quinta-feira, junho 09, 2016

26

Jogue o legalismo no lixo!



Por Hermes C. Fernandes

Imagina uma criança que acaba de nascer. Ao ser retirada do ventre de sua mãe, a placenta que a protegeu por nove meses também é removida. Uma vez cumprido o seu papel, ela vai parar no lixo, junto com o cordão umbilical através do qual a criança se alimentava.  Depois de limpa do líquido amniótico, a criança é embalada numa manta e colocada num confortável berço. É claro que nada se compara ao ambiente acolhedor do ventre materno. Mas este tempo não voltará jamais. É hora de enfrentar o mundo externo e se preparar para crescer.

Digamos que algum desavisado resolva resgatar a placenta da lixeira para reaproveitá-la. Tal atitude poderia ser considerada sensata? Obviamente que não. Imagine, ainda, se esta pessoa resolvesse levar a placenta para casa e criá-la como se fosse a própria criança. Isso seria o cúmulo do absurdo, concorda?

E se esta pessoa começasse a criticar a mãe que depositou o recém-nascido no berço?
- Que vergonha! Desprezando a placenta que foi tão útil... Como ela poderia ser tão ingrata? Como pode trocar algo natural, acolhedor, protetor, por algo artificial? Essa mãe está muito moderninha para o meu gosto.
É claro que ninguém em sã consciência pensaria desta maneira. Todavia, tem sido assim que muitos têm se portado com relação às estruturas, estratégias e modelos eclesiásticos.

De um tempo para cá, tenho sido duramente criticado por posturas consideradas pós-modernas. Há até quem faça aquele comentário maldoso, do tipo, “já não se faz pastores como antigamente”. Tomando emprestada uma fala de Ed René Kivitz, não se faz pastores como antigamente, pelo simples fato de já não se fazer pastores PARA antigamente.  

Modelos servem como placentas. Depois de cumpridos o seu papel, devem ser descartados. Não devemos fidelidade a tais estruturas, mas a Deus somente e aos Seus propósitos.

A igreja dos Gálatas estava voltando à lixeira em busca de placenta e do cordão umbilical; trocaram a graça genuína pelos ritos ultrapassados exigidos pela Lei Mosaica.

Infelizmente, muitos pararam no tempo, tornando-se reféns de um saudosismo nada saudável. Tiraram o foco da criança recém-nascida para a placenta que já não serve para nada. Criam a placenta, enquanto lançam a criança no lixo.

Não se pode querer criar a criança juntamente com a placenta, assim como não se pode conciliar a liberdade da graça com as demandas da Lei. O máximo que a Lei oferece ao pássaro enjaulado é um passeio matinal, mas sem sair da gaiola. Isso, quando não corta as suas asas. A graça abre a gaiola e convida o pássaro a voar. Tenho percebido, por parte de algumas denominações, um empenho de conciliar uma coisa à outra. Algumas parecem tão descoladas no formato, na linguagem, mas escondem por trás disso o mesmo veneno legalista. Tudo não passa de uma passeio sem sair da gaiola. 

Depois de conhecer o gostinho da liberdade, nunca mais o pássaro quer saber de viver engaiolado. Não faria sentido armar um alçapão para tentar capturá-lo novamente. É isso que fazemos quando recorremos a expedientes que são contrários ao espírito da graça. É o mesmo que tentar misturar água e óleo. Se você experimentou a liberdade da graça, redobre os seus cuidados com os alçapões. Querem lhe recapturar! Fique esperto!

Paulo denuncia alguns que se infiltraram no meio da igreja para espionar a liberdade que os irmãos tinham em Cristo e os reduzir à escravidão. O apóstolo dos gentios declara que em momento algum submeteu-se a eles para que isso não comprometesse a integridade do evangelho (Gl.2:4-5).

Em sua epístola aos Colossenses, ele reage duramente ao assédio destes porta-vozes do legalismo:
"Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo (...) Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz. E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo. Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados (...) Ninguém vos domine a seu bel-prazer com pretexto de humildade e culto dos anjos, envolvendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão (...) Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como: Não toques, não proves, não manuseies? As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens; as quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne." Colossenses 2:8, 14-16, 18, 20-23
Ou somos frios ou quentes. Ou vivemos sob a égide da graça ou nos rendemos à opressão da Lei. Deus não tolera mornidão.

Sempre estive ciente dos riscos envolvidos. Porém, prefiro corrê-los a viver aquém daquilo que me tem sido revelado.  Como disse Søren Kierkegaard, "ousar é perder o equilíbrio momentaneamente. Não ousar é perder-se.” Ou como diz o poeta Sérgio Vaz: "Se você faz tudo sempre igual, é seguro que nunca se perca, mas é possível que nunca se ache."

Deixe a placenta na lixeira. Ela já não tem préstimo algum. Já, já, vai começar a cheirar mal. Esqueçamos das coisas que ficaram para trás e avancemos para as que estão diante de nós. Da mesma maneira como descartamos a placenta, vai chegar a hora de aposentarmos o berço, e pouco mais adiante, trocaremos a mamadeira por talheres, as fraudas por roupas cujos números serão alterados ano após ano, até que cheguemos à estatura de perfeita varonilidade.

Deixando de lado o rock, apelo a um conhecido enredo de samba:

"Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós!" E que ninguém se atreva a querer cortá-las...

Prefiro a vertigem que a liberdade provoca ao insuportável jugo da Lei.

26 comentários:

  1. José7:55 AM

    Hermes vc já teve seu holofote negativo e quer mais? Atenção o Hermes quer mais glória, mais comentários para engrandecer seu blog, vai tomar vergonha na cara Hermes e pare com esta falsidade de cristão que vc não é um cristão, revele-se e diz logo quem vc é um joio. e ponto final.
    Vc Hermes já está passando dos limites, e cuidado com suas palavras que diz, pois vc vai dar conta de tudo que falar com Deus e vc sabe que com Deus nao se brinca, Ele é fogo consumidor.
    O negocio seu é prover seu blog que altamente perigoso para o evangelho de Jesus, mas não vai não, pois a Palavra de Deus original de Jesus e dos apóstolos é mais do que vc suas mentiras.
    Vc Hermes é um lobo vestido de ovelha, um joio a mando da Nova Era e vindo com toda força com doutrinas falsas, vc Hermes é um falso profeta dos últimos tempos. O interessante que vc está indo a caminho
    para o inferno e está levando consigo os trouxas que comentam em seu favor lendo o que não presta que são seus textos diabólicos que tem intenção obscuras que muitas pessoas não entendem pois são carnais estão atolados no pecado e nos prazeres do mundo, mas eu sei muito bem o que vc quer dizer e chegar,meu chapa.
    Mas Hermes, graça a Deus eu não misturo com este mundo nem caiu na sua ok? Sou de Jesus 100% e odeio este mundo e seus prazeres carnais, desde que fui libertado por Jesus vivo exclusivamente para Jesus, as coisas velhas na minha vida se passaram Jesus vez coisas novas na minha vida, que é pregar o Verdadeiro evangelho e fugir dos falsos profetas das falsas doutrinas como são as suas, vc é um falso profeta Hermes Fernandes, bispo de uma seita do mal para o evangelho, a Reina!
    Jesus Cristo disse: Não ameis o muindo e nem as coisas que nele
    há, quem ama o mundo, o amor do Pai não está nele, não sei se sua
    bíblia tem este versículo, talvez não, pois a sua é da Nova Era feita por sua seita que vc diz igreja Reina, que nada é mais do que uma seita
    do mal para corromper o evangelho original de Jesus .
    Agora Hermes vc soltou as azinhas de vez pois a hora de Satanás está chegando e ele agora te apresou para vc agir contra o evangelho
    em deturpar e trazer pessoas de volta para as trevas escrevendo textos
    absurdos vindo do inferno.
    Vs sabe muito bem que falo! E vão todos os seus seguidores de gurus
    que achar ruim, converter a Jesus Cristo!
    Não estou nem aí para os comentários que virão a minha a pessoa, pois estou falando a Verdade que sei de vc Hermes pois te conheço, e sei que os de sempre que te defende os cometários vão vir de pessoas
    desviadas como vc hermes e seus comparsas, e ímpios que fazem parte deste seu ministério do mal.
    Para mim basta! Achei que este blog era sério no evangelho de Jesus, mas errei em entrar aqui, pois seus textos eloquentes ditado das trevas, contamina os bons costumes do evangelho.
    Este blog de satã nunca mais! Acorda Hermes que seu dia vai chegar arrepende e pede perdão a deus enquanto ainda há tempo, converta Verdadeiramente a Jesus, porque vc é apena convencido no evangelho de Jesus e não arrependido e liberto do mudo e seus prazeres que leva para o lago de fogo e enxofre.
    Infelizmente achamos mais um joio aí se manifestando com doutrinas de homens.
    Como eu disse: Não estou nem aí para críticas de desviados e seguidores do guru Hermes, e não vou debater mais nem comentário que fizer contra minha pessoa, fui de vez para nunca mais voltar aqui, este blog me trás opressão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, a grande maioria das pessoas não entendem o verdadeiro significado do Evangelho de Jesus Cristo! Acham que ofendendo a opinião dos outros estarão cumprindo o seu papel hipocrita de defensores do Evangelho.Abaixo ao legalismo!!! Quem verdadeiramente tem o Espirito Santo consigo, entende o que esse texto do Hermes quer dizer!!

      Excluir
    2. Eddy Fernandes12:38 PM

      O Sr. José se foi, que pena... tem idade pra ser pai, 51 anos de experiência com Jesus. Perdoe, senhor José, após 51 anos de ensino com Jesus, o senhor demonstrou ser burro.
      Não se ofende uma pessoa dessa forma, ainda mais usando o nome de Jesus, o exemplo vivo do amor.
      Adeus senhor José. Continue repetindo de ano na classe do evangelho de Cristo.

      Excluir
    3. Anônimo6:09 PM

      Meus pêsames senhor José, vc faleceu as 7:55 AM, que Deus o tenha!!!

      Excluir
    4. Se o senhor jesus tivesse agora pregando, o sr José estaria atirando pedras nele.

      Excluir
  2. Anônimo9:47 AM

    Temos que definir o que seria legalismo então. As pessoas querem liberdade para voar, pois elas têm. Mas servir a Jesus é também cumprir seus mandamentos e se abster do pecado e até de toda aparência pecaminosa.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo10:25 AM

    José, pelo visto você nunca pecou, então deve estar no mesmo nivel de Jesus.
    Parabens pela sua pureza.

    por: Marcos Ribeiro.

    ResponderExcluir
  4. Fagundes11:42 AM

    Hermes vc diz para jogar o legalismo no lixo, então jogue também esta sua mascara de cristão que vc anda no lixo ok? Pois vc não dá testemunhos de Cristo em sua vida, vc é uma perdição para os idiotas que te seguem, uma escoria para o evangelho de Jesus.
    Olha aí um monte de afastados do evangelho comentando bobagens
    que vc está ensinando Hermes.
    Olha quem vem mais pessoas aí para falar asneiras antibíblicas que vc prega, vc Hermes ó gostosão da bala chita! Mas das trevas!
    Que legalismo, o cristão tem que parecer com Cristo e dar testemunhos de Cristo na sua Vida, ser cheio do Espírito Santo, pregar o Verdadeiro evangelho de salvação, o que não é pregado neste
    blog.
    Isto que é o Verdadeiro Evangelho de Jesus, não esta porcaria de textos de um lunático que se diz bispo de igreja, em que é dono,
    pois seu pai que lhe deu esta igreja, e vc a usa para escanda-lo ao evangelho original de Jesus.
    Isto é se legalidade! Sr Givo Silva.
    Aliás pela sua cara Givo dá para ver que vc é novo convertido na fé ou apenas um seguidor de Jesus , mas de longe.
    A estrada Gildo é mais longa que vc pensa e tem espinhos, vc é muito
    novo para entender o evangelho profundo que nos leva a todos lugares com torturas, prisões etc por falar do amor de Jesus Cristo.
    Tenho idade para ser seu pai, e ando nos caminhos de Jesus há 51 anos, já passei por isso que vc passa agora, tudo que lê concorda por falta e discernimento e sabedoria na Palavra de Deus, pois escutava mais o que o homem dizia e não o que Deus dizia em sua palavra.
    Isto está acontecendo com vc e os mesmo de sempre que comentam e apoiam o Hermes em suas loucuras antibíblicas.
    Vc também é da seita do Hermes a igreja Reina? Parece que sim, pois es mais um defensor do picareta bispo Hermes.
    Ficam espertos senão o Hermes vai devorá-los na falsa doutrina da Nova Era que ele é escolado para fazer isto.
    Que se dane o pensam de mim, eu não concordo com estas seita aí do Hermes e ponto final.

    ResponderExcluir
  5. Eddy Fernandes12:20 PM

    Olá bispo Hermes, parabéns pelo post, sempre reflexivo e com citações nos livros bíblicos. Fiquei de lhe fazer uma pergunta, faz um tempinho, então deixe aproveitar essa "febre" adrenalínica e perguntar, na verdade penso ser esse um paradoxo existencial:

    Precisamos planejar um futuro.
    Mas nossos planos não são os planos de Deus.
    Podemos escolher um futuro.
    Mas nosso futuro pertence a Deus.
    Deus gosta de nos ouvir falar com Ele.
    Mas Deus quase sempre não diz nada.
    Se Deus tem tudo escrito, pré-determinado, qual a razão da existência pelo livre arbítrio, se no final Ele vai ditar a sentença?

    Essa pergunta me foi feita por um moço de uns 16 anos, a respeito da predestinação. Ele chegou a usar asperamente, mas de uma forma coloquial, a frase: "...você não acha que Deus está sendo bastante sacana, já que, ainda que você faça suas escolhas, Ele já tem sua sentença, seja ela qual for, sem que você saiba?"

    Isso foi há uns quase 10 aos atrás. Confesso que as explicações sobre o assunto são demasiadamente confusos e "analfabetos", porque se trombam na mesma linha de raciocínio. Nem meu pastor gostou dessa pergunta, então prefiro direcionar a pessoas mais "calmas" em assuntos tão ESCANDALOSOS.

    Obrigado desde já e fico aguardando a resposta. A propósito, copiei o trecho da carta postado aqui, referente ao que Paulo escreveu ao povo de Colosso, com sua permissão.

    ResponderExcluir
  6. Olá Eddy!

    A soberania divina e a responsabilidade humana são como as duas margens da calha de um mesmo rio. Elas correm paralelas até que as águas do tempo se desaguem no oceano da eternidade.

    Devemos planejar o futuro, todavia, nossos planos devem passar pelo crivo de Deus.

    Apesar de ser soberano, Ele deseja alinhar nossa vontade à d'Ele, e assim, opera em nós tanto o querer quanto o efetuar. O Espírito Santo comunica ao nosso espírito os propósitos que Deus já tem determinado para nossas vidas, levando-nos a igualmente desejá-los. Isso se dá pela comunhão. É como se nosso coração passasse a pulsar no ritmo e compasso do coração de Deus. Isso ciclo resulta em ação de graças. Deus nos revela o que já tem preparado, faz-nos orar sobre isso e, uma vez tendo sido atendidos, somos levados à gratidão.

    Espero ter ajudado. O assunto é por demais complexo para ser exaurido em algumas linhas.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo1:50 PM

    Post herético e terrível. Deus tenha misericórdia dos que pervertem o Evangelho de Cristo dizendo que a Lei não mais se aplica, para satisfazerem seus desejos carnais sob o nome do Messias.

    Pelo Evangelho somos livres do jugo da Lei, que nos condenava. Mas agora, regenerados, amamos a mesma Lei que nos condenava (porque é Santa e nós não somos), porque sabemos ser a Santa vontade de Deus, Autor da nossa Salvação.

    Não somos mais escravos do pecado, somos libertos, mas somos escravos de Cristo e devemos levar cativos todos os nossos pensamentos a Ele (2 Cor 10:5).

    A salvação que há em Cristo nos liberta da morte e do pecado, o qual deixamos de praticar exatamente pelo observância da Lei.

    Pela Graça somos salvos, Graças a Deus por isso. Graças a Deus pela sua Lei Santa. Graças a Deus porque a Lei não é descartável como uma placenta, como afirma o herége autor do Post.

    ResponderExcluir
  8. Caro Anônimo,

    Teria sido de bom tom que você assinasse seu comentário, em vez de esconder-se sob o manto do anonimato.

    Em momento algum afirmei que a Lei é a placenta que deve ser jogado no lixo. A Lei é boa. O problema é o legalismo que, por sua vez, parte da premissa de que é possível tornar-se agradável a Deus através da observação dos mandamentos.

    A Lei é eterna e foi gravada em nossos corações. Todavia, o legalismo é perverso e deve ser descartado. E quando digo "a lei", refiro-me às suas demandas éticas e não aos ritos totalmente abolidos na Cruz.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo10:35 AM

    Hermes,

    Vejo que de fato não entendeu o Evangelho. O legalismo NUNCA foi ensinado na bíblia. Todos foram salvos pela Graça e nunca pelo cumprimento da Lei. Isso é tão óbvio e elementar, mas parece que temos que repisar a todo momento. Quem foi capaz de cumprir as ordenanças da Lei? Qual, dentre todos os pecadores descendentes de Adão foi capaz de ser salvo pelo legalismo?

    Se a placenta era o legalismo, você está dizendo que a placenta não tem nenhum papel na gestação, como de fato o legalismo nunca teve na história (AT e NT). Nesse caso, a analogia também é péssima.

    "Ou vivemos sob a égide da graça ou nos rendemos à opressão da Lei. Deus não tolera mornidão." - Que tipo de distorção é essa?

    Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados.
    1 João 5:3

    A questão é que, embora você aparente estar condenando o que Jesus e os apóstolos condenavam (salvação pela Lei pregada pelos fariseus), seu liberalismo condena a submissão do cristão à Lei, blasfemando e distorcendo o Evangelho de Cristo.

    Esse tipo de liberalismo pregado por você e Ed René (citado no texto) leva à interpretação de que a Lei não deve mais ser cumprida pelos cristãos. Graças a esse tipo de pregação, temos tantas pessoas enganadas achando que são salvas, denominando-se "crentes carnais", rumando diretamente para o inferno em seu estado de pecaminosidade e rebeldia à Lei.

    Não preciso me identificar. Não é comigo que você tem que lidar. Se o que estou dizendo está certo e compatível com a bíblia (julgue você mesmo, como os bereanos), sua resposta terá de ser dada diante do Justo Juiz pela distorção que tem feito à Sua Palavra Santa.

    ResponderExcluir
  10. Não devemos cumprir a Lei para se salvo, é claro, pois fomos salvos pela Graça e Misericórdia de nosso Deus e, portanto, já somos livres. Mas devemos usar essa nossa liberdade, que Deus nos deu, com SABEDORIA! Para isso devemos analisar, seriamente, o que a Bíblia nos diz a respeito.

    Então, vamos à ela: "Mas vede que essa liberdade não seja de alguma maneira escândalo para os fracos. [...] Por isso, se a comida escandalizar a meu irmão, nunca mais comerei carne, para que meu irmão não se escandalize." 1Coríntios 8:9,13

    "Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor." Gálatas 5:13

    "Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça." Romanos 14:21

    O que fica claro nessas passagens, é que o mais importante é o amor por nossos irmãos e não nossa liberdade. Concluindo, temos total liberdade, mas devemos usá-la com SABEDORIA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo10:46 PM

      Exato, com Sabedoria e Temor à Deus

      Excluir
  11. Belo texto bispo Hermes

    "Deus nos deu asas, a religião nos fez gaiolas" (Rubem Alves)

    ResponderExcluir
  12. Anônimo6:12 PM

    Gente,, esta Eddy Fernandes é parente o d Hermes Fernandes este bispo aí que é dono deste blog e dono da igreja Reina deixado por seu pai.
    Mas é lógico que ela vai defender o Hermes! Alô?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo10:48 PM

      A lei foi impotente para salvar...

      Excluir
  13. Anônimo6:43 PM

    Muito bom texto Hermes, ia dar um delete, mas, vou é jogar esses lixo de texto seu, e dar descarga no vaso sanitário.
    Quem apoia este texto, sinceramente é doente metal, ou é da seita do Hermes a igreja Reina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo10:50 PM

      Anônimo , no tempo da Lei , era olho por olho e dente por dente... e isso na Graça não é mais aplicado . Cristo disse : misericórdia eu quero!

      Excluir
    2. Anônimo10:55 PM

      Mas , a Lei de Moisés não era somente para o povo de Israel? Agora a Graça não seria para todos , independente da Nação?

      Excluir
  14. Sensacional, querido bispo! Irretocável!

    ResponderExcluir
  15. Bispo, paz! Calvino já dizia que as escrituras nos manterão distantes dos excessos dos Libertinos e dos Ascetas. Seu texto é cheio de graça e liberdade já que foi para esta tal liberdade que Cristo nos chamou mas infelizmente a liberdade dá medo em muitos. Muita gente precisa do esforço próprio como moeda de troca para barganhar com Deus e ter a sensação de dever cumprido. Ah se eles soubessem que este esforço produz apenas um alívio de consciência e nada mais. Andar na certeza de coisas que não se vêem é o desafio. Essa tal Liberdade deixa sem chão. Louvo a Deus todos os dias por tê-lo como meu Pastor. Mesmo de longe seu blog tem sido devorado por mim. Se um dia o nosso Deus assim permitir, quero voltar ao Rio e, assim, eu possamos desfrutar in loco da amizade, companherismo e do amor dos irmãos da REINA! Saudades de todos! Abração, Fabio. Mauro, gostei da frase que vc postou mas só pra te ajudar, me permita adicionar uma frase de efeito à sua frase, meu caro: canário sem gaiola, canta mais que Agnaldo Raiol! Ehehehehehe

    ResponderExcluir
  16. Anônimo9:57 AM

    Acho muito engraçado os senhores se ofendendo pela Lei,mas duvido que conseguiriam cumprir exatamente o que está escrito lá. O que o Bispo quis dizer é que graças a Deus Jesus nos salvou pelo sacrifício dele e nos livrou de praticarmos todos os rituais do Antigo Testamento. Até hoje não entendo como eles conseguiam fazer tudo aquilo. Os homens Santos de plantão devem conseguir pois estão cheios de Deus e julgando os outros . Provavelmente eles fazem todos os ritos todos os dias.

    ResponderExcluir
  17. Anônimo10:57 PM

    Jesus estabeleceu uma ética muito superior à Lei

    ...à ética da Lei de Moisés. Ela exige: “Não adulterarás” (Êx 20.14). Mas Jesus disse: “qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela” (Mt 5.28). A lei de Moisés impõe: “Não matarás” (Êx 20.13). Mas Jesus ensina: “Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem” (Mt 5.44).

    A ética estabelecida por Jesus Cristo supera tudo que já houve em matéria de lei moral e toda e qualquer possibilidade dentro da ética humana. Jesus exige que cumpramos normas diametralmente opostas ao nosso comportamento natural. Essa ética estabelecida por Jesus só pode ser seguida por pessoas que nasceram de novo, que entregaram todo o seu ser ao Senhor: “Porei no seu coração as minhas leis e sobre a sua mente as inscreverei” (Hb 10.16).

    ResponderExcluir
  18. Olá Hermes! Parabéns! Bebo da mesma fonte que você bebe. Não se preocupe, os comentários maldosos sempre virão. Enquanto não entenderem o que realmente é a Igreja (Sr. José e seu comentário) não conseguirão diferenciar instituição do Corpo Mistico de Cristo. Beijo no coração! "Tamú" junto!

    ResponderExcluir