domingo, março 13, 2011

8

À Terra do Sol Nascente – Um Poema dedicado às vítimas no Japão


Meus irmãos da Terra do Sol Nascente
Gente de valor, povo valente
Que na hora da dor, olha pra frente

Quem conseguiu soerguer-se após Hiroshima
Jamais se entrega, dá a volta por cima
Nem mesmo a tragédia o desanima

Não pense que é Deus quem os castiga
Ou que a natureza é sua inimiga
Resposta fácil não há quem consiga

Não é o fim do mundo, como alguém sugere
Ou sinais dos tempos, se assim prefere

Mas gemidos da criação que está prestes a parir
Novo céu e nova terra prometidos no porvir

Contrações já são sentidas em forma de tremor
E a bolsa que se rompe, inunda o chão, causa pavor
Os suspiros violentos cada vez são mais intensos
percebidos como ventos, cujos estragos são imensos

Seja aí, seja acolá ou seja aqui
Seja o Japão, Teresópolis ou Haiti
Que lugar é seguro?  pra onde fugir?
Pra escapar só há um jeito: se prevenir.

Tratar o planeta como se fosse gestante
Ajudá-lo no parto, amparar o infante
E como se isso não fosse o bastante
Apostar no futuro, seguir confiante

Autor: Hermes C. Fernandes na madrugada de 13/03/2011

8 comentários:

  1. Lindo seu poema, adorei!
    Divulguei ele no meu blog. Espero que não tenha problema, qualquer coisa se tiver eu tiro tá bom, é só me falar.

    ABraço!!!

    ResponderExcluir
  2. Andrade10:19 AM

    Bispo Hermes, e tem gente que diz que o livro de Apócalipse é uma ilusão, simbolico.
    É real, e está acontecendo tudo que nele está escrito.
    O que vem acontecendo atual diz em Apócalipse 6.4,5,6,8 que diz: E saiu outro cavalo, vermelho; e ao que estava assentado sobre ele foi dado que tirasse a paz da terra e que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada.
    E, havendo aberto o terceiro selo, ouvi o terceiro animal, dizendo: Vem e vê! E olhei, eis um cavalo preto; e o que sobre ele estava assentado tinha uma balança.
    E ouvi uma voz no meio dos quatro animais, que dizia: Uma medida de trigo por um dinheiro; e três medidas de cevada por um dinheiro; e não danifiqueis o azeite e o vinho.
    E olhei, eis um cavalo amarelo; e o que estava assentado sobre ele tinha por nome Morte; e o inferno o seguia; foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra com espada, e com fome, e com pestes, e com as feras da terra.
    O cavalo Vermelho e seu cavaleiro representa a guerra e a morte violentas, que Deus permitirá quando trouxer sua ira contra o mundo;
    Zacarias 1.8;6.2. A tribulação será um período de violência, morte e guerra, já estamos no princípio da tribulação princípio das dores, mas ainda não será o fim.
    O Cavalo preto com seu cavaleiro simbolizava uma grande fome Jeremias 4.26,28;Lamentações 4.8,9; 5.10. Haverá escasses de produtos básicos de sobrevivência, e a carestia será grande; a fome se alastrará por todo o mundo. O azeite e o vinho referem-se à oliveira e à videira, que não sofrem tanto na seca quanto os cereais. embora tenha havido fome durante a época da igreja Mateus 24.7, esse trecho alude a uma fome específica durante a tribulação.
    O cavalo amarelo, ou pálido, e seu cavaleiro que se chama morte, simbolizavam uma escalada terrível da guerra, da fome, da morte, das pragas, das enfermidades e das feras perigosas.
    Esse julgamento será tão terrível que uma quarta parte da raça humana será morta.
    Meu irmãos aí vem o pior, Apocalipse 6.12 E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue.
    Os juízos catastróficos de Deus, descrito aqui, abrangem tremores físicos no mundo, comoções cósmicas, densas trevas e terror para os habitantes da terra; Apocalipse 6.15,17;
    Isáias 34.4;Joel 2.30,31;Ageu 2.6;Mateus 24.29.
    Isso ainda não é o fim da tribulação.
    FAREI TREMER O CÉUS, E A TERRA; Ageu 2.6,7 que diz:
    Porque assim diz o SENHOR dos Exércitos: Ainda uma vez, daqui a pouco, e farei tremer os céus, e a terra, e o mar, e a terra seca; e farei tremer todas as nações...
    Estes versículos referem-se ao juízo divino contra o mundo antes e durante a volta de Jesus Cristo; Hebreus 12.26,27: "Os céus e a terra tremerão" Joel 3.16;Mateus 24.29,30.
    É! o calíce da ira de Deus está transbordando contra o homem.
    Mas nos que somos lavados e remidos, e santificados no sangue do Cordeiro Jesus Cristo, não passaremos por isso porque estaremos com ele, em sua volta triunfau, quando Ele buscar sua igreja santa imaculada sem rugas.
    Vem coisas piores para o ser humano! a Palavra de Deus tem que se cumprir.
    A é do próprio homem, de Adão e Eva porque pecaram, e o pecado superabundou a terra os homens.
    Então tem que se cumprir as escrituras, haverá novo céu e nova terra, e neles não haverá pecado. Para o santificados em Jesus Cristo!

    ResponderExcluir
  3. Shalom, Hermes!
    Só estamos seguros debaixo do esconderijo do Altíssimo. Clamemos pela conversão dos japoneses ao Cristianismo e que ele possam buscar consolo Naquele que os pode dar.
    Lindo poema. Vou repassar também por e-mail.

    ResponderExcluir
  4. É... nossos amigos japoneses estão passando por um momento difícil.
    Para uns é o sinal do apocalipse para outros é a Terra pedindo socorro ou mudanças que ocorrem com o planeta de tempos em tempos...
    Seja lá o que for devemos sim estar prevenidos como no seu poema. E os japoneses são pessoas preparadas para terremotos mas acho que não tem como se preparar para uma catástrofe como aconteceu no Rio, no Japão e em tantos outros lugares desse Mundão. Essas calamidades pegam todos nós de surpresa e nos colocam de joelhos, ou para agradecer o que temos, ou para pedir clemência...
    Seja por terremotos ou por enchentes somos, de uma forma ou de outra, sempre pegos por supresas e devemos estar sempre preparados para o pior (acho que não dá pra fazer isso) Mas devemos ter em mente que ELE esta sempre por perto e nos conforta e dá forças para continuar e seguir em frente de cabeça erguida, por mais difícil que seja a situação.

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  5. Lindo poema, bispo. Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Maciel4:14 PM

    Bispo Hermes, o homem maltratou demais em excesso a natureza, sendo que Deus mandou cuidá-la.
    À natureza está reagindo com os maus tratos dos homens cobrando, com a permissão de Deus.
    É também porque tem que se cumprir as Escrituras, é só ver em Mateus 24.
    Isto vai acontecer em todo o mundo e virá tragédia piores.
    A terra já foi trincada no outro tisuname. Neste tisuname, trinco novamente, e a rotação será mais rapída, os dias serão mais curtos.
    Mas, Jesus Cristo diz em Mateus 24.22 por causa dos escohidos, serão abreviados aqueles dias.
    A nossa saida daqui para frente, é preparar, santificar nossas vidas, para encontrar com Cristo e viver com Ele para todo sempre.

    ResponderExcluir
  7. wandersonn1:31 AM

    enquanto temos blogs usando-se da tragedia para promover a velha discussao do teismo aberto,temos algujns lideres q de fato se importam....graçs

    ResponderExcluir
  8. Amem esse seu poema, irmão querido, q realmente possamos ter misericórdia desse povo q tanto necessita de Deus e de nossa ajuda nesse momento.

    ResponderExcluir