quarta-feira, abril 06, 2016

25

Procura-se igreja saudável e liderança confiável


Por Hermes C. Fernandes

Em meio a tanta confusão nos arraiais evangélicos, muitos preferem servir a Cristo em seus próprios lares, engrossando assim a fileira da igreja que mais cresce no Brasil e no Mundo: a dos desigrejados. Seu desapontamento com a igreja instituída fez com que agissem como Elias, o profeta solitário que cansou-se de nadar contra maré de corrupção que abatera sobre Israel, planejando terminar seus dias confinado numa caverna. O que ele não sabia é que Deus havia preservado sete mil pares de joelhos que não haviam se dobrado a Baal.

Basta visitar alguns dos milhares de blogs que povoam a blogosfera cristã para certificar-se de que ainda há esperança. A blogosfera transformou-se numa enorme congregação virtual. Gente oriunda de todos os setores da igreja cristã tem a liberdade de expor seu descontentamento com o rumo que a igreja tem tomado.

Como pastor, preocupo-me com aqueles que simplesmente desistiram de congregar e se alimentam unicamente do que é postado em nossos blogs. Precisamos muito mais do que isso. Precisamos construir relacionamentos sólidos, submeter-nos a uma liderança madura e respaldada na Palavra, encaminhar nossos filhos a um ambiente saudável, sentir-nos pertencentes a uma família espiritual, e mesmo, contribuir financeiramente com projetos que visem a glória de Deus e o bem-comum.

Daí surgem algumas questões pertinentes:

Poderíamos congregar numa igreja que não fôssemos capazes de recomendar a outros? Sentir-nos-íamos constrangidos e desconfortáveis em trazer nossos amigos e parentes a um culto?

Que tipo de igreja proveria um ambiente seguro e saudável para os nossos filhos? Que igreja poderia ajudar-nos na formação do caráter deles sem intrometer-se em assuntos domésticos e particulares, e sem expor nossa autoridade como pais? Há igrejas onde o pastor se vê no direito de estabelecer regras nos lares de seus congregados. Filhos crescem sem saber se devem honrar a seus pais ou obedecer cegamente a seus líderes espirituais. Imagine um pastor que exija ser chamado de “pai”, ou ser tratado como tal. Ou ainda: o desconforto de um pai cuja autoridade é rivalizada pela autoridade pastoral.

A que tipo de liderança deveríamos nos submeter? Um pastor que não é respaldado por sua própria família (pais, irmãos, filhos, esposa, etc.), estaria apto a mentorear outras famílias? E quando todos percebem que entre ele e a esposa não há amor? Você se submeteria à orientação de um pastor cujo casamento não passasse de um embuste? Que tipo de tratamento ele dá aos filhos? A família pastoral deve ser referência. Não digo que deva ser perfeita, mas pelo menos saudável.

Seria sábio submeter-nos a uma liderança susceptível a todo tipo de modismo doutrinário? Hoje prega uma coisa, amanhã prega outra totalmente diferente? Seria correto submeter-nos a uma liderança emocionalmente desequilibrada? Como nossos pastores reagem ante a uma crise? Como reagem quando são elogiados? E quando são criticados? Costumam trazer problemas de casa para o púlpito, ou vice-versa? Gostam de apelar ao emocionalismo ou à conscientização? Gostam de tornar as pessoas dependentes deles ou trabalham por sua emancipação?

Seria sábio submeter-nos a uma liderança antiética? Quem suporta um pastor que só sabe falar mal dos que o antecederam? Você se submeteria a um pastor que sequer sabe ser grato a quem o instituiu? E mais: com quem ele anda? Quem são seus amigos? Quem frequenta sua casa? Não me refiro a amizade com pessoas não cristãs, e sim a amizade com falsos cristãos, lobos infiltrados no meio do rebanho para causar-lhe dano.

Como acolhem as pessoas que chegam a igreja? Dão o mesmo tratamento independente da posição social? Desprezam os veteranos para dar maior atenção aos novatos? Como são tratados os anciãos? Lembre-se que um dia você será um deles.

Quanto ao discurso, que tipo de reação provoca? É pautado num moralismo extremado ou na ética? Aliena ou insere as pessoas em seu próprio contexto social com o objetivo de contribuir pela sua transformação? Separa o mundo entre "nós" e "eles" ou busca estimular uma visão integrada da sociedade? Provoca posturas preconceituosas para com alguns segmentos sociais ou encoraja a empatia e o engajamento? 

E quanto às contribuições? Seria sábio contribuir numa igreja onde a liderança fosse pródiga? É correto o pastor fazer compromissos maiores do que os que a igreja possa arcar e depois escapelar os irmãos na hora das ofertas? Como as ofertas são pedidas? Há muita apelação, manipulação e pressão psicológica? E como elas são administradas? A quem o pastor presta contas? Há uma instância acima dele? O que entra na igreja é usado exclusivamente ali ou parte é destinada a trabalhos missionários? Há projetos sociais relevantes? Que resultado esses projetos têm alcançado?

É correto usar o dinheiro da igreja para pagar cachês a cantores e bandas convidadas?

E se o pastor eventualmente cometer um deslize grave, como adultério ou roubo, quem poderá admoestá-lo, ou mesmo discipliná-lo?

Como a igreja lida com questões políticas? É certo a liderança apontar em quem os membros devem votar? É correto levar candidatos para o púlpito e ceder-lhes a palavra? Há algum trabalho de conscientização para que as pessoas exerçam sua cidadania cabalmente, sem interferência?

Quais os critérios usados pelo pastor para ceder seu púlpito a outro pregador?

Olhe para as pessoas à sua volta, principalmente para as que chegaram antes de você e pergunte-se: Elas são hoje pessoas melhores do que eram anos atrás? As pessoas que congregam ali estão amadurecendo na fé? Lembre-se: elas podem ser você amanhã.

E quanto ao culto? Percebe-se a presença de Deus naquele lugar? Há reverência ou simplesmente oba-oba? As pessoas que frequentam estão realmente interessadas na Palavra ou só aparecem quando há algum evento ou convidado especial?

Essas são apenas algumas questões que precisam ser consideradas. Se você tiver alguma outra questão igualmente relevante, por favor, poste em seu comentário.

O que não podemos é desistir da igreja de Cristo, seja reunida de maneira formal ou informal. Não basta criticar, urge encontrarmos saída para resgatá-la deste estado calamitoso em que chegou.

Originalmente postado em 27/04/2010

25 comentários:

  1. Caro colega,

    Entendo perfeitamente o que vc disse, mas creio que ainda exista verdadeiros homens de Deus que nos ensinem a conhecer a verdade de forma clara. São poucos sim, mas existem as exessões. Realmente é muito preocupante a situação dos cristãos que deixam de congregar, pois realmente precisamos desse contato Fica aí um motivo para estarmos orando, para que a igreja verdadeira do Senhor não morra. Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Lóis4:19 PM

    Meu querido irmao Hermes,A Paz do glórioso Deus está com o irmão sempre.
    Ainda,existem Verdadeiros homens de Deus nesta terra.
    São poucos que adoram a Deus em Espírito e Verdade,mais felizmente há muito trigo ainda dentro das igreja.
    Homens temente a Deus,e cheio do Espírito Santo que não vão deixar o fogo do Espírito Santo apagar.
    Temos também igreja sérias são poucas mas tem! Como diz: Que não devemos parar de congregar como costumes de alguns,assim diz a palavra de Deus.
    Onde está a luz,as trevas tem que sair.
    É nosso dever, orar,e orar sem cessar.
    A tendencia é piorar para que se cumpre as Escrituras.
    Fiquem na Paz de Jesus.

    ResponderExcluir
  3. A paz do Senhor Jesus Cristo,
    Para nosso conforto e alegria, como bem colocado no caso de Elias, ainda há homens e mulheres de Deus na terra. O que tem ocorrido é que a igreja fisica encontra-se enferma, precisando de cuidados e remédios, que geralmente são amargos, pois muitas infelizmente, tornaram-se clubes e/ou empresas; com aqueles que se dizem pastores, exercendo simplesmente a função de Presidente de Clube ou Diretor de Empresa. Precisa acontecer um verdadeiro avivamento na Igreja do Senhor na Terra, como aconteceu com Ninive, exemplo e modelo de real avivamento, com arrependimento, mudança de postura, das más obras para boas obras; e não o que dizem ser avivamento hoje em dia: Cair no poder, falar em línguas, entrarem em extâse, enfim, tudo passageiro que não dura 24 horas. A Igreja do Senhor, precisa valorizar mais o Fruto do Espírito Santo. Eu procuro me apegar em 3 passagens biblicas para buscar embasamento, para minha caminhada, que são: 1) João 3.16: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 2) Mateus 22.37-39: E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.Este é o primeiro e grande mandamento.
    E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. 3) 2 Coríntios 5.17: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. Na verdade Jesus não morreu para dar casa, carro, enfim bens materiais ou garantia de riquezas, Ele morreu para conceder Vida Eterna; será que a Igreja do Senhor tem este discernimento? É necessário amar ao Senhor Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a mim mesmo; será que a Igreja do Senhor tem amado ao seu próximo, e mais Deus acima de tudo? É preciso que a Igreja do Senhor, deixe as coisas velhas para trás, pois com Cristo tudo se faz novo; será que a Igreja do Senhor tem deixado as velhas coisas para trás? Precisamos orar para um verdadeiro e genuíno avivamento no seio da Igreja.

    ResponderExcluir
  4. Graça e Paz irmão Hermes, td bem?

    Primeiro saiba um desse homens que ainda existem para a glória de Deus é vc. Louvo ao Senhor pela sensibilidade que ele te Deu para tratar e escrever sobre esse tema. Vc acredita que eu estive orando sobre esse assunto a algum tempo. Obrigado por partilhar...

    Att.


    Bruno Alarico

    ResponderExcluir
  5. só não entendo pq a igreja precisa ser uma instituiçao.
    eu frequento uma e ela está em fortissima crise. é bem dificil, sabe?
    pastor que nao cuida das suas ovelhas, oq fazer c ele?
    dificil... mas eu tenho me alimentado dos meus lideres e blogs, tipo o seu, do john piper, dos escritos de spurgeon.
    fazer oq? hehe qd o meu pastor ta usando o pulpito p/jogar suas frustraçoes? (ele admitiu isso, sabe?)
    complicado..

    ResponderExcluir
  6. Oi amigo Hermes! Não dá pra mandar parar o ônibus? Deu uma vontade enorme de descer...rsrs!
    Sabe, por mais que me revolte com toda essa desgraceira que vemos ao nosso redor, também precisamos fazer da igreja uma ferramenta de transformação para a sociedade.
    Se puder, eu quero ajudar. Mesmo falho, mesmo incapaz, mesmo fraco, mesmo com medo, mesmo inconstante e tantos mais... será que dá? Sou aceito? Estou em reforma, meu amigo Hermes... em constante reforma. Já disse uma vez e repito: hoje estou melhor do que fui a anos atrás e certamente amanhã deverei ser melhor do que hoje (se firmado em Cristo me mantiver).
    Luto pela nobre causa do nosso Amado Salvador.

    Como sempre, teus textos estão acima dos excelentes! Forte abraço.

    Gildo

    ResponderExcluir
  7. todas essas coisas e sem excessão, acontecem em minha igreja, e não estou exagerando. A vontade que eu tenho é de ficar em casa e realmente me alimentar através da internet ou pelo menos debater e compartilhar a palavra, chegando próximo de um relacionamento. E na verdade é o que tenho feito, me excluo das atividades da igreja, mas quando eu não me excluo, eles fazem questão de me excluir, visto que me tornei subversivo e herege demais nesses ultimos anos, não tenho permissão mais de ministrar louvor, não posso mais tirar oferta, não posso mais pregar, não posso mais dar aula na EBD e se tem algum evento na igreja eu não sou chamado, pessoas são aconselhadas a não conversar comigo pois eu posso perverter a mente delas, é engraçado como eu passei de amigo pra inimigo simplesmente por não fazer mais vistas grossas, mas expor os meu pontos contra as heresias e as falcatroas, esses ultimos 2 anos tem sido difíceis, mas eu ainda acho que um tipo de gente como nós que resolveu se reformar, tem mesmo é que frequentar essas igrejas apostatas por um período, pois talvez nós sejamos a única ou ultima esperança dessas igrejas em fim abrirem os olhos!!! depois de algum tempo lutando eu estou começando a ver algumas igrejas e lideranças esboçando uma reação e dizendo não a tanta barbaride e insanidade, glória a Deus que tem formado o seu remanescente nesses ultimos dias!!!!

    ResponderExcluir
  8. Anônimo10:14 AM

    Falar destas coisas dá nisso...

    ResponderExcluir
  9. Anônimo10:17 AM

    "Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão, e julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; e, se tu julgas a lei, já não és observador da lei, mas juiz." Tiago 4:11

    ResponderExcluir
  10. Anônimo10:19 AM

    "Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia." Hebreus 10:25

    ResponderExcluir
  11. Anônimo10:28 AM

    Não se recomenda igreja...
    Igreja é a união como os membros do corpo de Cristo...
    Recomenda-se o Salvador, Jesus Cristo...

    "Assim também vós, como desejais dons espirituais, procurai abundar neles, para edificação da igreja." 1 Coríntios 14:12

    ResponderExcluir
  12. Caro Anônimo,

    Não adianta falar de Jesus, sem indicar uma igreja madura pra que a pessoa possa congregar e crescer na fé.

    O próprio apóstolo Paulo recomendava o seu ministério:

    "Não damos nenhum motivo de escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado. Antes, como ministros de Deus, recomendamo-nos em tudo" (2 Co.6:3-4a).

    ResponderExcluir
  13. Anônimo3:28 PM

    Recomendava o seu ministério, recebido do próprio Cristo e não de homens...

    "Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho;
    O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo.
    MAS, AINDA QUE NÓS MESMOS OU UM ANJO DO CÉU VOS ANUNCIE OUTRO EVANGELHO ALÉM DO QUE JÁ VOS TENHO ANUNCIADO, SEJA ANÁTEMA.
    Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.
    Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.
    Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens.
    PORQUE NÃO RECEBI, NEM APRENDI DE HOMEM ALGUM, MAS PELA REVELAÇÃO DE JESUS CRISTO."
    (Gálatas 1:6-12)

    Somos capacitados pelo Espírito Sano para o ministério da reconciliação...

    "E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação;" 2 Coríntios 5:18

    Talvez nosso erro seja pensar q sabemos algo, mas a sabedoria é de Deus, por isso Jesus nos prometeu o Espírito Santo.

    Falo com alguém q almeja receber esta promessa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo10:04 PM

      Quem garante que esses ministérios são para o evangelho de Cristo, mais parecem empresas a serviço de interesses humanos. Deus me perdoe, mas é só o que vejo, com exceção das pessoas inocentes que se deixam enredar, pelo temor a Cristo. O meu consolo é que breve teremos a presença daquele que julga retamente.

      Excluir
  14. Anônimo3:48 PM

    Corrigindo:
    "Falo COMO alguém q almeja receber esta promessa."

    ResponderExcluir
  15. Anônimo3:20 PM

    Igreja saudavel e liderança confiavel? O que é isso? Desconheço

    ResponderExcluir
  16. Encontro -me nessa condição. À anos deixei de frequentar minha primeira igreja na qual fui caluniada quando namorava um músico que hoje se tornou um cantor gospel muito conhecido. Tentei em outras, mas ñ pregavam a salvação, nem a graça, apenas a teologia do dando q se recebe; quem dá mais, recebe mais, ñ esclarecendo q o "mais" depende da condição de cada um, como no caso da oferta da viúva, que dando menos, foi considerado mais. Quanto retornei à minha 1°igreja, a teologia da prosperidade já a tinha contaminado, a ponto de durante a oração, o pregador falar "contemple seus pés pisando no ouro, sinta o ouro..." Aff! abri os olhos e enojada saí antes mesmo do término da dita oração. Mesmo assim, fiz meu segundo retorno, a igreja havia passado por mudanças, uma separação, porém estava fria, não conseguia sentir a presença de Deus, parecia q o pastor escondia algo ou alguém, mas pode ter sido só impressão, por isso tentei ficar, mas a sensação de algo escondido me incomodava demais e saí fora novamente. Retornei com uma amiga alguns anos mais tarde, a mesma estava cheia, mas a mensagem foi tão vazia, desisti de vez. Hoje faço minha devocional em casa mesmo, sirvo meu Deus, visito os irmãos, oro por eles e faço do meu corpo santuário do Espírito, mas realmente congregar me faz muita falta... Quanto à tal igreja, parece q mudou novamente e está muito melhor, parece q agora acertou, mas... depois de tanto me enganar, tenho até receio de tentar!
    Talvez nem seja aprovado, sei q ñ é relevante. mas tudo bem, me serviu de desabafo!

    ResponderExcluir
  17. À anos deixei de frequentar minha 1ª igreja, o motivo, calúnia. Fui caluniada quando namorava um músico obreiro, q hoje se tornou um cantor gospel muito conhecido. Talvez ñ seja relevante o comentário, mas a fato de alguns líderes afirmarem coisas sem base, apenas pela aparência da situação pode magoar e muito! Tentei outra, nessa cheguei a ser obreira, mas a teologia da prosperidade me enojava. Resolvi então retornar ao primeiro ramo descendente da minha primeira igreja, mas estava vazia e fria, sentia q o pregador escondia alguma coisa, podia ser só impressão minha e voltei mais vezes, porém a sensação de q o pregador escondia alguma coisa q o pudesse diminuir continuava. Nunca soube o q era, mas a sensação me incomodou tanto q saí. Passado alguns anos, retornei à um segundo ramo da minha primeira igreja levando uma amiga, estava lotada, mas a pregação foi tão efêmera, vazia, o louvor embora bem interpretado, mal fluía em minha alma... Hoje estou assim, sem igreja de paredes, porém, faço minha devocional, oro pelos necessitados, visito, falo de Jesus, das boas novas, mas sem me intitular nada, apenas seguindo a Cristo. Sinto falta de congregar, mas ainda não encontrei a igreja que me acalente. Tenho visto por aí a nova ramificação da minha 1ª igreja, parece q está ótima! Parece q dessa vez, está sob a visão da graça q sempre busquei nela e nas demais... mas depois de tanto me decepcionar, nem sei se vale a tentativa...
    Talvez ñ seja relevante, por isso talvez não seja aprovado. Mas me fez bem escrever sobre isso, foi um desabafo de algo à muito reprimido.

    ResponderExcluir
  18. Anônimo4:27 PM

    Hermes, não é isto que vejo nas igrejas evangélicas não!
    O que estou vendo são so cristãos se reunindo em casas de irmãos e está crescendo isto, não é celula como eles falam não! É o crescimento das pessaos que não confiam mais em templos feitos por mãos humanss guiados por pastores, bispos corruptos, com suas paixões carnais terrenas, com suas próprias doutrinas entre elas a doutrina da prosperidade, e abuso do poder em cima dos membros dando o cano nos dízimos para seu enriquecimento.
    O povo já está cheio de mentiras pregadas por pastores etc.
    Esta sua aí Hermes de igreja saudável e liderança confiável? Para Ô! Gozação com nossa cara? Aí não Hermes!
    Deve ser esta sua luneta, este telescópio seu que está vendo o que não existe, será que este sujeito do telescópio está vendo é na terra mesmos? ou em marte! Ou ele está precisando usar óculos!
    Cai na real meu chapa! É tudo fachada chamadas igrejas evangélicas.
    O sistema é o mesmo em todas, avarezas geral, virou empresa que gera rendas para enriquecimento de pastores e bispos etc.
    Quem não entrar nesta ciranda do dinheiro fácil nas igrejas, dá o grito que voce entra na máfia.
    Lembrem-se que Jesus Cristo disse que sua igreja é: Onde estiver dois ou mais reunidos em meu nome eu estarei; assim disse Jesus.
    Se igreja, digo templos de parede é bom? Se fosse bom? O apóstolo Paulo não escreveria tantas cartas as igrejas fundadas por ele exortando-os que elas eram uma Verdadeira bagunça, uma órgia carnal como a igreja de Corinto e etc, até em Apocalipse Jesus mencinou as sete igrejas, que só duas ou três que salvaram, o resto era tudo podre, um lixo, como a igreja de Laodicéia que Jesus Cristo estava vomitando seus membros de sua boca. leia Apocalipse 3.16. Era uma órgia total e poucas igrejas andavam em retidão, mas a maioria eram podres carnais, como as de hoje no nosso tempo atual, o homem carnal é a atração das igrejas! O que é isto? Jesus Cristo e o Espírito Santo que é a atração especial e que convence os homens do pecado e do juízo, e não o homem lixo, pastores, bispos, etc ladrões de dinheiro de igrejas lobos vestidos de ovelhas.
    Hemes voce precisa usar óculos urgente meu caro! Só voce está vendo igreja saudável e liderança confiável. Onde meu caro Hermes na sua igreja Reinista, Está brincando não é mesmo?
    Posso rir? hahahaha! Igrejas saudável e liderança confiável, vou rir de novo posso? Hehehehe!

    ResponderExcluir
  19. Anônimo4:34 PM

    Hemres conta outra piada que está de igreja saudável e liderança confiável é ruim demais ok?
    Não dá para nem rir!
    Isto é piada ou delírio mental!
    Usem óculos os que concordam por gentileza.
    Só dá líderes avarentos, egoístas dentro de igrejas de paredes.
    Ler isto aí é lamentável, e a que ponto chegou a mentalidade humana.

    ResponderExcluir
  20. juscelino8:39 AM

    por mais sordidos, desonestos,hipocritas , mal intencionados(uso da fé para enriquicemento) que sejam os dirigentes das igrejas, tem que se levar em consideração o que mais ou menos Paulo escreveu em uma de suas cartas : o importantante é que a palavra e os ensinamentos de Jesus sejam propagados, mesmos que pessoas a usem de maneira escusa.(não sei em qual livro está mais ou menos isso , se quiser cita-lo/informa-lo) . O fato é que por mais picareta que seja o dirigente/pastor alguma coisa boa pode -se tirar dele ou da sua igreja. Os atos das pessoas são falhos, mas o que se prega pautado na Bíblia é proveitoso e basta a pessoa ter discernimento para separar o bom do ruim . As pessoas criticam o Macedo , Valdomiro e outros em geral por serem ricos, milionarios , mas tem 30 / 40 milhoes de fieis que são bem intencionados e que são cristãos pelo trabalho destes. Se estão errados , quem vai ter que prestar contas por isso são exclusivamente eles os dirigentes. Mas que é tremendamente frustante é . Ver uma pessoa que deveria ser exemplo de correção, ser completamente o contrário ao que prega, cobrar dos fieis o que não pratica é uma hipocrisia sem tamanho. Quem tem um pouco de senso critico não consegue engolir e compactuar com a situação.

    ResponderExcluir
  21. Anônimo3:29 PM

    Antes eu vivia confusa em relação em que igreja congregar pois tinha uma enorme vontade de conhecer mais Jesus,em todas em que frequentei desculpas mas so foi oba oba,pressão e nada me edificou,em casa oro no meu quarto meu Pai que habita em mim me f











    Interessante....eu que não me conformo com o que estas igrejas hoje estão pregando,tal de igreja moderna eu prefiro a PRIMITIVA,crendo no PODER DE MEU JESUS,prefiro continuar orando em casa,tentando fazer com que minha familia faça o mesmo o que não ´é fácil,o que adianta ter a igreja inchada mas caminhando todos juntos pro inferno porque o deus desse povo aí, não é o Deus Criador não!!!! abram os olhos!!!










    ResponderExcluir
  22. Parabéns,Bispo Hermes.Sempre com muita lucidez,o irmão leva-nos a pensar e refletir .Os erros são inumeráveis,os tempos,obscurantistas,mas a Igreja de Cristo exige este desafio: ainda que com a predominância do joio,desde o púlpito até os meandros mais profundos da Igreja ,precisamos congregar e lembrar muito bem: Sempre hão de existir (ainda),os tais 7.000 joelhos.Deus seja com seu espírito,querido irmão!

    ResponderExcluir
  23. Anônimo10:35 PM

    Liderança confiavel? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  24. Não sou otário não!5:48 PM

    O que vemos é líder saudável com $$$ nos bolsos, e nas várias contas bancárias que tem, e vemos também na contramão dos líderes evangélicos, a igreja enferma espiritualmente.
    E vem com essa converas de igreja saudável?
    Não dá para engloir esse texto seu Hermes, me desculpe.
    Líderança de igrejas evangélicas é igual políticos, 100% corruptos, hehehe.
    Líderes evangélicos são todos avarentos, egoístas só pensam em $$$$, e ponto final nesse assunto.
    Vai dormir Hermes! E tem gente que te apioa aí só pode ser de sua igreja Reina, tá na cara.
    É por causa dessas pessoas puxa saco de líderes evangélicos, que a igreja se encontra inferma.
    Olha aí o bispo Renato suhett defendo seu osso ferozmente.
    Líder avarento sempre vai defender outro líder avarento, não é mesmo? Bispo Renato Suhett seu hipocrita.
    Vai dormir vc também.

    ResponderExcluir