terça-feira, abril 06, 2010

6

Carta Aberta ao Prefeito do Rio de Janeiro

Caro Sr. Eduardo Paes,

Lastimo profundamente a tragédia ocorrida em nossa cidade nesta última segunda, dia 5 de Abril. A última notícia que li dá conta de que quase 80 pessoas morreram. Considerando que o último terremoto registrado no México neste final de semana ceifou a vida de quatro pessoas, mesmo sendo um sismo de grande porte (7,2 graus na escala Richter), podemos afirmar que a população do Rio está refém de uma tragédia de grandes proporções. Jornais já noticiam que é a maior tragédia da história da cidade.

Meu filho estava conversando com uma colega pelo msn, que teve que interromper o papo alegando que a casa de uma vizinha acabara de cair, e que sua casa estava enchendo de água. Esta coleguinha mora na Tijuca.

Diante disso tudo, o sr. prefeito se presta ao papel de emitir nota em que a cidade recebe nota zero por sua reação diante das chuvas. Ora, ora, prefeito… quem merece nota zero é o senhor e o governador do Estado, sr. Sérgio Cabral.

O povo carioca não merece ser dirigido por pessoas capazes de renovar contrato com uma instituição espiritualista que se diz capaz de deter a chuva, mas não de renovar o contrato da empresa responsável pela limpeza dos rios.

O senhor é muito bom para derrubar casas, remover imóveis em nome do interesse de grandes construtoras e empreiteiras. Se arrependimento matasse, boa parte dos seus eleitores já estaria morta.

Por que não usa as mesmas escavadeiras usadas pra derrubar barracos pra dragar os leitos dos rios? Talvez não resolvesse o problema, mas certamente atenuaria seus efeitos. Muitas dessas vidas poderiam ter sido poupadas.

E cadê o poder do Instituto Cobra Coral? Por que não detiveram as chuvas? Simplesmente, porque não podem. São um embuste. E como pode alguém esclarecido como o senhor se deixar levar por esta superstição barata?

Nota zero para o senhor! E isso, porque não há nota inferior a zero. E nota zero para meus colegas que apoiaram sua candidatura, demonizando o candidato adversário e quase lhe atribuindo poderes messiânicos.

Não sei se sua equipe de marketing lhe orientou a aproveitar as enchentes pra fazer umas boas tomadas, em que o senhor apareça com as calças dobradas até a canela, com alguma pá na mão, como se estivesse ajudando a resolver o problema. Lembra disso, prefeito? Da outra vez, o senhor não perdeu tempo, hein? As imagens foram usadas à exaustão em sua campanha eleitoral.

Espero que a população não se esqueça deste episódio. Tão eslameada como as ruas do Rio amanheceram hoje, está a sua imagem pública. Mas ainda há tempo de reverter isso. Esqueça o marketing, arregace as mangas e comece a trabalhar pelo interesse do povo que te elegeu.

6 comentários:

  1. É isso ai Hermes! Esses caras são uns canalhas.

    Espero que o povo não esqueça de nada disso nas próximas eleições.

    ResponderExcluir
  2. Graça e Paz. Esta é a primeira vez que entro no teu blog e a gostei muito dele.

    Lamentável o que aconteceu no Rio de Janeiro. Não dá para apontar o que é pior: um prefeito enganado por um charlatão (tenho colegas espíritas e eles não fazem esse tipo de palhaçada) ou o desvio de verbas descarado.

    Infelizmente, acho que se esse prefeito lesse a sua carta, ele teria a mesma atitude do Prefeito de Barueri com o CQC no "Proteste Já!": chamar mais uma vez o povo brasileiro de "babaca".

    E também vim avisar que retwitei o teu post, estou te seguindo e continuarei comendando nos seus posts.

    Deus te abençõe.

    ResponderExcluir
  3. Pr. Hermes, aproveito também para notar que a matéria original prepara a população para mais remoções, tratores derrubando casas e prefeitura maquiando a cidade.

    Graça e paz, sempre.
    Marcus Vinicius
    @prmarcus

    ResponderExcluir
  4. Pastor Hermes:

    Sinceramente a sua carta deveria ser lida por esse senhor "pra efeito" de alguma coisa, que nem mesmo ele sabe dizer, até porque só diz bobagem e só faz asneira, como classico exemplo a renovação com a entidade espiritualista.É o fim. E não paramos por aí porque o "desgovernador" da maravilhosa cidade também tem deixado muito a desejar.
    Alias pastor em politica temos poucos a representar o povo com dignidade, no mais é corrupção, bandalheira, desmandos, fraucatuas etc. Até onde iremos ???
    Desculpe meu desabafo, mas já não aguento mais ver o povo sofrendo desse jeito e os politicos inertes com seus braços cruzados e suas mãos dentro do bolso, naturalmente segurando o dinheiro que dscaradamente roubam do povo. É lastimavel ver a cidade maravilhosa enlameada e debaixo dagua. Eles deveriam ainda atentarem para os descalabros, já que a imagem Cristo Redentor que no filme 2012, acabou por ser derrubada pelas aguas. Será que é porque os idolatras acharam ruim e, acabaram por interporem ação de danos contra a empresa produtora?
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  5. Pastor Hermes:

    Sinceramente a sua carta deveria ser lida por esse senhor "pra efeito" de alguma coisa, que nem mesmo ele sabe dizer, até porque só diz bobagem e só faz asneira, como classico exemplo a renovação com a entidade espiritualista.É o fim. E não paramos por aí porque o "desgovernador" da maravilhosa cidade também tem deixado muito a desejar.
    Alias pastor em politica temos poucos a representar o povo com dignidade, no mais é corrupção, bandalheira, desmandos, fraucatuas etc. Até onde iremos ???
    Desculpe meu desabafo, mas já não aguento mais ver o povo sofrendo desse jeito e os politicos inertes com seus braços cruzados e suas mãos dentro do bolso, naturalmente segurando o dinheiro que dscaradamente roubam do povo. É lastimavel ver a cidade maravilhosa enlameada e debaixo dagua. Eles deveriam ainda atentarem para os descalabros, já que a imagem Cristo Redentor que no filme 2012, acabou por ser derrubada pelas aguas. Será que é porque os idolatras acharam ruim e, acabaram por interporem ação de danos contra a empresa produtora?
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Olá,Bispo eu louvo a Deus por sua ousadia e coragem de denunciar o que precisa ser denunciado sem corporativismo visando sempre o bem comum.Eu vejo que já é hora das nossas autoridaes acordarem do sono da insensibilidade,pois o que vemos são pessoas apáticas que não se importão com o sofrimento alheio.Se não ouver pessoas com coragem para denunciar o que está errado não haverá esperança de mudanças.

    ResponderExcluir