quinta-feira, maio 03, 2007

1

A coisa tá ficando quente!

Desde Fevereiro deste ano entrou em circulação o primeiro de três volumes do quarto relatório de avaliação global, feito por um painel de 500 cientistas, todos reunidos em uma conferência da ONU em Paris, que concluiu com 90% de certeza que o aquecimento global tem sido causado pela ação humana. O pior de tudo é que o prognóstico não é nada alentador: a temperatura média da Terra aumentará, até o final do século XXI, entre 1,8°C e 4°C.

Veja abaixo os principais pontos do relatório do IPCC:

- Até o fim deste século, a temperatura da Terra pode subir de 1,8ºC até 4ºC. Na pior das previsões, essa alta pode chegar a 6,4°C.
- O nível dos oceanos vai aumentar de 18 a 59 centímetros até 2.100, o que significa que 200 milhões de pessoas terão de abandonar suas casas.
- As chuvas devem aumentar cerca de 20%.
- O gelo do Pólo Norte poderia ser completamente derretido no verão, por volta de 2100
- Nos ciclones tropicais, a velocidade do vento e as chuvas serão mais intensas.
- O aquecimento da Terra não será homogêneo e será mais sentido nos continentes do que no oceano. O hemisfério norte será mais afetado do que o sul
- No Brasil, o aquecimento mais intenso ocorrerá no final deste século, no Centro-Oeste e no Norte, regiões que abrigam a Floresta Amazônica.
- O sul da Ásia será uma das regiões mais afetadas
- O encolhimento das geleiras ameaçará o suprimento de água para, pelo menos, 50 milhões de pessoas.
- Ao menos 300 mil pessoas morrerão a cada ano devido a doenças relacionadas com as alterações climáticas
- Haverá morte de 80% dos recifes de coral. A Grande Barreira de Corais, na Austrália, irá desaparecer.
- As emissões passadas e futuras de CO2 continuarão contribuindo para o aquecimento global e a elevação do nível dos mares durante mais de um milênio.
- O aquecimento do planeta se deve, com 90% de probabilidade, às emissões de dióxido de carbono e outros gases que causam o efeito estufa, provocado pela mão do homem.
- As geleiras estão derretendo três vezes mais rápido do que na década de 80. Isso provocou uma diminuição de espessura de 60 a 70 centímetros, em média, em 2005.
- O nível do mar subiu 1,8 mm entre 1961 e 2003.
- Onze dos últimos 12 anos foram os mais quentes desde que a temperatura terrestre começou a ser medida, em 1850.
- A temperatura nos oceanos está subindo e eles estão absorvendo 80% do calor que foi adicionado sistema climático da Terra. Isso faz com que o nível dos mares aumente
- A temperatura média no Ártico tem aumentado quase duas vezes mais do que a média global nos últimos 100 anos
- A quantidade de chuvas aumentou no leste das Américas do Norte e do Sul, norte da Europa e centro e norte da Ásia.
- As secas estão mais fortes no Sahel (África), no Mediterrâneo, no sul da África e em algumas áreas do sul da Ásia.

Um comentário:

  1. Jorge (gestor ambiental, Eng. Pedreira)2:15 AM

    Parabéns Bispo Hermes, p. visão ampla que o senhor tem a respeito dos "nossos problemas de cada dia", parece que estamos acordando p. realidade, descobrimos que a àgua pode acabar, que a floresta amazônica está sendo destruida, que o lixo pode e deve ser reciclado e muito mais...
    Entretanto a conscientização é lenta se comparar-mos ao avanço dos problemas ambientais, temos que fazer muito mais, não existe mais o meu problema e sim o nosso e sim o nosso, pois todos utilizamos os recursos naturais p. sobrevivermos e o que damos em troca, o que deixaremos p. futuras gerações?

    ResponderExcluir