terça-feira, agosto 29, 2006

1

Polêmica na medicina
Método de criação de célula-tronco sem o sacrifício de um embrião

A Advanced Cell Technology, da Califórnia, desenvolveu uma tecnologia que pode acabar com o debate ético nos EUA sobre as células-tronco embrionárias, que até então só podiam ser obtidas com a destruição de embriões humanos. "Para as pessoas mais racionais, isso remove a última objeção racional para se opor a esta pesquisa", disse Robert Lanza, cientista-chefe da Advanced Cell, em entrevista no centro de pesquisas da empresa, em Worcester, Massachusetts. A Casa Branca se manifestou sobre a nova técnica na quinta-feira, dizendo-se animada. Em julho, o presidente George W. Bush vetou uma ampliação das verbas federais para pesquisas com células-tronco embrionárias, por considerar que contribuintes que se opõem a elas não devem arcar com seu custo. O principal argumento dos adversários das pesquisas é que destruir os embriões equivale a acabar com uma vida humana em potencial. Alguns especialistas disseram que a técnica anunciada na quarta-feira não resolve os debates éticos e políticos que há anos dividem o país. Embora Lanza duvide do apoio de Bush, ele disse torcer para que o novo método agrade uma quantidade suficiente de senadores e deputados para derrubar o veto presidencial. "Ainda estamos tentando descobrir como transformar essas células-tronco embrionárias em células de reposição que possam ser usadas para ajudar pessoas com uma ampla gama de doenças", acrescentou Lanza. A equipe de Lanza usou um método já empregado em tratamentos de fertilidade para remover uma célula de um embrião sem danificá-lo. Eles cultivaram as células-tronco a partir dessa única célula.

Fonte: Terra

Um comentário:

  1. Evânia Corrêa11:00 AM

    Nunca havia pensado por este aspecto! Realmente, seria muito bom. Mas, que estivesse determinado, que assumindo cargo político, seria obrigatório esta participação dos políticos e seus famíliares. Com certeza o sistema público funcionária.

    ResponderExcluir