quinta-feira, maio 09, 2013

16

O Infiltrado - Reportagem debochada do Canal History sobre a igreja evangélica



Pode-se avaliar um programa como este de pelo menos dois ângulos: como um escárnio ao movimento evangélico, fruto do preconceito religioso, ou ainda, como um feedback que nos revela a imagem que a igreja evangélica brasileira tem construído no imaginário popular.

Se a segunda opção estiver correta, como acredito, deveríamos aproveitar o ensejo para submeter-nos a uma autocrítica, desfazendo-nos do esteriótipo religioso, em vez de ficarmos lamentando, sentindo-nos vítimas de perseguição.

Em vez nos infiltrarmos no mundo como agentes transformadores do reino de Deus, estamos sendo infiltrados pelo mundo e servindo de chacota por causa de nossas idiossincrasias.

16 comentários:

  1. Lamentável algumas igrejas e irmãos se prestarem a isso. Falta de sabedoria. Os problemas das igrejas todos conhecemos. A minha avaliação é de acordo com a primeira opção: como um escárnio ao movimento evangélico, fruto do preconceito religioso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, queria ver se ele discutisse com um Teólogo ou um Pastor conhecedor aprofundado das escristuras quebrava ele em termos de palavras...................

      Excluir
  2. Anônimo10:51 AM

    "Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa." Mateus 5:11 ..."Disse o néscio (tolo) no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem." Salmos 14:1.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo12:00 PM

    Assisti a esse programa e não fiquei surpreso em nenhum momento: as bizarrices apresentadas ali não são invenção do ateu, como bem sabemos. É de fato a imagem que a igreja evangélica tem costruído. Lembram-se daqueles vídeos do Youtube de "pastor pilão", "pastor sonic" etc? Campanhas de vale do sal, óleo ungido por 300 reais, par de meia a 153 reais, martelo da justiça?

    O próprio fanatismo daquela minipastora que aparece nesse programa, inplantado pelos pais, claro! Veja, ela é uma criança, mas olhem como a voz dela se transformava quando estava no púlpito! Ficava falando esses clichês pentecostais, coisa que bem entende, só repete o que ouviu. Isso é muito grave! Apóio totalmente a divulgação dessas coisas ridículas que acontecem em certas igrejas. Quem sabe tais crentes não se envergonham e conhecem Deus de verdade.

    Vocês imaginam Jesus subindo no monte e falando às multidões com essa voz de pastor pentecostal? Eu não!

    ALberto

    ResponderExcluir
  4. Rogério Silva5:17 PM

    Já eu achei a reportagem muito show. A vergonha é que o ateu parece em alguns momentos ter mais noção do Evangelho que os evangélicos.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo5:58 PM

    Hermes se isto aí é no History é escanda-lo? O que passa no canal de tv National Geographic, é pior, lá fala só coisas horríveis de Jesus e contra Jesus, e a Palavra de Deus é distorcida totalmente.
    Será que vcs não sabem que nos cristãos estamos na temporada de caça aos cristãos pela Igreja Católica que a mando da Nova Ordem Mundial não? As perseguições já começaram meus caros, e muitos cristãos vão negar Jesus ao serem presos torturados para negar a Cristo, e isto está acontecendo.
    Vc será mais um Pedro que negou Jesus , ou um Judas que traíu Jesus?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo8:35 PM

      Burro doente mental.

      Excluir
  6. Anônimo8:18 AM

    Rogo que a palavra da Vida, a gênese da existência, possa exercer sua eficácia nas mentes e nos corações cauterizados pela cultura flutuante e relativa deste momento histórico.

    PAIXÃO, Edson.

    ResponderExcluir
  7. Outro detalhe. Esse cidadão que fez a matéria é muito debochado.

    ResponderExcluir
  8. Anônimo7:40 PM

    Muito bom o trabalho do senhor Hermes, pois escancarou a irracionalidade que o nosso povo ignorante está submetido devido a ridícula educação que recebe nas escolas.Um povo ignorante bitolado pelo misticismo, um povo sínico que que fecha os olhos para realidade, é fruto de uma sociedade corrupta,no sentido mais amplo da palavra.

    ResponderExcluir
  9. Paz! É trágico mas num ponto de vista mais otimista não deixa de ser cômico... Eu confesso que dei uma risadas principalmente na conversa do Infiltrado com o "caboclo": eita caboclo superficial nas respostas! O programa só mostra o nível que a igreja de uma forma geral está. Faço coro com o Bispo Hermes: deixamos de ser os infiltradores (no sentido de ser influenciadores) pra ser infiltrados (influenciados). Os modismos da igreja não nos tornou sábio antes motivo de chacota tudo isto porque tais modismos tem embasamento: é só euforia! Logo, qualquer ateu debocha. Abraços, Fabio Jardim

    ResponderExcluir
  10. quando o protestante,usar os meios de conhecimentos,técnico,que é a leitura.saberás diferênciar entre a sua real fé,da lavagem celebral.

    ResponderExcluir
  11. Anônimo1:04 AM

    Debochada? A REALIDADE NÉ ?

    ResponderExcluir
  12. Anônimo10:27 AM

    O infiltrado leu a bíblia? Conhece a Bíblia? ou ele viu aquele livro de capa preta e disse isso é fictício escrito a milhares de anos.....Minha opinião, conhecer, saber para depois falar, aonde na bíblia ele não concorda e que lhe faz ser ateu ?
    Simplesmente ele foi a uma Igreja evangélica, no caso, o tabernáculo de profetas e quis mostrar um negócio sendo realizado, as perguntas são: como pagar aluguel? agua, luz, telefone etc... se não com ofertas e dízimos. e na Igreja católica como elas também sobrevivem? se um ateu calar um homem de DEUS ficar quieto mostrando na bíblia alguma coisa que não se explica...também viro ateu.

    ResponderExcluir
  13. Anônimo9:38 AM

    Sou cristão, mas prefiro seguir as idéias de Jesus de forma filosófica, pratica, não gosto da palavra "religião", me traz mais coisas ruins do que boas, mas respeito aqueles que se dizem "religiosos" e frequentam suas respectivas religiões, no entanto a falta de cultura/educação, faz com que uma parcela significativa do povo caia nas mãos de enganadores, como podemos ver no programa...
    Por que será que países com alto nível de desenvolvimento econômico e social, as religiões são muito pouco praticadas?
    Isto os faz piores que nós? Ou melhores? Somente nós iremos pro céu?
    Acho que devemos sermos melhores a cada dia, sem barganhas com Deus, sem trocas, de forma racional melhoramos o meio em que vivemos.

    ResponderExcluir
  14. Anônimo7:11 PM

    eu gostei da reportagem ela lembra que para muitos ditos pastores so lembra do dimheiro ,são muito capitalista .sem barganhas com Deus.porque não junta todas igreja em um so nome .DEUS e so, um houve so um jesus Cristo.

    ResponderExcluir