segunda-feira, janeiro 05, 2009

2

Choque de ordem? Eduardo Paes mostra pra quê veio

Começou hoje pela manhã a operação de combate à desordem urbana da Prefeitura do Rio. Segundo o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, o objetivo da operação é atacar diversas situações que incomodam o dia-a-dia do carioca. De quê carioca ele está falando? Do carioca morador da orla? Do de classe média alta? Porque certamente não é o carioca mediano que ele está falando.

Vai sobrar mesmo é para os camelôs, para as kombis, e para as construções em terrenos cobiçados por grandes empresas ou construtoras.

Fazer o quê? Foi a população mais carente que elegeu essa gente.

No Recreio dos Bandeirantes, uma mega equipe de trezentos servidores de diversos órgãos agiram na desocupação e demolição de um prédio na Estrada do Pontal. Ao todo estão sendo demolidos 34 imóveis no bairro, sendo 18 apartamentos, 12 estabelecimentos comerciais, UMA IGREJA EVANGÉLICA, um depósito de bebidas, um salão de festas e uma cobertura.

Eles não estão demolindo apenas imóveis. Eles estão destruindo sonhos, vidas inteiras de trabalho.

Chamou-me a atenção o fato de que entre os imóveis demolidos, havia uma igreja evangélica. Lembrei-me de ter assisto a pastores de renome manifestando apoio irrestrito a Eduardo Paes. E aí? O que dizer agora? Onde aquele povo vai se reunir para cultuar a Deus?

Será que o pastor daquela igreja também se empenhou pela candidatura do único candidato que podia impedir a eleição de Gabeira?

Cadê a turma do Silas Malafaia, da Melodia, do Eduardo Cunha, do Manoel Ferreira? Quem vai sair em defesa daquela igreja?

Ou ainda: quem vai sair em defesa daquela gente que perdeu tudo? Dezoito famílias perderam sua moradia?

E o quanto aos ambulantes? O crime organizado agradece a Eduardo Paes e à sua trupe, por prover mais mão-de-obra para o tráfico. Infelizmente, muitos daqueles que terão que abandonar suas barracas, não terão opção de trabalho, e recorrerão à criminalidade. Não estou generalizando. Mas é isso que acontece quando um pai de família não tem condição de comprar o leite do filho recém-nascido.

Que bom que ninguém é ingênuo pra acreditar que todas essas investidas da prefeitura não servem a outros interesses...

Choque de ordem... Eu já vi esse filme antes.

Espeeeeraaaaaaa! Daqui a pouco veremos o que será construído no lugar desses imóveis.

2 comentários:

  1. Anônimo2:05 PM

    Se comenta a boca pequena no transporte alternativo que a esposa de Sergio Cabral é filha de um mega empresario do transporte urbano, será que é por isso que eles combatem tanto esse transporte.

    ResponderExcluir
  2. tomara mesmo q sobre para as kombis camelos e coisas do gênero. essa desordem incomoda. E as "coitadinhas" das 18 familias sabiam q compravam um imovel irregular... agora elas q arquem com as suas inconsequencias.
    E os pastores q vão cobrar dizimos em lugares regulares, afinal, igreja nem imposto paga.

    ResponderExcluir