terça-feira, setembro 19, 2017

42

Ser gay não é uma opção! - As razões biológicas da homossexualidade



Por Hermes C. Fernandes 

Em posts anteriores, abordei o preconceito sofrido pelos homossexuais, e defendi que a igreja deveria acolher respeitosamente a tais indivíduos. Mas a partir deste ponto, quero dar um passo além. Sei dos riscos que corro. Porém, não me vejo em condição de me acovardar ante o sofrimento de tantos por causa de sua orientação sexual. 

Como já tenho alardeado, homofobia é pecado. E quanto à homossexualidade, poderíamos dizer o mesmo? É pecado ser homossexual? O que diz a Bíblia acerca disso? O que dizem as últimas descobertas científicas? Sim, uma questão está intimamente ligada a outra, porque, se for comprovado cientificamente que a orientação sexual tem fatores biológicos, logo, teremos que rever o que tem sido dito acerca da homossexualidade em nossos púlpitos. Como Deus poderia condenar algo sobre o qual o indivíduo não tenha qualquer controle? Se o próprio Deus o criou nessa condição, que culpa lhe restaria? 

Por favor, em nome do amor, peço que leia as próximas linhas, não apenas com a mente aberta, mas, sobretudo, com o coração enternecido. Lembre-se de que poderia ser um filho seu. 

Vamos começar pela ciência. No próximo post, abordarei o tema sob o prisma bíblico. É verdade que ninguém nasce gay? Aquele papo de que não há gene gay procede? Quando alguém resolve sair do armário, ele ou ela se tornaram gay ou simplesmente resolveram assumir sua orientação sexual? Afinal, ser gay é uma opção ou orientação? Sejamos sinceros: alguém em sã consciência optaria por ser alvo de todo tipo de ódio e preconceito? Você consideraria isso uma opção razoável? A menos que, além de homossexual, fosse também masoquista. Se concluirmos que é uma opção, então, ninguém nasce nesta condição. Trata-se de um comportamento aprendido. Simples assim. Logo, Malafaia, Feliciano e Marisa Lobo estariam cobertos de razão. Tudo dependeria do ambiente e/ou da educação recebida. Porém, se concluirmos que é uma orientação, logo, teremos que admitir que se trata de uma condição inata. 

O fato de alguém ter sido violentado quando criança explicaria sua homossexualidade? Será que todo gay foi molestado na infância? E os que por ventura foram violentados, não o teriam sido por já manifestarem trejeitos que acabaram atraindo os predadores? Veja: não se trata de culpá-los pela violência sofrida. Nada justifica esta monstruosidade. O fato é que meninos com trejeitos femininos podem atrair a atenção de pedófilos, tanto como meninas. Pais que têm filhos homossexuais deveriam redobrar sua atenção e orientar seus filhos a evitar contato com pessoas que demonstrassem tal índole. Mas, afinal, o que diz a ciência?

Estudos biológicos indicam que a formação da sexualidade acontece antes mesmo do nascimento. Parte disso se deve aos genes, mas também há fatores que atuam no desenvolvimento do feto. Bem da verdade, não há nada comprovado. Entretanto, as evidências que estão surgindo a cada dia têm potencial para provocar uma revolução no pensamento científico. Se forem comprovadas, podem subverter o entendimento que temos acerca da homossexualidade, fazendo com que deixemos de encará-la como um comportamento antinatural, e, por conseguinte, pecaminoso.

Entre os séculos 19 e 20 a psiquiatria considerava a homossexualidade como um transtorno mental resultantes de uma educação equivocada. Se tal teoria fosse comprovada, então, seria plausível acreditar numa reversão da homossexualidade, bastando que o indivíduo fosse submetido a terapias baseadas em teorias de condicionamento. Em 1973, a Associação Psiquiátrica Americana decidiu tirar de sua lista de distúrbios mentais a atração sexual por pessoas do mesmo sexo. A partir daí, o termo homossexualismo foi substituído por homossexualidade, uma vez que o sufixo “ismo” denotava doença. Em 1991, o neurocientista Simon LeVay afirmou ter encontrado diferenças em cérebros de homens gays e héteros, depois de examinar o hipotálamo, zona cerebral responsável pela sexualidade, e descobrir que a região chamada INAH-3 era entre duas e três vezes menor nos homossexuais. Aquela foi a primeira evidência da origem biológica da homossexualidade. LeVay acreditava que algo acontecia ainda no ambiente intrauterino que afetaria a sexualidade do indivíduo. [1] 

Surge, então, a embaraçosa questão: o que ocorreria para definir a orientação sexual e não apenas seu gênero? Haveria um gene gay? Em 1993, o geneticista Dean Hamer, do Instituto Nacional do Câncer nos Estados Unidos, percebeu que a ocorrência de gays era maior do lado materno das famílias. Sua descoberta chamou sua atenção para o cromossomo X. Com um escâner, Hamer viu que uma região do cromossomo X, chamada de Xq28, era idêntica em muitos irmãos gays. Pode-se dizer que em vez de descobrir um gene gay, ele encontrou uma tira inteira de DNA.[2] A conexão entre a orientação sexual e os genes sugeria que ninguém escolhia ser homossexual, antes, tratava-se de uma condição congênita. Portanto, já não se podia dizer que a homossexualidade seria antinatural. Pelo menos, não à luz das descobertas científicas. 

Não obstante, pesquisas mais recentes dão conta de que a homossexualidade transcende o componente genético. A maior evidência disso é o caso de gêmeos, onde, apesar de serem geneticamente semelhantes, apenas um desenvolve a homossexualidade. Ora, se a causa da homossexualidade fosse estritamente cromossômica, os dois deveriam apresentar a mesma orientação sexual. Todavia, de acordo com os pesquisadores americanos Michael Bailey e Richard Pillard, entre gêmeos bivitelinos, quando um é gay, o outro teria 22% de possibilidade de ser gay. Já entre univitelinos, a probabilidade é maior que o dobro: 52%. Considerando que a taxa entre a população estaria entre 2% e 5%, fica provado a existência de um componente genético na homossexualidade.[3] 

Entretanto, fica igualmente provado que os genes não são a resposta para tudo nesta questão. Segundo o pesquisador Alan Sanders, os estudos com gêmeos sugerem uma estimativa de que até 40% da orientação sexual deva-se à influência genética. E quanto aos outros 60%? Uma possível resposta seria o desenvolvimento biológico do feto no ambiente intrauterino. De acordo com uma das mais promissoras pesquisas neste campo, os hormônios sexuais masculinos (andrógenos) se conectam às partes responsáveis pelos desejos sexuais no cérebro, influenciando seu crescimento, tornando o cérebro mais tipicamente masculino ou feminino. A conexão dependeria das proteínas receptoras de andrógenos. Supondo que cada célula do cérebro fosse uma casa, as proteínas receptoras de andrógenos (AR) funcionariam como o portão que controla a entrada. A quantidade e localização desses portões variam entre homens e mulheres. O hipotálamo masculino tem mais ARs que o feminino, por exemplo. Segundo esta teoria, a homossexualidade nos homens seria causada por portões que restringiriam a entrada de andrógenos nas regiões responsáveis pela sexualidade, produzindo, assim, um cérebro submasculinizado. Já nas mulheres, esses portões facilitariam entradas maiores, produzindo uma estrutura supermasculinizada. Tudo, portanto, seria consequência do número de ARs de cada feto, que possivelmente estaria relacionado à carga genética. Apesar de os cientistas admitirem que se trata de um processo complexo, o fato é que as pistas da ação dos hormônios pré-natais estão por toda a parte, revelando-se até nos aspectos físicos. É importante ressaltar que os hormônios importantes na formatação da orientação sexual não são os que circulam no sangue nos adultos, e cujos níveis são iguais entre héteros e homossexuais, e sim os hormônios que atuaram durante a gestação. 

Fica desacreditada e descartada a hipótese de que o abuso sexual na infância seria a causa da homossexualidade, como também a que sugere que haja mais probabilidade de que haja gays em lares chefiados por mulheres ou entre filhos criados por casais de homossexuais. Dean Hamer conclui que os fatores biológicos (genes e hormônios) seriam responsáveis por mais de 50% da orientação sexual. Os outros quase 50% podem ser atribuídos a fatores psicológicos e sociais. Em outras palavras, a predisposição à homossexualidade vai se manifestar dependendo das experiências de vida da pessoa. Alguns indivíduos aprendem a sublimar, outros simplesmente se abdicam de sua sexualidade por uma causa maior. Estudo feito pelo Instituto Karolinska na Suécia, publicado em 2005, detectou através do escaneamento de atividades cerebrais que homossexuais homens apresentam resposta fisiológica aos feromônios do sexo masculino igual às mulheres heterossexuais, evidenciando claramente um componente biológico na orientação sexual. 

No mesmo ano, os pesquisadores Gleen Wilson e Qazi Rahm publicaram sua conclusão de que a orientação sexual seria determinada por uma combinação de fatores genéticos e atividade hormonal durante a gestação, e que as experiências posteriores na infância, bem como o ambiente familiar, a educação e a escolha pessoal teriam pouca ou nenhuma influência no assunto. [4] De acordo com os autores, homossexuais nascem homossexuais, e a proporção de indivíduos com esta orientação sexual na população mundial parece não variar significativamente. Em 1994, a Associação Americana de Psicologia declarou que a investigação científica sugere que a orientação sexual é determinada muito cedo no ciclo da vida, possivelmente antes mesmo do nascimento. 

Homossexualidade no reino animal 

Se o comportamento homossexual fosse antinatural como defendem alguns, como explicar o fato de ser tão comum no reino animal, envolvendo desde insetos até mamíferos? Pesquisa feita em 1999 pelo biólogo canadense Bruce Bagemihl [5]  revela que o comportamento homossexual já foi observado em cerca de 1500 espécies animais, desde primatas até vermes intestinais, e foi bem documentado em pelo menos 500 delas.[6] Dados atuais indicam que várias formas de comportamento sexual homossexual são encontradas em todo o reino animal.[7] Uma revisão das pesquisas feita em 2009 revelou que este comportamento é um fenômeno quase universal entre as espécies. Bem da verdade, apesar de indivíduos de centenas de espécies manterem relações sexuais com parceiros do mesmo sexo em ocasiões isoladas, poucos fazem disso uma rotina.[8]  Seu interesse pelo sexo oposto continua ao longo da vida. Portanto, não se pode classificá-los de homossexuais na acepção da palavra. 

Somente duas espécies exibem preferência pelo mesmo sexo pelo resto da vida, mesmo havendo parceiros disponíveis do sexo oposto: a espécie humana e o carneiro domesticado. No segundo caso, até 8% dos machos do rebanho preferem outros machos mesmo quando há fêmeas férteis por perto.[9] Em 1994, neurocientistas descobriram que os machos desta espécie tinham cérebro ligeiramente diferente do resto, com um hipotálamo menor, que é a parte que controla a liberação de hormônios sexuais.[10] Isso endossa o já citado estudo do neurocientista Simon LeVay que descrevia uma diferença entre a estrutura cerebral de homens héteros e homossexuais. 

Outro animal considerado um dos mais inteligentes e que mantém relações com indivíduos do mesmo sexo é o golfinho. Em um caso que chamou a atenção de muitos pesquisadores um par de golfinhos machos manteve um relacionamento por dezessete anos. 

Nem os leões, conhecidos como os reis da selva, escapam deste curioso fenômeno. Os leões africanos geralmente mantém haréns de fêmeas e exercem sua liderança através de uma hierarquia patriarcal. Apesar disso, uma porcentagem de leões africanos machos abandonam suas fêmeas para formar seus próprios grupos homossexuais. Os leões são reconhecidamente os felinos com o maior desejo sexual, o que não os impede de desenvolver este tipo de comportamento. Entre as aves, sabe-se que mais de setenta tipos acasalam-se com indivíduos do mesmo sexo, incluindo os fascinantes pinguins. 

O certo é que enquanto a homossexualidade está presente em tantas espécies animais, a homofobia só é verificada na espécie humana, e isso, para vergonha nossa. 

No próximo post falarei sobre a presença gay na igreja evangélica e o que dizem as Escrituras. Peço ao Espírito Santo que ilumine nossa consciência para que compreendamos as angústias sofridas por homossexuais, pelo simples fato de não se aceitarem como são, ou por não serem aceitos pelos que os cercam. Peço que as feridas em seus corações sejam cicatrizadas e a hemorragia em suas almas se estanque por completo. Que se sintam plenamente amados em sua condição. Que se entreguem inteiramente a este amor, de modo que possam viver dignamente, guardados de uma vida promíscua em que sejam tão-somente usados como objetos descartáveis. Que encontrem quem os ame de verdade, sem exigir que se mutilem, tendo sua integridade dissolvida para atender expectativas puramente moralistas. E que assim, vivam para a glória d'Aquele que os criou, enfrentando valentemente todo preconceito raivoso, mesmo aquele impingido em nome da religião.


[1] LeVay S. A difference in hypothalamic structure between heterosexual and homosexual men Science, 1991 
[2] HAMER, Dean H. et al. A linkage between DNA markers on the X chromosome and male sexual orientation. Science, n. 261, 1993, p. 321-327. 
[3] BAILEY, J. Michael, PILLARD, Richard C. A genetic study of male sexual orientation. Archive of General Psychiatry, n. 48, 1991, p. 1089-1097 
[4] WILSON, Gleen, RAHM, Qazi, Born Gay: The Psychobiology of Sex Orientation, London, 2005 
[5] Bruce Bagemihl, Biological Exuberance: Animal Homosexuality and Natural Diversity, St. Martin's Press, 1999. 
[6] Harrold, Max (16 de fevereiro de 1999). Biological Exuberance: Animal Homosexuality and Natural Diversity The Advocate, reprinted in Highbeam Encyclopedia. 
[7] "Same-sex Behavior Seen In Nearly All Animals, Review Finds", Science Daily 
[8] Levay, Simon. Queer Science: The Use and Abuse of Research into Homosexuality. Cambridge, Massachusetts: MIT Press, 1996. 
[9] Levay, Simon. Gay, Straight, and The Reason Why The Science of Sexual Orientation. Cambridge, Massachusetts: Oxford University Press, 2011. 
[10] Roselli, Charles E.; Kay Larkin, John A. Resko, John N. Stellflug and Fred Stormshak. (2004,). "The Volume of a Sexually Dimorphic Nucleus in the Ovine Medial Preoptic Area/Anterior Hypothalamus Varies with Sexual Partner Preference". Journal of Endocrinology, Endocrine Society, Bethesda, MD 145 (2)

42 comentários:

  1. Segue o comentario.
    Romanos capítulo 1 do vesículo 26 ao versículo 32:
    "26- Pelo que Deus os abondonou as paixões infames. Por que até as suas mulheres usaram o uso natural, no contrário à natureza.
    27- E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade de uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.
    28- E, como eles se não importaram de ter conhecimnto de Deus, Assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém;
    29- Estando cheios de toda iniquidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;
    30- sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, prsunçosos, inventores de males, desobediêntes ao pai e a mãe;
    31- nécios, infiéis no contrato, sem afeição natural, irreconsiliáveis, sem misericórdia;
    32- os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte o que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consetem aos que as fazem".Neste texto citado acima, fala tanto do lesbianismo como também do homossexualismo, e interessante neste texto é que além de estar notório que a prática homossexual é pecado, o mesmo texto deixa claro que isto trata-se de um castigo de Deus, observe o versículo 28.
    Para terminar aqui vamos para um outro texto bíblico onde fala deste assunto, que no caso é 1co capítulo 6 versículo 10 que diz:
    "Não erreis: Nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão Reino de Deus."
    Neste texto fica claro quando diz "não erreis" ou seja, Deus requer uma vida reta da parte do homem, e na lista citada acima, vemos que os efeminados,ou seja, o homossexual passivo, e o sodomita, ou seja, o homossexual ativo, não herdarão o reino de Deus assim como os demais da lista.
    Tem gente que diz que a pessoa que é homossexual não tem como mudar, diz que uma vez homossexual vai morrer homossexual, mas se você reparar bem o versículo 11, pode se perceber que Paulo que estava falando para os irmãos de Corinto disse o seguinte "E é o que alguns tem sido", ou seja, muitos irmãos da igreja eram homossexuais, mas foram lavados, santificados, foram justificados, em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito santo, isto é, se converteram a Cristo e abandonaram tais práticas. Respondendo a sua mensagem Bispo Hermes com base Biblica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo8:54 PM

      Parabéns a bíblia tem todas as respostas e ciência nenhuma toma a melhor resposta

      Excluir
  2. Confortador, assim recebo cada linha escrita. Já havia feito pesquisas nessas ramificações. E qto ao último parágrafo eu espero pelo próximo e amem, assim seja.

    Obrigada Hermes.
    Bom dia.

    ResponderExcluir
  3. Miriam10:17 AM

    Texto incrível e sábio. É triste ver que a humanidadee esta mais pré disposta a apontar o suposto erro de alguém ao invés de tentar ser "reto" perante à Deus. Todos nós somos pecadores, independente da nossa orientação sexual. É difícil cumprir o principal mandamento que Jesus nos deixou?! AMAI O PROXIMO COMO A SI MESMO. A parte do julgamento fica pra Deus, aliás, só Ele tem esse direito.

    ResponderExcluir
  4. Paz irmão Hermes

    Há muito sou leitor de vossas letras e muito o admiro pela forma como constrói seus textos, sempre tendo uma visão analítica desprovida de partidarismo ou ideologias, trazendo sempre uma fotografia panorâmica da realidade, foto esta muitas vezes em 5 dimensões (risos).

    No entanto, nesse texto senti falta de algo muito importante. Será que a predisposição genética e fisiológica cerebral são causas exclusivas para a formação do indivíduo? Acredito que você não pense assim. Imagino que isso se traduziu num afã  de atestar a condição biológica que carrega o homossexual.

    Entretanto é sabido que o que somos é resultado de múltiplos fatores, (genéricos, cerebrais, psicológicos, ambientais, culturais e sociais), de modo que cada fator tem sua importância nessa equação.

    Para resumir, faço lembrança, como paralelo analítico, do que aconteceu com o neurocientista James Fallon. Em pesquisas descobriu que o cérebro de um psicopata tem uma condição específica que o faz ser o que é. No entanto, sem querer, descobriu que tinha esta condição cerebral. Em resumo, o cientista constatou que só não se tornou um psicopata em razão da criação familiar que recebeu. O amor venceu a condição biológica.

    Somos seres complexos. Pessoas nascem com diversos tipos de potenciais, no entanto estes se desenvolvem conforme a formação do homem.

    Continue firme nesse processo de elucubração. E meus parabéns pela coragem de falar sobre o tema. Deus lhe abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li agora sobre esse James Fallon e pra mim, confirma essa possibilidade do cérebro influenciar o que uma pessoa sente e pensa. O cara descobriu que tem um cérebro com perfil de "psicopata". E reconhece também que ele tem comportamentos psicóticos, inclusive a mãe dele e os fatos que ele conta são bem fora do " comum". A mãe dele inclusive ocultou fatos do passado dele que só revelou 50 anos depois. Ou seja, o cara é um psicopata mas vamos dizer assim, não matou ninguém mas fez coisas bem fora do comum, como roubar por exemplo.

      Excluir
    2. Fonte: http://www.theguardian.com/commentisfree/2014/jun/03/how-i-discovered-i-have-the-brain-of-a-psychopath

      Excluir
    3. Foi muito bem ressaltado por você Henrique. A um ano atrás, mais ou menos, a Super Interessante lançou uma revista a respeito de psicopatas mirins, crianças que nasceram com alguma forma de psicopatia. Será que poderíamos aplicar a mesma logica, "Como Deus poderia condenar algo sobre o qual o indivíduo não tenha qualquer controle? Se o próprio Deus o criou nessa condição, que culpa lhe restaria? ", nesses casos?
      As doenças co-sanguíneas são em razão de Deus também?
      Você fez uma otima observação.
      E caro Hermes, gosto muito de seus textos. E agradeceria se levasse esses pontos em conta.

      Excluir
    4. Nasci numa família evangélica, sem tv, sem música do mundo, sem revistas em quadrinhos, sem novela e sem cinema. Sou gay, mesmo nai tendo influência social na minha formação, que foi restrita sim, sem ter influência na minha preferência. Portanto não acredito que influência social vá interferir na preferência sexual do indivíduo.

      Excluir
    5. Livingstone Pherr, "influência social" não quer dizer as pessoas te incentivando a ser gay ou não, influência social é muito amplo, diz respeito à diversas coisas como por exemplo a maneira como você foi criado, as pessoas com quem você conviveu, como foi a convivência com cada uma dessas pessoas, as coisas que você experimentou, os lugares que você foi etc. É realmente algo bem amplo e nem sempre as consequências dessa influência são óbvias. E já está fartamente documentado que a influência social é um fator importante para a construção da identidade de todas as pessoas. Concordo que ela não é determinante e que não transforma alguém em gay ou hétero, mas dizer que ela não existe é tapar os olhos para a realidade.

      Excluir
  5. Muito escalrecedor, tenho acompanhado amigos nessa crise e tenho aprendido muito. Ex: tinha opinião formada de que não se nascia assim, porem ao conversar e acompanhar amigos nessa condição passei a ver difertente. Acho que essas amizades tem me ajudado a entender melhor. E posso dizer que muitos deles tem muitas coisas a nos ensinar. Entendo como uma troca mutua.

    ResponderExcluir
  6. Tudo isso na tentativa de provar que é normal fazer sexo com o mesmo órgão que fazemos cocô?! É isso mesmo? Uma tentativa de afirmar que é normal fazer sexo com o ESGOTO DO CORPO?!!! Hum... Se você é mesmo pastor, e guiado pelo Espírito da Verdade, causa estranheza todo este seu texto. Ainda bem que Ele não nos deixa em dúvida em... pastor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, e posso lhe afirmar que este discurso é de origem maligna e não tem parte com a Verdade.

      Excluir
    2. Anônimo3:53 PM

      Nunca soube que mulher faz cocô com a vagina.
      Daí, já pode-se perceber o quão limitado é a sua compreensão sobre o tema.

      Excluir
    3. Anônimo1:26 PM

      Aplausos!!!

      Excluir
  7. "Como Deus poderia condenar algo sobre o qual o indivíduo não tenha qualquer controle? Se o próprio Deus o criou nessa condição, que culpa lhe restaria? "- O que diremos então dos homicidas? Recomendação bíblica: "O desejo jaz à porta, mas a ti compete dominá-lo". (Gn.4.7). Pergunto: a quem você quer agradar com esse discurso?

    ResponderExcluir
  8. kkkkkk, CARA VOCÊ É UMA PIADA, SE EU FOSSE VOCÊ SAIA DO ARMÁRIO DE UMA VEZ, EM VEZ DE FICAR ARRUMANDO DESCULPA PARA O PECADO! A BÍBLIA É MUITO CLARA NA QUESTÃO DO HOMOSSEXUALISMO E ELA NUNCA VAI SE ADAPTAR AO PECADO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo1:27 PM

      Pb Anderson...com esse discurso vocÊ está querendo um dia ser pastor?

      Excluir
  9. Tb aguardo pelo próximo artigo continuando este! Muitas dúvidas!

    ResponderExcluir
  10. Esses estudos todos são muito interessantes e elucidadores, porém, a conclusão que você deu a eles não faz sentido... Há grandes evidências de que há pessoas que nascem predispostas ao alcoolismo, a depressão, a cânceres específicos etc. mas isso não quer dizer que elas NASÇAM alcoólatras, depressivas ou doentes, ou que alcoolismo, depressão e câncer sejam naturais, pelo menos não naturais no sentido de "bons" ou "normais". E isso também não quer dizer que um alcoólatra ou um depressivo devem simplesmente aceitar sua condição de nascença e se assumirem alcoólatras ou depressivos, terem orgulho disso e não fazerem nada pra vencer essas coisas.

    Quanto a questão de a homossexualidade também ser encontrada nos animais, isso simplesmente não quer dizer nada sobre nós ou sobre se a homossexualidade é certa ou errada, ou se é natural ou não para nós. No reino animal também encontra-se facilmente casos de estupro, canibalismo, infanticídio, poligamia etc. e nada disso diz qualquer coisa (ou diz muito pouco) sobre o valor moral disso tudo para nós.

    Nossa visão sobre o homossexualismo realmente deve sim ser reformulada, e todos esses estudos científicos devem sim ser considerados, mas receio que você não esteja conseguindo fazer isso muito bem... A maioria das pessoas aliás não me parece estar sabendo lidar muito bem com isso. O que tenho percebido é que a homossexualidade tem se tornado simplesmente um tabu, que não deve ser discutido abertamente, questionado etc. e isso é apenas conduzir as pessoas de uma ignorância até a uma outra.

    ResponderExcluir
  11. É sabido que o homossexualismo é resultado de condicionamento físico e psicológico. Já vi caso de menino de 8 anos que sentia renunciar a Deus quando praticava atos homossexuais.
    Mesmo que seja provado que alguns homossexuais "nasça" homossexual, isso nada mais seria que resultado da entrada do pecado no mundo.
    Jesus não disse que devemos renunciar a nós mesmo para poder seremos dignos de sermos seu discípulo? O que é renunciar a nós mesmo se não renunciar a toda a nossa tendência pecaminosa?
    O que esperar desses cristãos que legitimam práticas homossexuais e chamam mulheres férteis de crianças? Aos poucos vão invertendo tudo o que Deus deixou.

    ResponderExcluir
  12. As pessoas esquecem que a Bíblia não é a palavra de Deus, são palavras de pessoas de uma época difícil, que viviam em uma sociedade preconceituosa e ignorante, Jesus eh a única palavra de Deus na Bíblia, e ele vem para falar sobre amor para esse povo perdido, ele fala para não julgar, diz para alimentarmos e agasalharmos aos nossos irmãos, e não só fisicamente, muitos tem frio e fome na alma, são essas pessoas que dizem coisas ruins, e esquecem que somos todos irmãos, e não importa nossas ações devemos nos amar e cuidar uns dos outros, esse eh o caminho de jesus, se ele estivesse aqui ele acolheria aqueles que a sociedade maltrata e abandona, eh isso que ele fazia, eh isso que ele nos ensinou.Mas muitas pessoas querem se apegar ao discurso preconceituoso das pessoas da época de jesus, pessoas as quais crucificaram o próprio jesus por ser diferente deles, quando ele apenas queria que as pessoas se amassem. Que Deus abençoem vocês que tem feito esses discursos de ódio, vcs não estão seguindo jesus, de suas bocas saem julgamentos e retaliações, mas que qualquer um vcs são os realmente perdidos. Que o amor de deus transforme suas almas.

    Excelente texto, os fatores biológicos influenciam, como tudo influencia, mas o que vale mesmo eh o intimo de cada ser, isso é o que define o ser, a homossexualidade faz parte da criação, está em toda a natureza, e as pessoas que nascem assim foram criadas por deus, pois todos os seres são de Deus e são amados por ele, e ninguém tem o direito de condena-los, deus não abandona ninguém, deus não julga, deus apenas nos ama infinitamente e permite que tracemos o caminho que quisermos, ele nos fez livre, e isso inclui ser livre para amar quem quiser também, essa lei divina eh perpetua, os seres são livres, ninguém tem o direito de obriga-los a nada, não importa no que as pessoas acreditam, elas não podem tirar a liberdade dos demais.

    Eh muito bom ver textos como esse vindo de pessoas religiosas, o mundo precisa disso, que suas religiões tornem as pessoas compreensivas e compassivas, que as pessoas amem e cuidem umas das outras, lutem umas pelas outras, onde o amor fale mais alto, e não a vontade de provar o que é ou não de deus.

    Luz e amor a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jesus se encontrou com todo tipo de pecadores quando esteve no mundo, os únicos com que Ele nunca teve encontro foi com os sodomitas(homossexuais). Parece que o Salvador sabia que os mesmos, as invés de reconhecerem que estavam no pecado, tentariam convencer o Salvador que nasceram assim e que sua prática era normal. A homossexualidade é o pecado predominante na maioria absoluta das civilizações que desapareceram da história da humanidade. Como a nossa civilização está se aproximando para o fim, essa prática só vai crescer, inclusive em igrejas conformados com o mundo e o pecado e vivendo á revelia da Palavra de Deus. É fácil aceitar a Bíblia quando ela fala de amor e recusá-la quando ela fala das abominações do ser humano. Parece que o Espírito Santo não sabe o que é científico e o que é pecado, essa tarefa fico para o pr. Hermes definir. Concordo quando ele diz que ninguém vai querer ser homossexual por vontade própria, assim como ninguém vai querer ser mendigo, criminoso, viciado, enfermo, depressivo. etc., etc., etc.. É por isso que Jesus veio ao mundo, pra desfazer as obras do diabo. Parece que falta um entendimento do pastor sobre a complexidade do reino das trevas, do domínio de satanás e das hostes espirituais da maldade na natureza caída e pecaminosa. Esse estudo que ele cita é mais um entre tantos outros que não se concretizaram ou que atá mesmo se mostraram tendenciosos ou fraudulentos. Vamos ficar com a Palavra de Deus que é verdade e não se contradiz. Deus ama o pecador mas não aceita o pecado, e aqueles que preferirem o pecado á Ele o destino é o lago de fogo. As vezes aparece oportunidade de trair minha mulher, e como homem me sinto tentado. Mas como sei que o lugar do adúlteros, assim como dos gays, etc., é no lago de fogo, eu rejeito pra me manter fiel á Deus e á Palavra, porque não quero ir para o inferno mas para o céu. Simples assim.
      Estamos na época de da igreja de Laodicéia, mas não sejamos laodicenses.

      Excluir
    2. Pelas suas palavras você acredita em salvação pelas obras. Parabéns, você é um herege. E, como dizem, o lugar dos hereges é no lago de fogo. Boa sorte =]

      Excluir
    3. Tô falando em frutos. Frutos do Espírito ao contrário das obras da carne, Gálatas 5. Só tem um tipo de relacionamento sexual aprovado por Deus, homem e mulher unidos pelo matrimônio. O restante é prostituição, fornicação, adultério ou abominações como homossexualidade, estupro, sexo bestial, etc.. A maioria inclusive sendo punida com a morte no A.T.. Esse Evangelho do venha com está e fique como achar melhor não salva, levo pro inferno. Acreditar que Deus criou o ânus para fazer sexo é negar os princípios básicos da criação e do Criador. Viver no pecado é negar o sacrifício de Jesus na Cruz do Calvário. "Sem santificação ninguém verá o Senhor". "Nem todos os que me dizem Senhor, entrarão no reino dos céus". "Nos últimos dias aparecerão muitos falsos profetas com doutrinas de demônios...". Cuidado, não perca a salvação. Fique longe do pecado, Adão pecou e foi expulso do paraíso. Satanás pecou e foi expulso. Os anjos que pecaram fora expulso. O sacrifício de Jesus purifica de todo o pecado, mas quem permanece no pecado torna-se culpado do sangue de Cristo, 1 Co 11.

      Excluir
    4. Mateus 7

      15 "Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores.

      16 Vocês os reconhecerão por seus frutos. Pode alguém colher uvas de um espinheiro ou figos de ervas daninhas?

      17 Semelhantemente, toda árvore boa dá frutos bons, mas a árvore ruim dá frutos ruins.

      18 A árvore boa não pode dar frutos ruins, nem a árvore ruim pode dar frutos bons.

      19 Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e lançada ao fogo.

      20 Assim, pelos seus frutos vocês os reconhecerão!

      21 "Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.

      22 Muitos me dirão naquele dia: 'Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?'

      23 Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês que praticam o mal!

      Excluir
    5. Anônimo4:24 PM

      Fui obrigado a parar de ler quando li que a Bíblia nao é a palavra de Deus.

      Excluir
    6. Anônimo1:30 PM

      A Bíblia não é a Palavra de Deus?!! Alguém me dá um tiro!!!

      Excluir
  13. Anônimo5:03 PM

    Hermes gosto de queimar minha rosquinha posso?
    Sua igreja Reina deixa eu congregar nela se fizer isso em prática.
    Porque as outras igrejas não deixa não.

    ResponderExcluir
  14. 2 Timóteo 3

    1 Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis.

    2 Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios,

    3 sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem,

    4 traidores, precipitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus,

    5 tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se desses também.

    6 São esses os que se introduzem pelas casas e conquistam mulheres instáveis sobrecarregadas de pecados, as quais se deixam levar por toda espécie de desejos.

    7 Elas estão sempre aprendendo, mas jamais conseguem chegar ao conhecimento da verdade.

    8 Como Janes e Jambres se opuseram a Moisés, esses também resistem à verdade. A mente deles é depravada; são reprovados na fé.

    9 Não irão longe, porém; como no caso daqueles, a sua insensatez se tornará evidente a todos.

    ResponderExcluir
  15. Mateus 7

    15 "Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores.

    16 Vocês os reconhecerão por seus frutos. Pode alguém colher uvas de um espinheiro ou figos de ervas daninhas?

    17 Semelhantemente, toda árvore boa dá frutos bons, mas a árvore ruim dá frutos ruins.

    COMPARTILHAR
    18
    18 A árvore boa não pode dar frutos ruins, nem a árvore ruim pode dar frutos bons.

    19 Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e lançada ao fogo.

    20 Assim, pelos seus frutos vocês os reconhecerão!

    21 "Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.

    22 Muitos me dirão naquele dia: 'Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?'

    23 Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês que praticam o mal!

    ResponderExcluir
  16. Eu não caio na conversa desse "pr" Hermes porque a Bíblia me alerta sobre ele há muito tempo:

    2 Timóteo 4: 1-5

    1 Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino,

    2 Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.

    3 Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;

    4 E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.

    5 Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.

    ResponderExcluir
  17. Anônimo1:48 AM

    Jesus nunca falou sobre homossexualismo? Voddie Baucham Jr responde:

    «Jesus é um membro da Divindade. Jesus sempre existiu, eternamente, em perfeita união com o Pai e o Espírito. Isso significa que, quando chuva de fogo e enxofre estava descendo sobre Sodoma e Gomorra ele não estava ausente, nem em desacordo. Ele é um membro da Divindade. Você não pode separá-lo do Deus do outro lado do Livro, pois ELE É O DEUS do outro lado do Livro.»

    ResponderExcluir
  18. Ciencia... a mesma ciencia que se diz ateia, é o que prega o nobre pastor, desculpe-me, bispo.

    Vejamos im pouco do que diz a Biblia sobre a ciencia pregada nos pulpitos, em 1 Timoteo 6;20-21

    20 Ó Timóteo, guarda o depósito que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e às oposições da falsamente chamada ciência,
    21 A qual professando-a alguns, se desviaram da fé. A graça seja contigo. Amém.

    Cuida-te corretamente de suas ovelhas, guardando de ensina-las falsamente, pois dará conta de todas, quando do dia do Juízo do Senhor. Um verdadeiro pastor conhece essa sua responsabilidade.

    E vós ovelhas, oucam apenas a voz do verdadeiro pastor que é Jesus Cristo, que já nos disse tudo o que devemos saber através de Sua Palavra, e nao através do que diz os doutores da Lei e da Ciencia.

    Amemmos sempre o ser humano, criatura de Deus, seja hetero, homo, preto, amarelo, branco, rico, pobre...
    Mas odiemos todo o tipo de pecado, homossexualimo, avareza, preconceito, falsos ensinamentos, orgulho, etc...

    A Paz seja com todos vós.

    ResponderExcluir
  19. Olá, pessoal!

    É normal uma leoa matar os seus filhotes? É normal sentir prazer com o sofrimento alheio (ex. psicopatas)? Não, mas acontecem na natureza.

    Fazer sexo com uma pessoa do mesmo sexo não é normal, as coisas não se encaixam...rs (literalmente)...rs ...

    A homossexualidade é anormal, mas... vivemos em um mundo caótico e acredito que todos fazemos coisas vez ou outra que são fora da normalidade, fora do projeto inicial do Criador... Deus não fez o homossexual, tbm não fez aquele que nasceu cego... etc. O Criador fez homem e mulher... depois veio a queda... e daí a própria natureza ficou alterada... natureza decaída.

    Acredito que o importante é a gente viver a nossa vida e respeitar a vida do outro e suas "escolhas"... eu não escolho ser homossexual, mas posso escolher viver como homossexual ou simplesmente não me envolver sexualmente com ninguém.

    Devemo falar do amor de Deus em Cristo e pregar as boas-novas... apenas isso, levantar debates e envolver-se em questões polêmicas só irá trazer brigas, escândalos etc. Pregue e deixa que o Espírito Santo convença o pecador.

    ResponderExcluir
  20. Anônimo2:19 PM

    "Se alguém pode buscar todas as intervenções médicas e psicológicas para que seu corpo esteja de acordo com sua pisquê, que se identifica com o sexo oposto, quanto mais alguém que deseja simplesmente que sua psiquê esteja de acordo com o corpo do seu próprio sexo.
    Em síntese: se a pessoa pode adequar o corpo conforme sua psiquê, por que não pode adequar sua psiquê conforme seu corpo?
    Impedir isto é liberar apenas uma via de mão única. É puro preconceito." - Fabio Blanco

    ResponderExcluir
  21. Anônimo2:32 PM

    FAKE NEWS: Se você é minimamente inteligente, não caia nessa de “cura gay” nem no conto de "pastores" ideológicos:

    http://sensoincomum.org/2017/09/20/fake-news-nao-caia-nessa-cura-gay/
    Flavio Morgenstern20/09/2017

    Você acreditou que alguém propôs a "cura gay"? Não seja tapeado pela mídia: basta saber do que se trata para apoiar vigorosamente o projeto.

    ResponderExcluir
  22. Realmente não existe esse termo 'CURA GAY'. Isso é invenção da esquerda! Essa confusão foi gerada por muita coisa, principalmente a ignorância. E realmente não tem embasamento cientifico a reversibilidade. A OMS ja examinou o caso, e o Brasil não seria matuto o suficiente de andar na marcha ré. Não creio ser a homossexualidade de nascença(é isso que não tem provas), mas doença não é. A transexualidade e a intersexualidade(popular hermafroditismo) são de nascença, mas a homo, não! Mas por que esse debate estupido? Para haver reversibilidade em alguns evangelicos. Como evangelico, achei isso imbecil. Quem for cristão peça para Deus modificar seu ser(e Ele pode), mas não envolva psicologos nisso. Principalmente psicologos evangelicos que acham a terapia viavel pra isso. Não só contraria a OMS, como é completamente anti biblico. Mas eu esqueço que existe um bando de LUNÁTICOS que alegam da OMS ser uma ferramenta da "NOVA ORDEM MUNDIAL"(leia-se fantastico mundo de Bob). Para esses só gardenal ou expulsao demoniaca. Contrariaram a biblia e a OMS ao mesmo tempo. Mas ocorre que já colocaram a ciência como vendida pela politica. Ou seja, os cientistas agora são 'vendidos' a quem lhes pagar mais. O povo parece beduíno do deserto que bebeu haxixe...rsrsrs.... Eu vou assistir a esse povo se lascar na arquibancada. Por que? Porque vai ocorrer duas coisas: 1º)Pais religiosos irão querer 'curar' filhos gays 'na marra', e isso acabará no colo do STF 2º)Irá aparecer gays que retornaram. E advinha quem vai passar vergonha? A Igreja! Nessa hora aprenderão a NUNCA MAIS usarem a psicologia para seus propositos....kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    A paz de Cristo pastor Hermes! Não concordo 100% contigo, mas contemplo sua intenção.

    ResponderExcluir
  23. Bom dia.

    Ok, com esse pensamento tão logo eu posso ficar com quantas mulheres eu quiser, independente do meu estado civil, pois eu sinto muita atração por todas elas, a cada conversa poderei então deseja-las.

    Todo homem sincero passou ou passa por isso em meio aos seus pensamentos, a medida que eu deixo isso fluir em minha mente o meu corpo vai se adaptando ao modelo de pensamento e quando menos espero aquele pensamento já virou uma tendência.

    É um tema que tem que ser tratado com muito amor, acredito que por causa do pecado, sim, pode existir pessoas com tendências, assim como tem pessoas que pode nascer, com problemas respiratórios, encefálicas, entre outros.

    Agora dizer para eles se entreguem completamente a esse amor, meu você tem que ser muito sábio para falar amor, pois a definição de amor, nunca foi e será euforia, seja hétero ou homossexual.

    ResponderExcluir
  24. Anônimo6:00 PM

    Cura gay é fácil... Quero ver descobrir a cura pra socialista/comunista, né pastor? rs

    ResponderExcluir
  25. Anônimo8:22 PM

    Chegamos a um ponto em que cirurgias de mudança de sexo (inclusive pra crianças e sem a permissão dos pais se for o caso) são vista como algo normal e consultas psicológicas são vista como algo extremamente absurdo. Que Deus tenha misericórdia dos que propagam essas aberrações!

    ResponderExcluir
  26. Anônimo10:06 AM

    Na verdade os moralistas de plantão e supostos religiosos irão contrargumentar que "faz o tratamento quem quer", ou seja, o indivíduo homossexual ou trangenero que acredita que seu desejo é realmente um distúrbio. E isso é um fato! Pois dentro do círculo patriarcal e magista o indivíduo com essa natureza crê de verdade que algo está errado com ele... daí demanda-se experiências dolorosas que vai desda libertação, transtornos emociais, ou suicídio.
    Na verdade a sociedade nunca aceitará a homossexualidade pois ela em si trás a fobia da não existência. A homossexualidade encerra em sim o "DNA"; do fim da espécie humana. Isso causa pânico e terror inconsciente.
    Só que as pessoas não se dão conta que o homossexual pode procriar se ele bem quiser, e pelos métodos tradicionais sem abrir mão dos seus reais desejos rsrs. Por isso que pouco se fala na bisexualidade: o que no primeiro caso trás horror, no segundo causa desespero e pânico kkkkk.
    Algo como asco de barata: uns gritam quando vê, outros fogem ignorando o repulsivo inseto, e finalmente outros matam.
    E isso é um mal congênito na sociedade semelhante a pisicopatia.
    Na verdade, quem são os doentes são eles e não os homossexuais! E o trágico e que eles não sabem que são eles quem precisam de tratamento.
    Se bem que não há cura para a pisicopatia!
    Um abraço
    Mano Paulo de Maricá

    ResponderExcluir