sexta-feira, setembro 28, 2012

4

A bênção da DESILUSÃO

Muitas pessoas buscam segurança na religião. Mas segurança, como uma forma de blindagem contra todos os percalços da vida é uma ilusão. E há muita gente iludida. Vendedores de ilusões não faltam, prometendo uma vida sem nenhum incidente, livramentos no último momento, uma vida realmente blindada. Como se Deus fosse um Super-Homem, sempre a aparecer no último momento para nos livrar a cara. Mas isso é uma ilusão.

Por isso é que é preciso se desiludir. Nesse caso, desiludir-se é uma coisa boa. Não é algo confortável, mas necessário e bom. Mas por não ser confortável, muitos preferem continuar na ilusão. Como aqueles que tiveram a opção de tomar a pílula vermelha e sair da Matrix (no célebre filme de mesmo nome), ou seja, sair do domínio de um mundo irreal, virtual e ilusório. Quem viu o filme, se lembra que alguns decidiram continuar num mundo de mentira. A pílula azul era para continuar na ilusão. A pílula vermelha significava a dolorosa caminhada do conhecimento e da maturidade.

Jesus não vende uma ilusão. Não doura a pílula, não escamoteia sua mensagem com meias palavras. As palavras de Jesus não têm absolutamente nada a ver com a ilusão que muitos procuram, de uma vida sem sobressaltos, rodeada de livramentos, sem enfermidade, sem acidentes, previsível. Ele não parece oferecer segurança para seus discípulos. Segurança existencial sim, mas não aquela segurança como garantia de uma vida absolutamente sem percalços. Ele disse: “No mundo tereis aflições”. Basta olhar. Basta ser um tantinho realista para perceber que a vida é cheia de sobressaltos. O chamado de Jesus é para uma caminhada em que se enfrenta corajosamente a vida em todas as suas dimensões. Eu sei, reconhecer isso dói. É como aquela pessoa que reluta em assumir-se adulta, porque a maturidade tem seus desafios, a criancice exige menos responsabilidades, mas é necessário encarar os fatos.

Para isso é preciso se desiludir. Abandonar a ilusão e encarar a realidade. Não é desencanto, que é o mesmo que desesperança. Mas desilusão, abandono de uma ilusão pueril, infantil, de negação da própria humanidade e da realidade da vida. Mas nunca desencanto, pelo contrário, só quando houver desilusão, ou seja, o abandono das ilusões, poderá haver um verdadeiro encantamento pela vida e uma verdadeira, madura, esperança em Cristo Jesus.

Por isso que há tanta gente desiludida, no mau sentido, com Deus. Na verdade sem nenhuma esperança mais em Deus. Porque lhe prometeram algo que nem Deus prometeu: uma vida blindada.

O convite de Jesus é para uma jornada de fé, em que enfrentamos a vida com coragem. O exemplo dele mesmo é retumbante, sendo Deus feito homem, enfrentou com coragem o calvário, a cruz. Ficamos, pois, num mundo sem garantia alguma? Não, há uma garantia maravilhosa para aqueles que decidem enfrentar corajosamente a vida, sem ilusões: a de que Ele estará conosco todos os dias, até o fim dos dias. E isso não é uma ilusão.

Márcio Rosa da Silva (Via Emeurgência)
Título Original: Abandonando ilusões e encorajando-se para a vida!



4 comentários:

  1. Diga lá Hermes,

    Fico bastante agradecido pela força e o incentivo da sua parte, com certeza será uma honra segui-lo aqui, espero que adiante venhamos trocar algumas idéias! hehe

    abraço

    ResponderExcluir
  2. Barbosa10:01 AM

    Irmão HERMES,Deus te abençõe e fique na Paz de Jesus Cristo.
    A PALAVRA DE DEUS DIZ: NO MUNDO TEREIS AFLIÇÕES,MAS TENDE BOM ÂNIMO;EU VENCI O MUNDO.
    A glória de Cristo foi sua vida de serviço abnegado e sua morte na cruz a fim de redimir a raça humana.
    Semelhantemente,a glória do cristão é o caminho da renuncial ao pecado,e ir para o caminho de carregar a sua cruz como está escrito no livro de Lucas 9.23: E dizia a todos:Se alguém quer vir após mim,negue-se a si mesmo,e tome cada dia a sua cruz,e siga-me.
    A humanidade,a abnegação,o serviço e a disposição de sofrer por Jesus cristo,garantirão a Verdadeira Unidade do cristãos,que levará à "glória Verdadeira".
    EIS QUE ESTOU CONVOSCO ATÉ A CONSUMAÇÃO DOS SÉCULOS.
    No livro de Mateus 28.20 diz: Ensinado-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado;e eis que eu estou convosco todos os dias,até a consumação dos séculos. Amém!
    Esta promessa é a garantia de Jesus Cristo de Nazaré,para os que estão empenhados em ganhar os homens perdidos e ensinar-lhes a obedecer aos seus padrões de retidão. Jesus Cristo ressurgiu,está VIVO,e pessoalmente tem cuidado de cada um de seu povo fiel.
    Jesus está contigo na pessoa do Espírito Santo,que está escrito no livro de João 14.16: E eu rogarei ao Pai,e ele vos dará outro consolador,para que fique convosco,para sempre.
    Jesus Cristo rogou ao Pai que enviasse o Consolador,mas somente àqueles que o amam sinceramente e que de dedicam à sua Palavra. Jesus Cristo emprega o tempo presente em "SE ME AMARDES",ressaltando assim uma atitude contínua de amor e de obediência; ver João 14 15.
    Jesus Cristo de Nazaré chama o Espírito Santo de "CONSOLADOR". Trata-se da tradução da palavra grega paraketos,que significa literalmente "ALGUÉM CHAMADO PARA FICAR AO LADO DE OUTRO PARA AJUDAR". É um termo rico de sentido,significando: CONSOLADOR,FORTALECEDOR,CONSELHEIRO,SOCORRO,ADVOGADO,ALIADO E AMIGO.
    O termo grego para "outro" é,aqui,allon,significando "outro da mesma espécie",e não heteros,que significa outro,mas de espécie diferênte. Noutras palavras,o Espírito Santo dá prosseguimento ao que Jesus Cristo fez quando na terra.
    - Jesus Cristo promete enviar outro CONSOLADOR O ESPÍRITO SANTO,pois,faria pelos discípulos,tudo quanto Jesus tinha feito por eles,enquanto estava com eles. O Espírito Santo estava ao lado deles para os ajudar ver Mateus 14.30,31,promover a direção certa para suas vidas,consolar nos momentos difícieis,interceder por eles em oração e permanecer com eles para sempre; ver João 14.26; 14.18; Romanos 8.26,27; 8.34.
    - A Palavra parakletos é aplicada ao Senhor Jesus no livro de I João 2.1 que diz: Meus filhinhos,estas coisas vos escrevo para que não pequeis;e,se alguém pecar,temos um ADVOGADO PARA COM O PAI,JESUS CRISTO,O JUSTO.
    Jesus,portanto,é nosso ajudador e intercessor no céu enquanto que o Espírito Santo é o nosso ajudador e intercessor,habitando em nós,aqui na terra; ver Hebreus 7.25; Romanos 8.9,26; I Coríntios 3.16; 6.19; 2 Coríntios 6.16; 2 Timóteo 1.14.
    Somente à tridande Santa e Augusta,PAI FILHO E O DOCE ESPÍRITO SANTO,sejam dados toda honra e glórias para todo sempre amém!

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do seu artigo, ele é oportuno claro e edificante para nossas vidas espirituais, como também em outros aspectos. Infelizmente o que se vê, é a propagação de um evangelho torcido fal
    sificado e cheio de interesses mesquinhos e egoistas, podemos resumir isso na paranoia do ter dinheiro e ser poderoso, o que é totalmente contrário ao evangelho do senhor Jesus Cristo sendo que ele morreu para que tenhamos vida eterna no seu reino que por enquanto é invisível. Com isso não estou dizendo que o crente não pode ser rico nem possuir béns materiais em abundãncia, eu so quero dizer que nossa prioridade não é essa.

    ResponderExcluir
  4. Eu aqui de novo!Rs!Maravilhoso texto e sem falar nas promessas de riquezas e bens materiais que se ofereçem hoje, um absurdo que confunde a muitos hoje em dia!Eu mesma acreditei nisso por muito tempo..ILUSÃO TOTAL!Deus quer muito mais..E o preço é nossas vidas em sacríficio e isso com muito sofrimento também..

    ResponderExcluir