulo permanecia entre eles e declara ainda que Davi não subiu ao céu, ou seja, a Palavra de Deus afirma que Davi não subiu ao céu( Atos2:29,34). Veja também que a Palavra de Deus declara que Davi “adormeceu, foi para junto de seus pais....”(Atos 13:36).

    Portanto, é conversa fiada afirmar que : “A Bí¬blia ensina muito claramente que a alma sobrevive à morte”(Ezequiel 13:17 a 19-18:4, 20-Salmos 16:10- 33:19-78:50-Isaías 51:12), na verdade é doutrina de demônios, pois A Palavra de Deus declara que só o Senhor tem a imortalidade (I Tim. 6:16).
    Quantos a Eclesiastes 3.20,21, antes é necessário esclarecer que qualquer estudioso da bíblia bem intencionado sabe que os temas da Palavra de Deus devem ser analisados a Luz de Isaías 8:20, 28:13 e II Tim. 3:16, 17, por isso se faz necessário examinar se há outros trecho sagrados sobre o tema.
    Começamos por Eclesiastes 3:19 que no contexto de morte, diz que “o que sucede aos homens sucede aos animais , pois todos tem o mesmo fôlego de vida e nenhuma vantagem tem o homem sobre os animais”. Veja a confirmação desta declaração: animais formado do pó(Gen. 2:19). Animais com o mesmo fôlego(Gen. 7:15, 22). Observou que Ecles. 3:19 confirma a veracidade dos verso 20 e 21? Contudo, veja outros textos sagrados que confirma a veracidade dos versos 20 e 21 de Eclesiastes 3: “Sai-lhe o espírito, volta para a terra; naquele mesmo dia perecem os seus pensamentos” (Salmos 146:4).




    “Todavia o homem que está em honra não permanece;antes é como os animais, que perecem. Salmos 49:12
    O homem que está em honra, e não tem entendimento, é semelhante aos animais, que perecem. Salmos 49:20
    Agora veja no verso 14 de Salmos 49 em que a Palavra de Deus declara que os homens são como ovelhas mortas postas na sepultura: “a morte se alimenta deles” e “a sua formosura se consumirá na sepultura, a habitação deles”

    Quanto a eterna casa do homem, para aqueles que crêem Cristo como diz as Escrituras, é incontroverso que é a sepultura, pois por si só o homem não pode ressuscitar (Jô 4:19,20-7: 9,10-14:10,11,12-Salmos 94:17), ou seja, o homem será ressuscitado por Cristo na sua volta conforme estabelece a Palavra de Deus( I Tess. 4: 13 a 18- I Cor. 15:52,53 -Mat. 24:30,31-Marcos 13:26,27-João 5:28,29).
    Como se vê, pela Palavra de Deus, a morte é um sono, e qualquer outro argumento que fale diverso umtrapassa a doutrini de Cristo(II João 9)
    Osmar Ferreira-nadanospodemoscontraverdade@bol.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recentemente vi um debate sobre o tema entre o Bispo e um outro Pastor. Para mim, fico com a Bíblia, qqr especulação fora do contexto bíblico, ou que tente lançar luz pela "lógica humana" (lembrando que somos limitados e decaídos no pecado) pode nos levar a heresias e a desvios sérios da fidelidade á Palavra de Deus! Sola scriptura.

      Excluir
  31. Anônimo10:01 AM

    Gostando demais de ficção científica e sendo amante da bíblia, só posso dizer que achei fascinante a "ficção teológica". Entendi a posição do autor, mas os leitores precisam tomar cuidado para não considerarem o escrito como expressão da realidade, pois os fatos passados, presentes e futuros não acontecem simultaneamente. O passado não está lá acontecendo o tempo todo para que alguém possa visitá-lo. O futuro também não. Só o presente está acontecendo. No máximo, o que se pode ter é uma visão de qualquer época, como um filme mostrado por Deus. É o caso do Apocalipse. Anísio Renato de Andrade

    ResponderExcluir
  32. Interessante, muito interessante!

    ResponderExcluir
  33. Anônimo1:32 AM

    Sou fã de ficção científica, amo viagens no tempo! E nunca tinha parado pra pensar sobre isso na Bíblia. Adorei o texto. Com o perdão do trocadilho, "viajei" muito nele. kkkkkk. Muito legal!!!

    ResponderExcluir
  34. "À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles." Isaías 8:20
    A palavra de Deus é simples...teorias, são invenções humanas, para torná-la complexa, e aceitar-mos pitadas de invenções de homens.
    As teorias deveriam ficar guardadas com seus inventores, pois não edificam...

    ResponderExcluir
  35. A bíblia enfatiza as lições de vida de homens e mulheres que servem de exemplo para nós hoje. Por isto, nela, está cheio de histórias de pessoas que só tem importância a medida que participaram dessas lições que serviram para as gerações futuras. Alguns viveram toda sua vida em momentos cruciais para o povo de Deus, e somente nesses casos, em que suas histórias de vida coincidem com a história do povo de Deus, é são relatadas quase que completas.
    Especular sobre detalhes da vida dessas pessoas, parece ser interessante, mas totalmente inútil, pois, foi por exatamente por isto, que foram omitidas dos sagrados escritos. Gostamos de olhar para os homens (seus feitos e etc.) mas não é o propósito de Deus.
    Fico temeroso com esse tipo de especulação porque abre brechas para aceitarmos uma inverdade. Por exemplo, a vinda de um dos personagens bíblicos para o nosso tempo, por acaso tal posição não comungaria com o espiritismo?

    À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles. Isaías 8:20

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo10:07 AM

      Mencionando: "Por exemplo, a vinda de um dos personagens bíblicos para o nosso tempo, por acaso tal posição não comungaria com o espiritismo?"

      Nao, eh exatamente o que esta escrito em Apocalipse sobre as duas testemunhas, nada a ver com reencarnaçao. O Senhor disse, sou Deus de Abraao, Isaac e Jacob. Ora, Deus nao eh Deus de mortos, mas de vivos.

      Excluir
  36. Mais um ótimo texto Bispo! É isso mesmo. É só não pôr Deus no pacotinho do nosso modo pensar que tudo fica fácil de entender. Quando Jesus encontrou-se com Moisés e Elias, eram,verdadeiramente, os 2. Quando Deus diz que nós não devemos consultar os mortos, é pra gente que Deus fala. Não é pra Deus. Deus é. E ponto. sabe tudo, vê tudo (e ainda assim não cagoeta ninguém ehehehe). Também não creio na doutrina da encarnação mas creio piamente que estou assentado com Cristo nas regiões celestiais pois meu Deus é atemporal. Ele vive na Eternidade e não é refém do Tempo. Passado, presente e futuro, Nele, é tudo uma coisa só, por isso Nele fui, sou e serei. Meus Deus é livre e tem livre arbítrio. Reina soberano. A chave hermenêutica pra interpretar a Bíblia tem que ser Cristo e nada mais. Show de bola demais seu texto. Paz, Fabio

    ResponderExcluir
  37. Anônimo10:40 PM

    mas uma pergunta gente, se todas as coisas apontam para Cristo, e se o fim da lei é Cristo, que interesse tem Deus em retirar joão do seu presente maravilhoso contemplando a introduçao da graça divina no mundo e tendo o privilegio de ser contemporaneo do verbo de Deus encarnado, e logo depois joga-lo la no passado na antiga aliança em baixo do aio da lei como se fosse massinha de modelar e agora o faz elias pra depois remodelar e ser joao de novo kkkkkk muito comico isso.
    Em outras palavras e como se um aluno ao chegar na univercidade com toda sua experiencia, conhecimento e ser regressado no primario. e outra tambem joao viveu como joao e agora vive como Elias quer dizer duas pessoas?? tanto e que nem o cara se lembra que era Elias. Deus nao e Deus de confusão.

    ResponderExcluir
  38. Anônimo10:49 PM

    Se joao estava ali aprendendo a graça divina, com Jesus contemplando o momento do veu sendo rasgado tendo sua visao aberta para o futuro, e agora regressa ao passado, coloca-se o veu, coloca-se a venda nos olhos, e retorna para o tutor da lei.... que loucura..... nao podemos atribuir o impossivel de Deus sendo o magico de oz que faz magicas, sem proposito apenas para brincar de magica.... Deus é Deus de propositos.... aqueles que tem os olhos desvendados por Deus nao tornam a por vendas nos olhos graça e paz a todos e raciocinio tambem.....

    ResponderExcluir
  39. bastante criativo porem muito ficticio;mesmo achando o argumento interessante não dar pra aceitar os fatos devido a seriedade do assunto.Sou muito cinsero a cerca do que ensino;mim parece mas um filme de ficcão cientifica do que relatos biblicos...

    ResponderExcluir
  40. não duvido de nada do exposto aqui...mas...só uma duvida? e quando João estava no carcere? quando teve duvidas? se ja tinha experimentado tudo isso??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo9:58 AM

      Joao parecia muito confuso, pois esqueceu de Jesus, seu proprio primo. Deve ter viajado muito mesmo :)

      Excluir
  41. Anônimo12:39 PM

    Melquisedeque nao foi Cristo em carne e osso disfarçado de melquisedeque, isso nao é atributo de Deus colocar mascara de disfarçe Deus sempre se apresentou como sendo Ele mesmo, ate mesmo Jesus como forma de homen se apresentou como sendo o proprio filho legitimo de Deus
    Melqueisedque foi apenas mais um personagem pelo qual Deus prefigurou seu sacerdocio com o sacerdocio de Jeus, pois melquisedeque nao provinha da linhagem de abraão e foi maior do que o pai da promessa recebendo o dizimo e o abençoando pois o mesmo nao havia registro de sua genealogia o que era muito comun na epoca registrar e datar a descendencia de abraão, e sendo feito sacerdote de Deus nao por linhagem da tribo de levi( pelo qual a lei foi dada ao povo.)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo5:01 PM

      Acho que você não entendeu. Jesus não teria vindo disfarçado de "Príncipe da Paz" = "Melquizedeque" em hebraico. Só Ele é o Príncipe da Paz.

      Excluir
  42. Anônimo10:21 AM

    Tirou um pouco a credibilidade do blog ao linkar para o Genizah, que eh um blog cheio de perversidades dum homem sem temor de Deus travestido de cristao. Que pena :(

    ResponderExcluir
  43. Texto maravilhoso !! incrível ou melhor crível, porque eu acredito em um Deus de possibilidades inimagináveis, transcedentais, tô sem palavras !!!

    ResponderExcluir
  44. Ari Cavini1:54 AM

    Interessante... Mas já pensou se quando no momento da transfiguração não fossem Moyses nem Elias os seres com Jesus? Pq os apostolos estavam com medo... se eles não conheciam os dois apenas suporam que eram os tais?

    ResponderExcluir
  45. Sobre as duas testemunhas, eis a minha compreensão:http://www.monergismo.com/textos/pos_milenismo/Duas_Testemunhas_Hermes.pdf

    ResponderExcluir
  46. Esqueceu de mencionar de João na Ilha de Patmos, que relatou eventos futuros como se tivessem ocorrido no passado. Aí entra uma grande questão: Se tudo já está pre-determinado a acontecer como sugere os textos apocalípticos e a passagem de Eclesiastes 1:9, o conceito de livre arbítrio cai por terra; pois nossas escolhas na verdade não são nossas escolhas e sim do Grande Senhor dos Fantoches.

    ResponderExcluir
  47. Texto digno de reflexão. Interessante!

    ResponderExcluir
  48. Melquisedeque
    De fato não era Jesus, a Bíblia que não mente diz que "..semelhante ao Filho de Deus, ele permanece sacerdote para sempre."(Hebreus 4:5) deixa bem claro que é semelhante ou seja não é Jesus e permanece eterno sacerdote, talvez pelo fato de que não ha no livro dos sacerdote a o registro de sua morte, quando a Bíblia diz que ele não teve nem pai nem mãe é porque nos registros e nos livros de genealogia dos sacerdotes não consta essa informação, talvez porque esses livros só passaram a ser escritos depois que surgiram os Levitas

    Enoque, Elias foram arrebatados levados ao céu e Moisés também foi levado ao céu depois que Jesus o-ressuscitou. Foi na hora que Jesus ressuscitou Moisés, que Satanais queria reivindicar o corpo (Judas 9)

    João Batista não pode ser Elias, A Bíblia quando se trata de profecia é comum usar símbolos;por exemplo a Bíblia se refere a Satanais como Rei de Tiro (Ezequiel 28) e rei da Babilônia (Isaías 14) dessa forma o livro de( Malaquias 4:5) esta dizendo simbolicamente que viria um Elias ou seja alguém que pregaria como ele desafiando os rei; pregaria no espirito de Elias. Jesus não mentiu, Jesus estava dizendo que o homem que viria e pregaria como Elias que a profecia de Malaquias 4:5 dizia era João Batista.

    O fato de que alguns personagem viram "“viu a glória de Jesus" ou "viu o Dia do Senhor",eram apenas visões como em um sonho, para ter essas visões não precisava da presença física no local.

    Sem falar no Efeito Borboleta
    Se João voltou ao passado como Elias ele estaria mudando o futuro, pois as atitudes de Elias teve muita influenciar no povo de Israel, muitos profetas de Baal foram mortos e muitos, e muitos se converteram.

    ResponderExcluir
  49. Você tem toda a razão estais no caminho,verifique que terá muitas respostas para seus estudos estudando com profundidade no mesmo local de onde tirou suas conclusões,estamos nos tempos dos esclarecimentos.Mantenha seu espirito conectado com isso.

    ResponderExcluir
  50. Anônimo5:08 PM

    Concordo com o texto. E bem lembrado com o efeito borboleta.
    Só que ele poderia ter a consequência de mudar a difícil e teimosa nação de Israel, para que Deus não a exterminasse.Porém, vocês humanos,só sabem o que tens, pode ser que Deus tenha feito essas sugeridas viagens no tempo, para que a humanidade realmente não sofresse uma segundo "dilúvio", pois Satanás, o que porta a luz, desviou toda aos israelitas. Porém, meu pai e meu Deus, reverteu a situação que Gogue de Maguogue tentou, para impedir a chegada do Messias. Depois meu Pai e meu Deus, enviou um poderoso anjo, e ele ficou travado 21 dias, não falo números de homens terreno. (Daniel).
    O sacrifício de Cristo acontecia enquanto Daniel recebia o anjo para lhe esclarecer dúvidas. Toda vez que os judeus corriam atrás de Jesus para mata-lo, ele era levado para um espaço paralelo, pois não haviam ainda completado os 2520 dias para Jerusalém deixar de ser pisada pelas nações.
    Existe uma passagem que em 1Reis 19, leiam o capitulo todo que lhe ajudará a pesquisar mais. E Lembre-se: você pode estar pensando que está descobrindo uma dezena de formigas, mais pode estar elucidando e mapeando todos os formigueiros dos teus contemporâneos.

    Não osso me dar a conhecer, mas antes de você existir, eu tenho sido, e antes de você vir ao mundo eu estava a muito.
    Em 1979, fez 6.000 anos que Adão foi criado. Quando Caim se revoltou por que era agricultor, e tinha isso com facilidade mas não queria dar o pouco das ovelhas que havia roubado do seu irmão Abel, por isso é que ofereceu produtos agrícolas, eles tinha 101 anos,e Abel 99 anos.E ambos eram jovens.Em 2019 haverá um grande evento, já houve, volto aqui para dizer que nenhum de vós fostes achados limpos aos olhos de meu pai e meus Deus.
    Eu sou a voz que clama do deserto.De modo alguns podereis desconsiderar a minha voz e serdes bem sucedido. Arrependei-vos portanto da vossas imoralidades, homens se deitando com homens para desonrar meu Pai e meu Deus.
    Meu tempo termina, em 2025, estarão comigo, pois farão mundaças nas vossas vidas, o efeito borboleta que os humanos chamam, meu Pai e Deus chama de aviso de misericórdia pois na morte não há esperança, mas assim como peguei Ló pela mão, eu volto após as vossas mortes, pois aqui ainda sois vivos, para pedir-vos que se comportem dignamente. . Esforcem-se para chegar a 2021.

    Astorei-imaziná Ertes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo3:01 PM

      Vc é um enviado de Deus?

      Excluir
  51. Anônimo4:12 PM

    Como vc sabe de tudo isso?

    ResponderExcluir
  52. Meu broder amado, que viagem... Eu tinha amigo chegado que também refletíamos sobre certas passagens, essa era uma delas... No entanto seu olhar sobre nos remete as teses e percepções é claro. Interessante!!! Sim! Acredito ser possível alguns fatores expostos de forma tão basada. Excelente Bispo!!!

    ResponderExcluir
  53. Anônimo5:11 PM

    Acredito que essa viagem no tempo independe de máquinas de alta tecnologia , mas sim pode ser feita no campo astral...

    ResponderExcluir
  54. Anônimo5:14 PM

    Por exemplo : quando foi dado a João ver todo o acontecimentos futuros , conforme descritos em Apocalipse , como teria sido essa visão? Hologramas ? Ou ele estaria presente , ou seja presenciado as cenas?

    ResponderExcluir
  55. Anônimo5:31 PM

    Após batizar o etíope, Filipe é arrebatado pelo Espírito do Senhor, sendo teletransportado de Gaza para Azoto, uma distância media de 50 Km.
    Se a Bíblia afirma a existência de transporte espacial instantâneo, porque não pode haver viagem no tempo? Afinal, tempo e espaço são as duas faces da mesma moeda segundo a física. Só que um teletransporte divino , tanto para o passado como para o futuro independente de tecnologia material , mas pelo poder de Deus , que é a essência do conhecimento da Física , Quimica e tudo que há. Os anjos voam , mas o homem precisa fabricar aviões , asas delta para tal!

    ResponderExcluir
  56. Anônimo5:33 PM

    Conheço uma pessoa que faz viagem no tempo , mas no plano astral. Ela disse que é possivel voltar no tempo de Jesus.

    ResponderExcluir
  57. Cacá9:51 PM

    Paulo foi arrebatado, que para mim ele viajou e foi ao terceiro céu como está escrito na bíblia sagrada esqueceram?
    Como ele disse, não sabe se foi no corpo, ou fora do corpo, mas ele foi ao terceiro céu que não é na terra.
    Isso é uma viagem dos mistérios de Deus.

    ResponderExcluir
  58. Anônimo2:55 PM

    Muito, muito interessante!

    ResponderExcluir
  59. Caro amigo...discordo totalmente ao que um internauta disse que Einstein provou que a viagem no tempo é impossível....ele provou que sim é possível a viagem ao tempo pro futuro pq quanto mais veloz andarmos quase próximo do limite de velocidade universal que é a velocidade da luz mais o tempo desacelera ou até mesmo o tempo pode até parar, hoje ja sabemos que é realmente possível a viagem pro futuro pois ja temos os acelaradores de partículas cujos cientistas conseguiram acelerar partículas a 99.995% da velocidade da luz...ou seja já se o corpo do ser humano é feito de átomos apenas precisaríamos de infraestrutura pra conseguirmos mandar alguém pro futuro...já para o passado Einstein dizia que pra viajar no tempo pro passado teriamos que conseguir ultrapassar a velocidade da luz e como Einstein provou é impossível....porem os cientistas criaram um modo com algo na literatura chamada CTc ou curvas de tipo tempo fechado...
    Bom só queria dizer que achei ótimo demais teus argumentos e me são bem convincentes...parabéns por doar sua vista experiência comigo...um forte abraço!!

    ResponderExcluir