quinta-feira, maio 16, 2013

23

Quando Deus dá asas a cobra





Por Hermes C. Fernandes

Serpentes. Só a menção deste nome já causa arrepios em muita gente. Na primeira vez que morei na Flórida, tive que expulsar uma serpente que invadira nosso quintal. Vali-me do báculo episcopal que havia recebido em minha sagração a bispo. Recentemente, uma serpente negra, muito parecida com aquela que enfrentei, apareceu em nosso jardim. Tânia, minha esposa, tentou espantá-la, porém em vão. Sorte a nossa que essas serpentes negras, tão comuns nesta região da América, não são peçonhentas. Bem diferentes daquelas que, segundo a tradição, foram expulsas da Irlanda por Patrício, bispo cristão que viveu entre 385 e 461 d. C. Até hoje não há cobras em território irlandês. Segundo a lenda, a Irlanda era infestada de serpentes, até o dia em que Patrício as expulsou.

Geralmente, acredita-se que sonhar com serpentes indica que alguém está sendo traído. Eu mesmo passei por uma experiência destas.

Havia um pastor em nosso ministério em quem eu confiava cegamente. Eu o tinha como um filho, e um dos possíveis candidatos à minha sucessão. Minha confiança nele era tão grande, que deixei-o à frente da igreja que eu mais amava. Prestes a viajar para o Exterior, tive uma sensação horrível, e temi que algo fosse acontecer durante essa viagem. Convidei-o a ir à minha casa, e chamando-o ao meu quintal, disse-lhe o quanto confiava nele, e pedi para que, caso algo me acontecesse, ele jamais deixasse apagar a chama da mensagem da graça e do reino de Deus (ênfases em nosso ministério). Com lágrimas nos olhos, eu o abracei como um pai ao filho. Naquele momento, minha mente foi remetida a um sonho que havia tido dias antes. Sonhei que aquele mesmo quintal onde nos abraçamos, estava infestado de serpentes. Uma grande, e muitas pequenas. Não comentei o sonho com ele, mas senti que aquele abraço poderia encontrar paralelo com o beijo dado por Judas em Jesus. Tempos depois, esse mesmo pastor agiu traiçoeiramente contra o meu ministério, expondo-me publicamente com acusações infundadas. Infelizmente, ele não se arrependeu do que fez, embora lhe tivéssemos dado chance para tal, mas provocou a divisão de uma das nossas principais igrejas (que eu mesmo havia iniciado anos antes), contagiando aquele povo que tanto amávamos, provocando-o contra nós e o nosso ministério. Foi um dos momentos mais dolorosos que passei em toda a minha vida. Já havia sido traído antes, mas não por alguém que eu considerava um filho. Embora o tenha perdoado, confesso que ainda dói, principalmente quando lembro das lágrimas dos meus filhos diante daquela injustiça. A hemorragia se estancou, mas a ferida ainda está inflamada. Alguns dos que aderiram à rebelião, se arrependeram depois, procurando-me com pedidos de perdão, pois caíram em si e perceberam o que havia por trás de tudo aquilo: orgulho e ganância, tão característicos da natureza humana.

A serpente não é apenas símbolo de traição, como também é símbolo da malignidade de nossa própria natureza. Por isso, o salmista exclama: “Desviam-se os ímpios desde a madre; andam errados desde que nascem, proferindo mentiras. Têm veneno semelhante ao veneno da serpente; são como a víbora surda, que tapa os ouvidos” (Sl.58:3-4). Não era em vão que Jesus se dirigia carinhosamente aos religiosos hipócritas de Sua época, chamando-os de “serpentes, raça de víboras!” (Mt.23:33).

A figura da serpente habita o imaginário popular, deixando de ser apenas um réptil asqueroso e rastejante para tornar-se num poderoso arquétipo. A palavra 'arquétipo' (grego archétypon) pode ser traduzida por "modelo", "padrão", ou "tipo primitivo". De acordo com Carl Jung, pai da Psicologia Analítica, os arquétipos "são as partes herdadas da psiquê", padrões de estruturação do que Jung denominou de inconsciente coletivo. Assim como temos uma herança biológica, também teríamos uma herança psíquica. Estruturas com as quais já nascemos. Cada nova geração assenta num novo tijolo neste muro psíquico.

A serpente é um desses arquétipos que acompanham a humanidade desde os primórdios.

Nas páginas das Escrituras, ela aparece pela primeira vez como aquela que tenta o primeiro casal, fazendo-os comer do fruto que Deus havia proibido. A partir deste episódio fatídico, a serpente passou a habitar no inconsciente coletivo da humanidade, alimentando-se do pó produzido pelo caminhar do homem, conforme Deus havia sentenciado.


Com o passar do tempo, a serpente foi evoluindo. Conquanto tenha perdido a habilidade de andar, passando a rastejar, ela acabou por desenvolver a habilidade de voar. A serpente do Éden ganhou asas, deixando de ser um réptil rastejante, para ser um dragão alado.

Ou não é isso que lemos em Apocalipse?

“E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás, que engana a todo o mundo” (Ap.12:9).

Pelo jeito, o diabo conseguiu dar um upgrade na imagem construída no imaginário popular. Mas não deixou de ser o enganador-mor, inspirador de toda dissensão entre os homens; aquele que entra sorrateiramente, sem ser percebido, e ali semeia a discórdia, o ódio, o ressentimento.

O mesmo Deus que permitiu que a serpente se infiltrasse no Paraíso sem ser notada, também permitiu que ela criasse asas, tornando-se assim o príncipe das potestades do ar. Porém, suas asas são como as de Ícarus. Na medida em que tenta se elevar, elas vão derretendo, como asas de cera. O mesmo orgulho que o impulsiona para cima, torna maior o seu tombo. Por isso, ele é precipitado das alturas. Lá não é seu lugar. Todos quanto o seguirem, juntamente cairão.

Embora dotado de asas, o pavão sabe como disfarçá-las. Sabe como entrar num ambiente sem chamar a atenção para si.

Daí a preocupação de Paulo com os fiéis de Corinto:

“Mas temo que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos entendimentos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo. Pois se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, de boa mente o suportais...” (2 Co.11:3-4).

Como pessoas que experimentaram a graça de Deus podem dar ouvido a qualquer espírito? Deixam a simplicidade do genuíno Evangelho da Graça por aquilo que foi gerado em corações doentes, cheios de amargura, vaidade e ganância.

Sem dúvida, o temor de Paulo era justificável. “E não é de admirar, pois o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transformem em ministros da justiça. O fim deles será conforme as suas obras” (vv.14-15).

Tais obreiros fraudulentos não sabem o que estão entesourando para si. Veja a exortação que lhes é destinada: “Não te alegres, tu, toda a Filístia, por estar quebrada a vara que te feria; da raiz da cobra sairá um basilisco, e o seu fruto será uma serpente venenosa e voadora” (Is.14:29). Os filisteus festejavam por terem se livrado do domínio de quem os conquistara. Mas não sabiam que estavam chocando ovos de serpente. O mesmo se deu com Israel quando apostatou-se. Isaías os denunciou: “Ninguém há que clame pela justiça; ninguém comparece em juízo pela verdade. Confiam na vaidade, e andam falando mentiras; concebem o mal, e produzem iniqüidade. Chocam ovos de basilisco, e tecem teias de aranha. Aquele que comer dos ovos deles morrerá, e se um dos ovos é quebrado, sai dele uma víbora” (Is.59:4-5).

Deixe que a serpente exiba suas novas asas. Deixe que sua boca se encha de arrogância. Deixe que se gabe de suas conquistas. O Senhor a julgará!

A mentira será revelada! O que estiver escondido virá à tona. Seus ovos eclodirão, e deles sairão seus filhotes que igualmente o trairão.

É praticamente impossível caminhar pelos corredores do mundo cristão sem se deparar com tais serpentes. Elas estão por aí, em nossos púlpitos, exibindo credenciais pastorais e diplomas de doutorado em divindade. O temor de Paulo nos assombra.

Como sobreviver às suas investidas? Como resistir ao seu encantamento? Como escapar de seu carisma e simpatia?

Se voltarmos à simplicidade do Evangelho, seu veneno perderá sua nocividade.

Paulo havia sobrevivido a um naufrágio, e estava aquecendo-se ao redor de uma fogueira juntamente com os demais sobreviventes e alguns nativos da Ilha onde encontraram socorro. De repente, uma serpente salta da fogueira e se lhe apega a mão. Os nativos sabiam que era uma espécie ultra-venenosa, e ficaram esperando pelo momento em que ele cairia morto. Paulo simplesmente sacudiu a serpente, devolvendo-a ao fogo. As horas se passaram, e ele sequer queixou-se de mal estar. Apesar de ter sido julgado mal, de ter sido acusado injustamente, Paulo não deu ouvidos a nada disso, e prosseguiu em seu caminho (At.28:1-5).

Não se preocupe com o que digam a seu respeito. Não tente provar nada a ninguém. Sacode a serpente! Devolva-a ao fogo de onde saiu, e siga em frente. Só não vale prosseguir com a serpente apegada à sua mão.

Jesus garantiu a Seus discípulos que eles segurariam em serpentes, e elas não lhes faria mal algum (Mc.16:18). Estamos vacinados contra o seu veneno. No final, a verdade sempre prevalece. Podemos segurar em serpentes, mas não deixar que elas nos segurem.

Ele nos deu poder para pisarmos serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada, absolutamente nada nos fará dano algum (Lc.10:19).

Na finalização de sua carta aos Romanos, Paulo os admoesta e lhes apresenta uma promessa:

“Rogo-vos, irmãos, que noteis os que promovem dissensões e escândalos contra a doutrina que aprendestes. Desviai-vos deles. Pois os tais não servem a Cristo nosso Senhor, mas ao seu ventre. Com suaves palavras e lisonjas enganam os corações dos incautos (...) O Deus de paz esmagará em breve a Satanás debaixo dos vossos pés” (Rm.16:17-18,20a).

Que assim seja!


Publicado originalmente em 08/10/2009

23 comentários:

  1. Amigo Hermes,

    Visitei seu blog e não pude deixar resistir...estou seguindo!!!!

    Um texto com conteúdo e boa crítica textual, é o que falta atualmente!!!!

    Parabéns pelo seu esforço e dedicação.

    ResponderExcluir
  2. A Paz do Senhor, Dr.Hermes.

    Também estou acompanhando seu blog. Nem preciso dizer o quão excelente ele é!!!

    Essa foi uma mensagem maravilhosa... pena que a notícia seja triste! O pior é que não se trata de um caso isolado. Certamente muitos já ouviram histórias parecidas. A rebeldia é realmente um dos maiores males que a Igreja pode enfrentar, pode abalar seriamente um ministério. Só clamando a Deus para resistirmos firmes.

    Parabéns pelo blog!

    Que o Senhor te abençoe mais e mais!!!

    ResponderExcluir
  3. Pelo texto e pela foto, vc e sua família já estão ficando expert pra lidar com as cobras...seja no mundo material como no espiritual.
    Se observássemos mais, veríamos que as estratégias da serpente são as mesmas.
    Aconteceu com você, aconteceu comigo e com muitas outras pessoas.
    Mas graças a Deus, que nos faz ficar antenados através do Espírito Santo, podendo assim em nome de Jesus,pisar na cabeça da serpente.
    Abraço e fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  4. Ótimo texto Hermes! Realmente serpente é o que não falta ao nosso redor, o mais doloroso é qdo elas se revelam em alguém que estimamos muito, é decepcionante.
    Bju, parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
  5. ... ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazon
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    TE SIGO TU BLOG
    HERMES C. FERNANDES




    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesia ...


    AFECTUOSAMENTE
    HERMES




    jose
    ramon...

    ResponderExcluir
  6. OLÁ, PARABÉNS PELO SEU TRABALHO MARAVILHOSO,
    JÁ ESTOU TE SEGUINDO!!!

    ResponderExcluir
  7. Hermes,

    como sei o que sentes... e como sei !! pois comigo se deu algo tão semelhante que parece que eu li a minha propria história...apenas os personagens eram outros e a traição comigo aconteceu de cima pra baixo... eu ovelha e eles um casal de pasatores que se aproveitaram de mim, usaram-me e depois dissolveram-se a nada me acusando de coisas que jamais fiz ou disse...Mas Deus é Deus de justiça e não permite que usem Seu NOme em vão ... hoje, passados algunhs anos do fato, eu continuo sem igreja , mas por opção própria, pois desisti de servir a homens e hoje sirvo a Deus sem denominações, e eles, os que me acusaram já não são mais pastores, perderam seu ministério (as portas se fecharam literalmente)e mudaram de cidade por não aguentarem os olhares.
    Muitos ainda pensam que sou a culpada, mas essa serpente eu já chacoalhei no fogo e caminho agora sem dores (apesar da ferida sempre me fazer lembra-los).
    Continuo a fazer a Obra, discipular, batizar, ensinar, amar e estar perto dos necessitados, mas agora Cristo é quem me guia.
    Confesso: assustei-me demais com tudo o que aconteceu e da forma como aconteceu, e hoje sou como gato escaldado com medo de água fria.

    Obrigada por suas palavras, foram benção para mim.

    abraços

    Alice

    ResponderExcluir
  8. A paz do Senhor irmão....
    Passando para agradecer a visita.
    Gostei dos blogs, vc tem muita informação neles, muito bom,,,gostei do trabalho.

    ResponderExcluir
  9. Agradeco a tua visita e digo-te que eu é que tenho a honra de participar deste espaco.
    Um espaco aonde podemos "ganhar tempo" e aprender! Sigo-te, claro!
    Gostei demais! Deus seja contigo!
    abracos

    ResponderExcluir
  10. A Paz do Senhor!
    O "Prêmio Dardos" dá a cada blogueiro o reconhecimento de seu valor, esforço, ajuda, transmissão de conhecimento, todos os dias.
    Recebi o prêmio e estou lhe oferecendo ao seu blog por considerá-lo muito importante pra mim.
    Está no blog umap-vca.blogspot.com , espero que goste!!!

    Fique na paz de Deus,
    LEANDRO

    ResponderExcluir
  11. Meu Bispo, obrigado pelas mensagens q Deus revela a ti, q nos edificam tanto. No caso da serpente infelizmente elas existem, e Deus nos revela q ela pode aparecer com diversas formas e cegar a todos, temos q aprender com os erros.
    Eu e minha familia amamos vcs
    Graça e Paz!

    ResponderExcluir
  12. Cresci em uma cidade com um extensa área verde, campos, chácaras, sítios, fazendas e muitas cobras.

    Quando criança corri muito de cobra, hoje, a cidade cresceu, o número de cobras diminuíram, mas elas ainda existem por aqui.

    A maioria das cobras que corri delas eram venenosas tipo jararacas, cobra coral, outras que nem sei o nome.

    Eu também aprendi que sonhar com cobra não é bom e sempre rola traíção de algum amigo ou de alguma pessoa muito querida ou amada por nós.

    ResponderExcluir
  13. A parte da serpente presa na mão realmente é interessante, Paulo não deu ouvidos ao que os nativos falaram, devemos seguir o exemplo de Paulo sacudir a serpente e tenta se prender a nossa mão, sacudir direto no fogo e nem ouvir o que os nativos estão falando.

    ResponderExcluir
  14. Graça e Paz! Quero agradecer sua visita ao meu blog agradecer pelo comentário.
    Aproveitei para visitar o seu blog e fiquei admirada com tanta informação importante para nos ajudar a lidar com questões nos dias de hoje,e melhor ainda, pois o conteúdo é formado atravéz da palavra,Parabéns que Deus continue te abençoando.Haaa também estou te seguindo rsrs fica na paz!

    ResponderExcluir
  15. Bispo Hermes, eu queria saber qual das cobras o irmão está falando, a cobra animal, ou a cobra lixo humano.
    Se vc quizer achar as Verdadeiras cobras é só ir nas igrejas evangélicas e Católicas, e no Congresso Nacional.
    Lá nestes lugares, vc escolhe qual tipo de cobra entre elas: Pastores sonegadores de impostos, avarentos e corruptos, padres pedofilos, e político podres imundos, inimigos do povo!
    Então qual cobra o irmão está falando? Animal ou homem lixo!
    Especifique por favor, porque está no ar está colocação ok?

    ResponderExcluir
  16. Amei a mensagem. Parabéns!
    Estamos divulgando vcs no verdadexpressa.blogspot.com

    Se puder divulgue-nos tb!

    ResponderExcluir
  17. A serpente... Mensagem muito forte e verdadeira.

    Adorei essa leitura. Seus textos são maravilhosos.

    Confesso que eu nunca tive um sonho revelador mas, inexplicavelmente, às vezes quando estou perto de alguém eu sinto um frio na espinha, até que chega num ponto que eu não quero mais falar com a pessoa, não quero mais ver a pessoa e perco o contato... Depois de algum tempo eu percebo que a pessoa estava sendo falsa e queria fazer que eu acreditasse em algo que não era verdade e durante muito tempo eu acreditei nas mentiras que me foram faladas. Isso já me aconteceu várias vezes, mas até eu perceber demooooraa...

    "Deixe que a serpente exiba suas novas asas. Deixe que sua boca se encha de arrogância. Deixe que se gabe de suas conquistas. O Senhor a julgará!"

    Obrigada pela linda mensagem.

    Abs

    ResponderExcluir
  18. PELO AMOR DE DEUS!

    O texto é - como sempre - excelente. Para reflexão e alimento. Mas PELO AMOR DE DEUS... Uma cobra dessas no quintal!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  19. Anônimo10:17 AM

    A paz do senhor

    irmao tenho sonhado com cobras direto.
    isso pode significar traicao em qualquer anbas parte?
    por exemplo mo meu casamento. , nao consigo ter mas confianca nela. ...

    ResponderExcluir
  20. Anônimo8:36 AM

    Que decepção irmão. Normalmente tem textos tão bons. Mas este é de um coração amargurado e não perdoador. Nada edificante. No mais, fala de sonhos, símbolos, etc. Fala de como você e bom e de como vários voltaram arrependidos. Não precisa publicar este comentário não. E so para você.
    A paz.

    ResponderExcluir
  21. Lúlu8:37 AM

    Hermes, cobra com asa? O que é isto aí meu caro! Vc está desfazendo a autoridade de Deus que pôs a cobra para somente rastejar, e vc na maior cara de pau deu asas para ela voar? Não pode isto! O que Deus disse e ordenou tem que cumprir!
    Por gentileza deixe a cobra rastejar novamente.
    Já pensou se vc por asas no elefante também que tragédia hein?
    Pelo que sei, somente as aves e algumas delas que tem asas, e também o avião! Agora animal de quatro patas e animal que rasteja aí é demais. Rsss.
    DÊ uma ilustração mais equilibrada, pois sou um pouco lento em entender as coisas ok?

    ResponderExcluir
  22. Caro Anônimo decepcionado, aconselho que leia novamente o texto. Parece que a maioria dos comentários discorda do seu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo9:23 PM

      E dai? A maioria nao gostou do texto do Sao Jorge e reclama quanto voce nao fala mal dos católicos. A maioria acha que devemos expulsar homossexuais das igrejas. O que a maioria pensa não interessa nesse tópico. A paz, meu querido irmão. Aprendo muito com você. So achei o texto amargurado e nao edificante, muito diferente dos demais. Você escreve bem demais. Até nos textos ruins do ponto de vista cristão, você parece um poeta.

      Excluir